Santo do Dia

DataSanto do dia
31 de Dezembro

São Silvestre Ele é venerado na corrida de São Silvestre, que acontece em São Paulo todos os anos, em 31 de dezembro. Foi um dos primeiros santos não-mártires cultuados pela Igreja. Nasceu em Roma e estabeleceu bases doutrinais e disciplinares, inserindo a Igreja em um novo contexto social e político que tornou o cristianismo a religião oficial do Império Romano. Foi com o santo que se realizou o primeiro concílio ecumênico, o de Nicéia, em 325, que definiu a divindade de Cristo.

30 de Dezembro

São Félix I Papa e confessor, morreu em 30 de dezembro de 274. Foi um grande defensor da divindade de Cristo, em época de grande confusão doutrinária.

29 de Dezembro

São Tomás Becket Tornou-se clérigo e foi nomeado por Henrique II, da Inglaterra, para a Sede de Canterbury, e chegou a Primaz da Inglaterra. Nessa posição de bispo, opô-se ao rei, tornando-se o defensor dos direitos da Igreja. Após um exílio de seis anos, voltou à Inglaterra a pedido do Papa. Em 1170 foi assassinado quando entrava em sua catedral.

28 de Dezembro

Santos Inocentes É o dia de lembrar das crianças de Belém que foram sacrificadas pelo Rei Herodes, que tentava se livrar do menino Jesus. Estes são os Santos Inocentes, que protegem as crianças que sofrem violência.

27 de Dezembro

São João Evangelista Foi ele o discípulo que, ao pé da cruz, recebeu, em nome da humanidade, a Mãe de Jesus. A ele é atribuída a autoria do Quarto Evangelho e das Epístolas de João.

26 de Dezembro

Santo Estevão Primeiro mártir da história do Cristianismo, Santo Estêvão era judeu da diáspora e morava em Jerusalém. Foi condenado ao martírio porque os judeus da diáspora o acusaram de subverter a lei e os costumes e de criticar as instituições e as estruturas consideradas sagradas. Seu longo discurso antes da morte por apedrejamento, na presença de Saulo, o futuro apóstolo Paulo, é um resumo da história desde Abraão até Salomão.

25 de Dezembro

Natal do Senhor O Natal tem sua origem numa festa pagã da antiga Roma, que celebrava o dia natalício do Sol invicto depois da noite mais longa do ano, no dia 25 de dezembro. Nessa festa, os escravos comemoravam e recebiam presentes dos seus senhores e ceavam junto com eles. O cristianismo deu um novo significado a essa festa, celebrando o nascimento de Jesus.

24 de Dezembro

São Charbel Makhlouf Nasceu no dia 8 de maio de 1828, numa aldeia de Béka-Kafra, nas montanhas do norte do Líbano. Era monge eremita da Igreja do Rito Oriental. Foi canonizado em 1977, pelo papa Paulo VI. Um estranho fenômeno ocorre com seu corpo até hoje: transpira sangue como se ainda estivesse vivo. O túmulo de São Charbel é visitado constantemente e chamado de Lourdes do Líbano.

23 de Dezembro

São João Câncio Nasceu em Kety, pequena localidade da Polônia, no ano de 1390. Em Cracóvia, fez os seus estudos e foi ordenado sacerdote. Depois obteve a cátedra da Universidade de Cracóvia. Destacava-se principalmente por sua caridade e humildade. Morreu em Cracóvia, na noite de Natal de 1473, e foi canonizado em 1767.

22 de Dezembro

Santa Francisca Xavier Cabrini Nascida em 1850, é a mãe dos imigrantes italianos no começo do século XX. Quando ficou órfã, quis entrar num convento, mas não foi aceita por causa de sua saúde frágil. Trabalhou para minimizar o sofrimento dos milhares de italianos em Nova York. Realizou diversas obras nos Estados Unidos.
Morreu em Chicago, em 1917, e seu corpo foi levado para Nova Iorque, na igreja do Colégio Madre Cabrini, para continuar perto dos imigrantes.

21 de Dezembro

São Pedro Canísio Nasceu em Nimega, na Holanda, no ano de 1521. Foi sacerdote da Companhia de Jesus, tornando-se o primeiro jesuíta alemão. Escreveu manuais de doutrina cristã, foi fundador de diversos colégios jesuítas na Alemanha e participou do Concílio de Trento. Em 1925, foi proclamado Doutor da Igreja e canonizado pelo papa Pio XI.

20 de Dezembro

São Domingos de Silos Nascido em Canhas, na Espanha, no ano 1000, São Domingos viveu 18 anos na solidão antes de procurar por Santo Emiliano, que o fez noviço. Restaurou o Mosteiro de Silos, que se tornou um dos grandes centros religiosos da Península Ibérica.
Em sua caridade, ele libertou muitos escravos cristãos aprisionados pelos mouros. Era um homem culto e exerceu muita influência política e religiosa. Morreu em Silos, no dia 20 de dezembro de 1073.

19 de Dezembro

São Nemésio Viveu em Alexandria, Egito, e sofreu martírio com muitos companheiros durante as perseguições do imperador Décio. Acusado de instigador da violência, São Nemésio foi torturado e queimado vivo ao lado de assaltantes violentos e, mesmo assim, permaneceu firme em sua fé.

18 de Dezembro

São Rufo e São Zózimo Conta-se que eles estavam na companhia de São Paulo e Santo Inácio quando fundaram a primitiva Igreja entre os judeus e gregos, em Filipos, na Macedônia.
Foram martirizados juntamente com Santo Inácio de Antioquia, sendo lançados às feras em 107.

17 de Dezembro

São Lázaro São Lázaro era judeu e gozava de boa posição social. Certo dia, ficou muito doente e suas irmãs mandaram uma mensagem a Jesus pedindo-lhe auxílio. Porém, antes que ele chegasse, Lázaro morreu. Quando Marta deu-lhe a notícia da morte do irmão, Jesus falou: “Teu irmão ressuscitará”. Todos foram ao sepulcro de Lázaro, e nesse momento Jesus o ressuscitou. Muitos dos que assistiram a tal cena se converteram. Lázaro, Marta e Maria foram os primeiros evangelizadores do sul da França.

16 de Dezembro

Santo Ádon Esse santo nasceu por volta de 800 e muito jovem ingressou na abadia de Ferrieres, em Gâltinais. Depois, foi para o mosteiro de Plum, em Lorena. É considerado um dos mais ilustres bispos da França Medieval. Além de corajoso e bondoso, era muito dinâmico, e exerceu grande influência na política de sua época como defensor da liberdade da Igreja. Criou o Martirológio, o calendário de santos distribuídos para cada dia do ano.

15 de Dezembro

Santa Maria Vitória Nasceu em Gênova, na Itália, em 1562. Aos 25 anos ficou viúva e, depois de superar a dor da perda do marido, fez três votos: castidade, para nunca usar jóias e roupas de seda e não participar de festas não-religiosas. Juntou-se a outras religiosas e fundaram a Ordem da Irmãs da Anunciação Celeste. Morreu em 15 de dezembro de 1617 e foi beatificada por Leão XII, em 1828.

14 de Dezembro

São João da Cruz O santo espanhol nasceu em Fontiveros, perto de Ávila, no ano 1542. Em 1567 ordenou-se sacerdote. Por ter introduzido a reforma austera na Ordem Carmelita foi torturado e ficou nove meses na prisão de um convento e acabou expulso da Ordem. Morreu aos 49 anos, no dia 14 de dezembro de 1591. O Papa Pio XI lhe conferiu o título de doutor da Igreja.

13 de Dezembro

Santa Luzia É conhecida como a protetora dos que sofrem de mal da vista ou protetora dos olhos. Em A divina comédia, Dante Alighieri atribuiu à santa a função de graça iluminadora. Ela viveu nos séculos IV e V e foi ameaçada de ser exposta ao prostíbulo para que se contaminasse. Morreu com um golpe de espada, depois de ser torturada.

12 de Dezembro

Nossa Senhora de Guadalupe Contam que a Virgem apareceu três vezes a um índio asteca para que ele pedisse ao frei Juan Zumárraga a construção de uma capela em Guadalupe. Como o frei pedira um sinal de comprovação, a santa entregou rosas ao índio, que as enrolou em um manto. E quando o índio abriu o manto para mostrar ao bispo as rosas, a imagem da Virgem apareceu lá estampada. Foi assim que toda a América Latina ganhou uma padroeira e protetora chamada Virgem de Guadalupe.

11 de Dezembro

São Dâmaso Era espanhol e nasceu por volta de 305. Graças a ele os textos das Sagradas Escrituras começou a ser revisto e São Jerônimo passou a escrever a versão da Bíblia em latim. Faleceu anos 80 anos e foi inumado na igreja de São Lourenço, chamada In Damaso, que ele mesmo erguera.

10 de Dezembro

São Melquíades O santo africano tornou-se papa no ano 311, período marcado pela expansão do cristianismo, mas também pela perseguição aos cristãos. São Melquíades fez um trabalho intenso para recuperar bens do clero que haviam sido confiscados. Morreu em 10 de janeiro de 314.

09 de Dezembro

Santa Leocádia É a padroeira da cidade de Toledo, na Espanha. Bonita e nobre, testemunhou sua fé durante a perseguição de Diocleciano. Quando a descobriram como cristã, foi presa, levada a tribunal e torturada. Em homenagem à santa, foram construídas três igrejas: uma onde ela nasceu, a segunda onde foi presa e a última onde foi sepultada.

08 de Dezembro

Imaculada Conceição de Nossa Senhora A padroeira de um grande número de igrejas em todo o Brasil e no mundo foi preservada do pecado original por Cristo, que a escolheu para que Jesus encarnasse. Sua veneração começou no século VIII, no Oriente. No Ocidente, é cultuada desde o século IX.

07 de Dezembro

Santo Ambrósio Nascido em Treves, por volta do ano 340, foi aclamado bispo de Milão. Dedicou-se bastante ao estudo da Sagrada Escritura e tornou-se pai espiritual dos imperadores Graciano, Valentiniano 2º e Teodósio 1º, a quem submeteu a uma penitência pública por ter massacrado a população de Tessalônica para conter uma revolta.

06 de Dezembro

São Nicolau, o Papai Noel Este bispo viveu no século IV em Mira, na Turquia. Lendas contam que salvou moças da prostituição, homens injustamente condenados e marinheiros do afogamento. Assim, é padroeiro de marinheiros, raparigas solteiras, comerciantes, farmacêuticos, etc. Mas o seu padroado mais popular é o das crianças. Daí vem “Pai Natal”, Santa Claus em alguns países. Seu culto popular mistura sua generosidade com o folclore do feiticeiro escandinavo que recompensava com presentes as crianças comportadas.

05 de Dezembro

São Sabas Nascido em 439, viveu algum tempo num mosteiro. Depois pediu licença e foi viver em uma gruta isolada. Logo, porém, outros monges foram para aquele local e lá fundaram a Grande Laura, um dos mais originais mosteiros da antiguidade cristã. Ele foi um homem influente na vida dos monges entre os séculos V e VI. Quando morreu, em 5 de dezembro de 532, foi honrado com um belo funeral. No século VII, em Roma, foram dedicados a ele uma basílica e um mosteiro.

04 de Dezembro

São João Damasceno Nasceu em Damasco, no ano 650. Foi ordenado sacerdote pelo bispo de Jerusalém e, em seus escritos, recolhia os pensamentos dos padres. Reagiu vigorosamente contra a iconoclastia, que queria tirar as imagens do culto e da devoção popular. Deixou numerosas obras à posteridade. Foi proclamado doutor da Igreja por Leão XIII.

03 de Dezembro

São Francisco Xavier Nascido em 1506, o santo costumava abrir caminhos para a divulgação do ideais cristãos e penetrar em localidades perigosas e desconhecidas. Sua vida não tinha descanso, e passaou pelo Japão, Singapura, China, entre outros lugares. Formou muitas comunidades cristãs com vitalidade semelhante a das Comunidades Eclesiais de Base atuais. Quando morreu, à beira-mar, no dia 3 de dezembro de 1552, São Francisco já havia realizado o batismo de mais de 30 mil convertidos.

02 de Dezembro

Santa Bibiana A santa viveu por volta do ano 360, época de perseguições aos cristãos. Seus pais foram mortos pelo governador Aproniano, que apossou-se dos bens da família e quis que as filhas, Demétria e Bibiana, trocassem de religião. As irmãs foram presas e Demétria logo faleceu. Bibiana, porém, foi flagelada e morreu. Seu corpo, jogado aos cães, foi recolhido pelos cristãos e sepultado junto aos da família. Lá foi construída uma capela e, mais tarde, uma basílica em honra da jovem mártir.

01 de Dezembro

Santo Elígio O santo nasceu em Cbaptelat, no Limosine, no ano de 588. Fez numerosa obras de caridade e resgatou inúmeros prisioneiros, dando-lhes a liberdade. Em 639 entrou para a vida eclesiástica e após dois anos consagrou-se bispo. Fundou mosteiros e fez muitas viagens missionárias. Morreu em uma delas, na Holanda, em 1º de dezembro de 660.

30 de Novembro

Bem-aventurado José Marchand Nasceu em 1803, na França, numa família de camponeses. Em 1829 ordenou-se sacerdote e partiu para a China como missionário. Em 1833, foi expulso da Indochina pelo príncipe Min Mang e acabou preso por se recusar a reunir os cristãos contra o príncipe. Quando Min Mang conquistou Saigon, em 1835, José Marchand foi acusado de subversão e barbaramente torturado até morrer. Seu corpo, totalmente machucado, foi cortado em quatro partes e jogado ao mar.

29 de Novembro

São Saturnino São Saturnino é de Tolosa, França, da época do início da pregação do Evangelho naquela região. Ele acabou vítima de um movimento anti-cristão, durante o império do terrível Décio, em 250. Foi atirado de pés amarrados a um touro, que o arrastou até sua morte. Ele é o “protetor das corridas”.

28 de Novembro

São Sóstenes Viveu no século I e foi discípulo do apóstolo Paulo. Antes de se converter ao cristianismo, foi chefe da sinagoga de Corinto. E o ambiente hostil da cidade, que era gerado pela existência de diferentes raças e religiões em conflito, foi amenizado com a interferência de São Sósteles.

27 de Novembro

Nossa Senhora das Graças ou da Medalha Milagrosa Ela apareceu em 27 de novembro de 1830 para Santa Catarina Labouré, irmão de caridade. A santa estava orando na capela do convento quando a Virgem Santíssima lhe apareceu.

26 de Novembro

Padre Tiago Alberione O padre italiano Tiago Alberione foi o fundador dos padres e irmãs paulinas. Nasceu em 1884 e foi precursor dos tempos novos, usando a comunicação social como meio de evangelização, em 1914. Fundou mais 5 congregações femininas e 3 institutos seculares. Faleceu em 1971.

25 de Novembro

Santa Catarina de Alexandria Catarina era da Alexandria. Por sua beleza, o imperador Maximino Daia quis se divorciar da mulher para se casar com Catarina, que o recusou. Irritado, mandou que a torturassem, mas ela nada sofreu.

Nos arredores da cidade, a santa foi decapitada e de seu pescoço jorrou leite em vez de sangue. Por isso ela é invocada pelas mães que têm pouco leite para amamentar os filhos, é a “patrona da amamentação”.

É essa santa que empresta o nome ao estado do sul do Brasil.

24 de Novembro

Santa Flora e Santa Maria Santa Flora nasceu na Espanha e sofreu o martírio durante a perseguição maometana, em 851. Foi denunciada pelo irmão, presa e torturada, mas conseguiu escapar. Tentou refugiar-se junto a uma irmão, que a recusou por medo de represálias. Certa vez entrou na Igreja de Santo Acisclo para chorar e encontrou Santa Maria, que chorava pela morte do irmão.

Uniram-se na dor e na coragem para pararem de fugir. Foram mortas em 24 de novembro de 851.

23 de Novembro

São Clemente São Clemente viveu no fim do século I. Escreveu uma das cartas mais admiráveis para reconciliar a comunidade de Corinto, que se opunha a seu colégio de Presbíteros. Conhecia bem as Escrituras e o mundo dos judeus, gregos e romanos.

22 de Novembro

Santa Cecília, a padroeira dos músicos Ela era nobre, rica e participava diariamente da missa celebrada pelo Papa Urbano nas catacumbas da via Ápia.

Solteira, fez voto de castidade. Casou-se, mas disse a Valeriano, seu marido, que não poderia ser tocada, pois era protegida por um anjo. Valeriano a respeitou.
Condenada à decapitação, recebeu três golpes, mas sua cabeça não caiu.

É a santa que teve maior número de basílicas em Roma, e muitas delas a consagram padroeira dos músicos.

21 de Novembro

Apresentação de Nossa Senhora no Templo Comemora-se a apresentação de Nossa Senhora na igreja construída junto ao templo de Jerusalém. A data reverencia a dedicação de Maria à religião. Segundo historiadores, no Ocidente a festa surgiu em 1372, por iniciativa de Gregório XI.

20 de Novembro

Santos Otávio, Solutor e Adventor Eles eram soldados da legião tebana e foram perseguidos pelo imperador Maximino. Escaparamm de uma primeira tentativa de massacre, mas depois foram capturados. Santo Otávio e Santo Adventor foram mortos. São Solutor, livrou-se, mas foi denunciado, e quando o encontraram, teve a cabeça decepada. Contam que uma mulher fez um jantar aos assassinos deles e os embriagou. Assim, conseguiu que eles lhe dissessem o paradeiro dos corpos dos mártires, que depois tiveram um sepultamento cristão.

19 de Novembro

Bem-aventurados Roque González e companheiros Nasceu no Paraguai, em 1576, filho de espanhóis. Aos 22 anos tornou-se sacerdote diocesano, e entrou para a Companhia de Jesus em 1609. Na vida religiosa, defendia os índios guaranis e criou um novo estilo de evangelização desses, procurando conciliar a cultura deles com a cristã. Seu lento processo de aculturação visava evitar as terríveis conseqüências da conquista e da ocupação da América por parte dos colonizadores.

18 de Novembro

Dedicação das Basílicas de São Pedro e de São Paulo Na celebração de Ano Santo, romeiros visitam as Basílicas Maiores, em Roma: São Pedro, São Paulo, São João de Latrão e Santa Maria Maior.

A de São Pedro, lembrada hoje, foi consagrada em 18 de novembro de 1626, por Urbano VIII.
A de São Paulo foi destruída por um incêndio, em 1823, e depois reconstruída e consagrada por Pio IX, em 10 de dezembro de 1854.

17 de Novembro

Santa Isabel da Hungria Filha de André II, rei da Hungria, a santa viveu pouco (1207-1231). Mulher exemplar, casou-se aos 14 anos com um homem da nobreza, Luís, da Turíngia.

Contam que certa vez a esmola que a caridosa levou aos pobres se transformou em rosas. Assim, tornou-se padroreira das floristas.

Muitas vezes é confundida com a Rainha Santa de Portugal, que praticou virtudes semelhantes, por causa do mesmo nome.

16 de Novembro

Santa Gertrudes Nasceu na Saxônia e era irmã de Santa Matilde. Em 1294, sagrou-se abadessa, e exerceu essa função em um mosteiro por 40 anos.

Profunda conhecedora das Sagradas Escrituras, dedicava a maior parte de seu tempo à oração e tinha especial devoção por Virgem Maria. Morreu em 1334.

15 de Novembro

Santo Alberto Magno Nasceu em Lauingen, Baviera (Alemanha), por volta de 1206. Foi professor de uma das escolas mais importantes da Ordem de São Domingos. Como havia muito estudantes em suas aulas, foi obrigado a ensinar em praças públicas.

Foi bispo de Rogensburg e trabalhou muito pela restauração da paz entre grupos e nações. Morreu em Colônia, no dia 15 de novembro de 1280. Canonizado em 1931, Pio XII o proclamou patrono dos cultores das ciências naturais.

14 de Novembro

São Lourenço Viveu no século XII, na Irlanda. Além da dedicação a sua espiritualidade e a seus fiéis, cuidava das necessidades materiais das comunidades. Em 1179, passou a fazer parte do Concílio de Latrão. E na luta pela paz, conseguiu acabar com os desentendimentos entre Henrique II, da Inglaterra, e Derong, da Irlanda. São Lourenço morreu em 1180, na Normandia. Foi canonizado pelo papa Honório III, em 1226.

13 de Novembro

São Diogo Percebeu tarde sua vocação, mas sua experiência e espiritualidade levaram-no ao cargo de superior de uma comunidade nas Ilhas Canárias. Então passou a defender os indígenas e atraiu a oposição dos poderosos da Espanha. Quando foi obrigado a retirar-se para o convento da La Salceda, criou fama de taumaturgo, homem milagroso. O rei Filipe II atribuía a São Diego a cura de dom Carlos e pediu a canonização do santo pelo papa Sisto V. São Diogo morreu em 1463.

12 de Novembro

São Josafá Viveu no século XI, época em que a Igreja Ortodoxa Oriental se separou de Igreja Católica Romana. Desde criança, aderiu à união de todos os cristãos. Depois, como bispo, empenhou-se para promover o encontro entre católicos e ortodoxos.Foi caluniado e perseguido por causa de seu trabalho em favor da unidade. Tornou-se mártir e santo canonizado por Pio IX.

11 de Novembro

São Martinho de Tours De tão venerado e popular na França, é padroeiro de 3.700 paróquias. E empresta seu nome a 480 aldeias naquele país.
Conta-se que uma vez ele deu a um pobre metade de sua túnica, que ele próprio cortou, com sua espada de militar. Contribuiu muito para que em toda parte o Evangelho fosse anunciado pelos monges, particularmente na zona rural do país.

10 de Novembro

São Leão Magno Ele foi um dos maiores papas da História e ficou no poder entre 440 e 461. Na invasão do terrível Átila, rei dos hunos, São Leão Magno conseguiu estabelecer a paz, embora tenha sofrido outra invasão anos depois, pelo chefe bárbaro Genserico. São Leão Magno conseguiu que esse povo invasor poupasse as vidas e não incendiasse a cidade.

09 de Novembro

Consagração da Basílica de Latrão Hoje a Igreja inteira festeja a Consagração da Basílica de Latrão.
Essa basílica era o antigo palácio do Imperador, transformado em templo e consagrado como tal, no ano de 324. A velha Basílica, no entanto, foi substituída por um edifício novo, a Basílica de São João de Latrão, Catedral do Papa, Mãe e Cabeça de todas as igrejas do mundo.Sua nova consagração foi em 9 de novembro de 1726.

08 de Novembro

Santo Deodato, São Godofredo e São Viliado Deodato foi papa, em Roma, substituindo Bonifácio IV, em 615. Ficou mais de quarenta anos no cargo. Seu nome tem origem em Adeodato, que significa “dado por Deus”. Godofredo é venerado na França. Bispo e confessor, protegeu o povo e organizou comunidades. Sofreu com a guerra civil no início do século XII. Viliado foi o primeiro bispo de Bremen, na Alemanha, no século VIII. Discípulo de São Bonifácio, ele foi um evangelizador. Morreu em 789.

07 de Novembro

Maria e São Clemente Maria lembrada como mediadora de todas as graças. O culto a sua função começou no século IV. Por isso, ela recebeu o título de “Mãe da Igreja”, oficializado por Paulo VI, em 1964. Segundo o evangelho, o primeiro milagre público que obteve de seu filho Jesus foi a transformação da água em vinho. Clemente foi um bispo beneditino que nasceu em Luxemburgo. Seu nome também é conhecido como Vilibrordo. Desenvolveu trabalhos de evangelização na Irlanda, Bélgica e Holanda. Morreu no século VIII.

06 de Novembro

São Leonardo de Noblac e São Félix Leonardo nasceu na Gália, região da França entre 491 e 518. Viveu na corte do rei Clóvis, seu padrinho, que chegou a oferecer-lhe o posto de bispo, convite que foi recusado. A rainha da Aquitânia o recompensou com um mosteiro, que levou o nome de Noblac, depois que ele a ajudou a dar a luz. O “padroeiro dos presos e das parturientes” morreu em 559. Félix viveu na Tunísia e é citado por Santo Agostinho. Ele foi preso e morto por seguir o catolicismo.

05 de Novembro

São Zacarias, Santa Isabel e Santa Bertila Zacarias e Isabel são os pais de João Batista, precursor de Jesus. O nome de Zacarias significa “Deus lembrou”. Quando soube que seria pai, ele ficou mudo até o nascimento da criança. Isabel era prima de Maria, mãe de Jesus. Sabe-se pouca coisa de Bertila. Ela foi abadessa ma diocese de Meaux e deixou uma escola para meninas. Morreu no ano de 710.

04 de Novembro

São Carlos Borromeu Carlos nasceu em Arona, região da Lombardia, em 2 de outubro de 1538. Ele se formou em Direito Civil e Canônico. Aos 22 anos, foi nomeado cardeal e arcebispo de Milão, ajudado pelo tio Pio IV. Foi secretário do papa e articulador de reformas. No século XVI, quando a peste atingiu Milão, Carlos saiu às ruas com uma corda amarrada no pescoço e uma cruz nas costas implorando solidariedade. Tinha apenas 46 anos quando morreu, em 4 de novembro de 1584.

03 de Novembro

São Martinho de Porres O primeiro santo mulato da América Latina nasceu em Lima, no Peru, no dia 9 de dezembro de 1517. Garoto pobre, teve seus estudos custeados e se formou em Farmácia-ambulatório. Entrou para um convento dominicano aos 15 anos. Lá, depois de exercer as piores tarefas, foi reconhecido e alçado a uma posição de destaque. O “patrono da justiça social” guardava ervas e remédios caseiros para ajudar os pobres. Morreu em 3 de dezembro de 1639 e foi canonizado pelo papa João XXIII em 1962.

02 de Novembro

Finados O culto dos mortos é bem antigo e começou dentro da casa dos cristãos. O ulto doméstico ganhou proporções maiores quando, em 998, o Odilon, abade de Cluny, estabeleceu a comemoração na ordem beneditina. No século X, o Vaticano tornou a festa oficial entre toda a cristandade. Neste dia, a América Latina também lembra da Jornada dos que morreram antes do tempo, dedicada principalmente aos perseguidos, pobres e famintos.

01 de Novembro

Todos os Santos A celebração de todos os santos se originou no Oriente, no século IV. A festa resgatava a lembrança dos santos omitidos por falta de documentos. Eles são reconhecidos apenas por Deus. Os santos também intercedem por pedidos de graças e bênçãos.

31 de Outubro

São Wolfgang e Santo Afonso Rodriguez Wolfgang nasceu na Suávia, no ano de 924. Foi professor, monge e bispo, exercendo grande influência na corte dos sacros imperadores romanos. Distribuidor de esmolas, morreu, em 994, na cidade de Puppingen. Durante um culto em sua homenagem, em Regensburg, aconteceram curas milagrosas para problemas estomacais. Afonso Rodriguez nasceu em Palma de Majorca, na Espanha. Jesuíta e confessor, preparou Pedro Claver, que seria o apóstolo dos escravos negros. Morreu em 1617.

30 de Outubro

São Geraldo e Santa Dorotéia Geraldo nasceu em Placênia e foi bispo de Potenza, na Lucânia. Morreu oito anos depois de ter sido escolhido bispo. Ele foi canonizado em viva voz, sem documentos escritos, pelo papa Calisto II, que governou a Igreja de 119 a 1124. Outro santo de mesmo nome, chamado Geraldo Majela, é o protetor das gestantes e dos partos. Dorotéia nasceu na Polônia, no século XIV. Ela salvou os filhos de um incêndio mas ficou viúva e viu os filhos morrerem. Sua biografia foi escrita pelo seu confessor.

29 de Outubro

São Petrônio e São Germano Petrônio governou a igreja de Bolonha entre os anos 431 e 450. Exerceu diversos cargos públicos antes de entrar para a vida religiosa. Ele foi responsável pela reconstrução de Bolonha, que havia sido destruída por Teodósio I e por uma invasão bárbara. Em 1390, uma basílica foi construída em sua homenagem. Germano viveu na França e é lembrado pela reforma da vida monástica. Seis séculos mais tarde, em 1621, Francisco de Sales recebeu sua inspiração e fez o traslado do corpo de Germano.

28 de Outubro

São Judas Tadeu O santo das causas perdidas começou a ser venerado na Idade Média. Seu nome já foi muitas vezes confundido com o de Judas Escariotes, o traidor de Jesus. Tadeu foi um dos doze apóstolos que pregou o Evangelho, junto como Simão, na Síria e na Mesopotâmia. Ele foi irmão de outro apóstolo, Tiago. São Judas sofreu o martírio na Pérsia. Um dos santos mais populares do Brasil, Judas é lembrado em situações de desespero.

Oração a São Judas Tadeu
São Judas Tadeu, glorioso Apóstolo, fiel servo e amigo de Jesus. O nome de Judas Iscariotes, o traidor de Jesus, foi a causa de que foste esquecido por muitos; mas agora a Igreja vos honra e invoca por todo o mundo como patrono dos casos desesperados e dos negócios sem remédio. Rogai por mim que estou tão desolado. Eu vos imploro, fazei uso do privilégio que tender de trazer socorro imediato, onde o socorro desapareceu quase por completo. Assisti-me nesta grande necessidade, para que eu possa receber as consolações e o auxílio do céu em todas as minhas necessidades, tribulações e sofrimentos. São Judas Tadeu, alcançai-me a graça que vos peço (nomear a graça que deseja). Eu vos prometo, ó bendito São Judas, lembrar-me sempre deste grande favor e nunca deixar de vos louvar e honrar como meu especial e poderoso patrono e fazer tudo o que estiver ao meu alcance para espalhar a vossa devoção por toda a parte. São Judas, rogai por nós. Amém.

27 de Outubro

São Vicente, Santa Sabina, Santa Cristeta Vicente, Sabina e Cristeta eram irmãos. Eles sofreram o martírio por volta do ano 303, na Espanha. O motivo foi que, durante o império de Diocleciano, Vicente se negou a abandonar a fé cristã.

26 de Outubro

Santo Evaristo Evaristo era da Antioquia e viveu no século II. Ele foi papa por volta do ano 100, permanecendo no comando da Igreja até 107. Segundo Eusébio e Irineu, Evaristo foi o sucessor do papa Clemente. Ele foi martirizado em Roma, durante o império de Adriano. Evaristo teria sido sepultado no Vaticano, ao lado do túmulo de São Pedro.

25 de Outubro

São Crispim, São Crispiniano e São Gaudêncio Os irmãos Crispim e Crispiniano viveram no século III. Eles trabalhavam como sapateiros em Soissons, na França, fugindo da perseguição aos cristãos imposta por Diocleciano. Foram martirizados até a morte. Gaudêncio nasceu na Bréscia, na Itália. Bispo e confessor, ficou célebre pela construção de uma basílica, em honra aos mártires de Sebaste. Foi embaixador do papa Inocente I e defendeu João Crisóstomo em Constantinopla. Morreu em 410 e deixou cerca de vinte sermões.

24 de Outubro

Santo Antônio Maria Claret Missionário fervoroso, Antônio nasceu em 1807, na Catalunha. Fundou a congregação missionária dos Filhos do Coração Imaculado de Maria, os claretianos, e trabalhou na América Latina. Como bispo de Santiago de Cuba, lutou pelos excluídos e sofreu diversos atentados. No exílio, Antônio se dedicou à preparação do Concílio do Vaticano I. Deixou mais de 80 obras escritas e foi o confessor de uma das rainhas espanholas. Morreu em 1870 e foi canonizado em 1950.

23 de Outubro

São João de Capistrano Capistrano foi um franciscano que nasceu em 1386, em Perúgia. Ele se formou em Direito e tornou-se juiz. Foi preso por causa de lutas políticas e acabou se convertendo ao cristianismo para seguir o ideal de São Francisco. Discípulo de São Bernardino de Sena, Capistrano pregou entre jovens universitários e foi um apaziguador. Chamado de “Apóstolo da Europa”, é considerado um dos reformadores da Igreja do século XV.

22 de Outubro

São Contardo Ferrini, São Bertário e Santa Salomé Ferrini nasceu em 1859 e recebeu educação cristã. Aos 17 anos, começou a estudar Direito em Pávia. Ao se formar, ganhou uma bolsa de estudos e foi para Berlim. Ferrini fez o voto de castidade em 1881 e viveu como eremita. Morreu de febre tifóide em 1902. Bertário foi um abade do século IX. Morreu massacrado por volta de 884. Salomé era mulher de Zebedeu e mãe dos apóstolos João e Tiago. Ela foi uma das mulheres que quiseram embalsamar Jesus na manhã da ressurreição.

21 de Outubro

Santo Hilarião e Santa Úrsula Hilarião nasceu em Tebata, na Palestina, no século IV. Estudou em Alexandria e se converteu ao cristianismo. Sua vida, cercada de lendas, foi escrita por São Jerônimo. Morreu por volta de 372. Úrsula, filha de um rei cristão da Inglaterra, foi pedida em casamento por um rei pagão. Ela pediu três anos para conhecer a vontade de Deus. Partiu para a Basiléia junto com muitas escravas. Na volta, todas foram mortas por Átila, o rei dos hunos.

20 de Outubro

Santa Maria Bertilla Boscardin e Santo André O nome verdadeiro de Maria era Ana Francisca. Ela nasceu em Vicência, na Itália, em 1888. Formou-se em enfermagem e entrou para a Congregação das Mestras de Santa Dorotéia e mais tarde foi para Treviso. Trabalhou como enfermeira durante a Primeira Guerra Mundial e morreu, aos 34 anos, em virtude de um tumor. André, o Calibita, nasceu em Constantinopla, na Turquia. Ele defendeu o culto às imagens durante o século VIII. André foi condenado ao martírio pelo imperador Constantino Coprônimo.

19 de Outubro

São Paulo da Cruz Paulo Francisco Danei nasceu em Ovala, na Itália, no ano de 1694. Ele fundou a Congregação dos Clérigos Descalços da Santa Cruz e da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo, conhecida como Padres Passionistas. Aos 26 anos, passou a usar um hábito preto com uma figura de cristo e pregos. Levou uma vida meditativa e reuniu companheiros. Sua regra foi aprovada pelo papa Bento XIII. Paulo morreu em 18 de outubro de 1775, em Roma.

18 de Outubro

São Lucas Evangelista O padroeiro dos médicos nasceu, provavelmente, na Antioquia. De origem pagã, Lucas se converteu ao cristianismo e acompanhou o apóstolo Paulo nas pregações do evangelho de Cristo. Escreveu seu próprio evangelho no ano 70. O tema fundamental é a admissão de todos os povos para a salvação. Ele também narra a infância de Jesus e os atos dos apóstolos. Alguns acreditam que foi São Lucas o pintor de Nossa Senhora.

17 de Outubro

Santo Inácio de Antioquia Inácio de Antioquia viveu nos primórdios do cristianismo. Ele foi o segundo sucessor de São Pedro de Antioquia, na Síria. Acusado pela sua fé, foi condenado a ser lançado às feras, por volta do ano 107. Deixou sete cartas nas quais narra a história dos primeiros cristãos. Na “Carta aos romanos” exprime desejo pelo martírio como sendo o sacrifício que o levaria a Cristo.

16 de Outubro

Santa Edwiges e Santa Margarida Maria Duquesa da Silésia, Edwiges nasceu em 1174, em Breslau, na Polônia. Dos sete filhos que teve, apenas Gertrudes sobreviveu. Edwiges optou pela vida monástica depois da morte de seu marido, retirando-se para o mosteiro cisterciense que ela mesma fundou em Trebnitz. Margarida Maria Alacoque nasceu em Paray-le-Monial, na França. Ela pertenceu à Ordem da Visitação e insistiu sobre o tema da “reparação”. Morreu em 1690.

Oração a Santa Edwiges
Oh, Santa Edwiges, a centelha do amor divino iluminou toda a nossa vida. Como amastes a cruz nas trevas das vossas penas, e mesmo na vontade de Deus, nós vos pedimos que, na infelicidade ou na penúria, na doença ou na morte, na perturbação ou no perigo, sempre encontremos auxílio junto de vós. Por Cristo, Nosso Senhor, Amém. Rogai por nós.

15 de Outubro

Santa Teresa D’Ávila Teresa nasceu em Ávila, na Espanha, no ano de 1515. Chamada de Teresa, a Grande, ela lutou contra as contradições da vida espiritual vazia. Entrou para o Carmelo de Ávila aos vinte anos e teve São João da Cruz como conselheiro. Doutora da Igreja e mestra da espiritualidade, ela reformou a ordem do Carmelo. Deixou as obras O caminho da perfeição, Pensamentos sobre Deus e O castelo interior. Teresa morreu em Alba de Tormes, no ano de 1582.

14 de Outubro

São Calisto Calisto foi um escravo que conseguiu a liberdade. O papa Zeferino encarregou-o de administrar a Via Ápia, lugar das catacumbas. Ele foi eleito papa e governou a Igreja de 217 a 222, ano em que morreu. Por causa de sua condição servil, ele enfrentou problemas com Hipólito, que não queria reconhecê-lo como papa. Calisto defendia que todos os pecados poderiam ser perdoados pela Igreja. Ele foi assassinado durante um confronto entre cristãos e pagãos.

13 de Outubro

Santo Eduardo e São Geraldo Eduardo nasceu em 1003 e foi rei da Inglaterra de 1043 a 1066. Ele adquiriu prestígio entre o povo e fortaleceu as fronteiras do país. Morreu em 1066 e seu sepulcro virou lugar de peregrinação. Uma exumação feira em 1102 constatou que o corpo do rei estava intacto. Eduardo foi canonizado pelo papa Alexandre III, em 1161. Geraldo nasceu na França, no fim do século IX, e ficou cego aos 7 anos. Ele fundou um convento beneditino para lutar por justiça. Morreu no ano de 909.

12 de Outubro

Nossa Senhora da Conceição Aparecida Em 1717, pescadores encontraram uma imagem de Nossa Senhora da Conceição no rio Paraíba. A santa recebeu o nome de Nossa Senhora Aparecida por ter surgido no meio das águas. A imagem está em um santuário na cidade de Aparecida do Norte, em São Paulo. Todo ano, milhões de fiéis visitam a basílica em homenagem à santa.

11 de Outubro

Santa Soledade Torres e São Firmino Manuela Torres, a Santa Soledade, nasceu em Madri, em 1826. Ela iniciou a congregação religiosa Servas de Maria, em 1851, que formava enfermeiras voluntárias. Ela viveu a guerra civil espanhola e a epidemia de cólera de 1885. Firmino foi bispo e confessor. Ele viveu na Europa durante o século VI.

10 de Outubro

São Francisco Borja e São Daniel Sobrinho do papa Alexandre VI e do rei Fernando II, de Aragão e Castela, Francisco viveu na corte espanhola. Nascido em Valência, no ano de 1510, aos 29 anos decidiu não mais servir aos nobres aos 29 anos. Chegou a ocupar o cargo de Geral da Companhia de Jesus. Quando morreu, em 1572, dedicava-se às missões estrangeiras. Daniel era franciscano e foi para o Marrocos, antiga colônia francesa. Ele foi morto com outros seis companheiros, em 1227, depois de uma missa para a comunidade cristã.

09 de Outubro

São João Leonardo e São Dionísio João Lenardo nasceu em Lucca, na Itália, em 1541. Ele foi um farmacêutico que abandonou a profissão para se dedicar ao sacerdócio. Em 1574 fundou a Ordem dos Clérigos Regulares da Mãe de Deus. Em Roma, fundou a “Obra da propaganda da fé”, para tratar as vítimas da peste. Leonardo morreu em 1609. Dionísio é considerado o primeiro bispo de Paris. Ele sofreu o martírio no início do século II juntamente com os companheiros Eleutério e Rústico.

08 de Outubro

Santa Taís e Santo Etério Taís foi uma prostituta egípcia que viveu no século IV. Ela foi convertida ao cristianismo pelo monge Pafúncio e optou por uma vida penitente. Etério foi um bispo da França. Ele governou a igreja de Lion por 30 anos e se correspondia com o papa Gregório Magno. Etério morreu no começo do século VII, depois de ter ordenado o bispo Agostinho de Canterbury, da Inglaterra.

07 de Outubro

Nossa Senhora do Rosário O papa Pio V introduziu a celebração de Nossa Senhora do Rosário para comemorar a vitória dos cristão contra os turcos em Lepanto, na Grécia, no ano de 1571. Por esse motivo, a santa foi inicialmente chamada de Santa Maria da Vitória. Na Idade Média, os vassalos costumavam presentear seus soberanos com coroas de flores. Os cristãos adotaram o costume. Eles oferecem à Maria a tríplice coroa, que simboliza a alegria, as dores e a glória.

06 de Outubro

São Bruno Bruno nasceu na cidade de Colônia, no ano de 1035. Depois de ser ordenado sacerdote, passou a lecionar teologia. Aos 50 anos, Bruno iniciou a criação da Cartuxa, a ordem religiosa mais radical. Os cartuxos vivem em silêncio absoluto. O objetivo é conciliar a vida comunitária e silenciosa à contemplação. Ele foi convidado para ser conselheiro do papa Urbano II, entre 1088 e 1099. Morreu em 6 de outubro de 1101.

05 de Outubro

São João de Penna e Santa Flora João Penna viveu no século XII e entrou para o mosteiro Recanati, que seguia a Ordem Franciscana. Segundo a Igreja, sua grande provação foi escolher entre dois caminhos propostos por um anjo: passar um dia no purgatório ou sete dias de sofrimento na Terra. Faleceu pouco tempo depois, em 5 de outubro de 1275. Flora foi uma religiosa hospitaleira da Ordem de Jerusalém, durante o século XIV. Levou uma vida mística e de doação.

04 de Outubro

São Francisco de Assis Francisco nasceu em Assis, na Itália, em 1182. Filho de uma família burguesa, pretendia seguir a carreira militar. No ano de 1206 decidiu largar tudo e viver como errante. Foi assim que deu início à Ordem dos Frades Menores ou Franciscanos. Com Santa Clara, fundou a Ordem das Damas Pobre ou Clarissas, e, em 1221, a Ordem Terceira para leigos consagrados.

03 de Outubro

Santa Maria Josefa Rossello e São Beregiso Benedita nasceu em Savona, em 1811. Aos 19 anos, recusou o convite para morar na casa onde trabalhava pois queria seguir a vida religiosa. Entrou para a Congregação das Filhas de Nossa Senhora da Misericórdia em 1837. Ela adotou o nome de Maria Josefa Rossello em 1837, quando vestiu o hábito religioso. Morreu em 7 de dezembro de 1880. Beregiso foi da Bélgica. Homem corajoso, fundou um mosteiro no meio da floresta, no século VIII.

02 de Outubro

Santos Anjos da Guarda Os anjos são mencionados mais de trezentas vezes no Antigo e no Novo Testamento. Eles foram testemunhas da Ressurreição de Cristo. Segundo a Igreja, ao nascer, cada cristão é confiado aos seu anjo da guarda. A homenagem aos anjos começou por volta do século IX. Em 1608, o papa Paulo V autorizou a celebração. A data foi inserida no calendário em 1670, pelo papa Clemente X.

01 de Outubro

Santa Teresa do Menino Jesus Teresa Martin também nasceu em Alençon, na França, em 1873, e também é conhecida como santa Teresinha. Um diário, no qual ela relatava suas experiências religiosas, virou o livro História de uma alma. Teresinha nomeou seu caminho espiritual de “infância espiritual”. Ela freqüentou o convento das Irmãs Beneditinas de Lisieux e depois o Carmelo de Lisieux, onde ficou por nove anos. Morreu aos 24 anos, de tuberculose pulmonar, em 1897.

30 de Setembro

São Jerônimo Jerônimo nasceu em Estrido, na Dalmácia. Em Roma estudou gramática, retórica e filosofia, entre outras. Cristão convertido, já sacerdote, foi convidado para ocupar a função de secretário do papa Damaso. Neste período trabalhou na tradução da Sagrada Escritura. Mudou-se para Belém após a morte do papa. Deixou as traduções em latim do Antigo e do Novo Testamento, a Vulgata. É chamado de “Doutor Máximo das Escrituras”. Jerônimo morreu no começo do século V.

29 de Setembro

São Miguel, São Gabriel e São Rafael Desde 1969, os três arcanjos são homenageados no mesmo dia. Miguel acompanha a alma dos mortos até o céu e é o defensor do povo. Seu nome significa quem como Deus. Gabriel significa aquele que está diante de Deus, e ele é o anunciador da escolha de Maria em ser mãe de Jesus. Rafael, que quer dizer medicina de Deus ou Deus cura, é responsável pela expulsão dos demônios, guia do homem e protetor nas adversidades.

28 de Setembro

São Venceslau Venceslau nasceu na Boêmia por volta do ano de 907 e foi educado como cristão por insistência de sua avó. Em 925 torno-se rei e enfrentou dificuldades quando tentou implantar o cristianismo como religião do território. Venceslau, que chefiou a resistência contra os exércitos alemães, foi morto por seu irmão, Boleslau, em 935. Segundo a Igreja, sua mãe defendia a volta do paganismo e foi cúmplice do assassinato. O culto a Venceslau foi um dos primeiros entre os povos eslavos.

27 de Setembro

São Cosme e Damião

26 de Setembro
25 de Setembro

São Firmino e São Cleolfrido Firmino viveu no século IV e foi o primeiro bispo de Amiens. Natural de Pamplona, na Espanha, tornou-se bispo aos 24 anos e pregou nas regiões da França, Aquitânia, Agenais, Amiens. Foi assassinado. Cleolfrido foi um abade beneditino. Ele foi o responsável pela formação de Beda, escritor e colecionador de textos bíblicos, que também foi santificado. Cleolfrido morreu por volta do ano 716, durante uma viagem a Roma.

24 de Setembro

São Pedro Nolasco e São Geraldo De origem francesa, Pedro Nolasco nasceu na região de Languedoc, em 1189. foi tutor de Tiago, o príncipe herdeiro do trono de Aragão. Pedro fundou a ordem dos Mercedários após ter uma visão de Nossa Senhora. Pregou o cristianismo aos muçulmanos e infiéis, morrendo em 1258. Geraldo, beneditino, foi bispo e mártir da Hungria. Ele foi o educador de Emerico, filho do rei húngaro Estevão. Morreu pelo martírio em 24 de setembro de 1046.

23 de Setembro

Santa Tecla e Santa Iraís Tecla é considerada a primeira mártir do cristianismo. Ela nasceu em Cônia, na Ásia Menor, no século I. Sua morte é envolta em milagres. Quando quiseram atear fogo ao seu corpo, um forte temporal apagou a fogueira. Jogada às feras, nenhum dos animais feriu-a. Ela é venerada tanto pela Igreja grega quanto pela romana. Iraís é célebre no Egito. Ela viveu no século IV e abraçou o cristianismo aos doze anos. Compartilhou o martírio junto com homens e mulheres convertidos à mesma fé.

22 de Setembro

Santos Maurício e companheiros e São Tomás de Vilanova Maurício viveu no século III, durante o império romano. Ele pertencia à legião de Tebas e uma de suas missões foi marchar para a Gália a fim de punir os cristãos. Ele recusou a ordem do imperador Maximiliano e foi morto junto com os companheiros legionários. Tomás de Vilanova foi bispo e confessor agostiniano. O “pai dos pobres” viveu na corte de Carlos V e morreu em Valença, na Espanha, no ano de 1555.

21 de Setembro

Santa Efigênia e São Mateus Filha do rei Eglipo da Etiópia, Efigênia recusou o casamento com o príncipe que sucederia o trono de seu pai. O apóstolo Mateus, que já teria convertido a família real ao catolicismo, foi chamado para interceder em favor do nobre, mas Efigênia resistiu. O príncipe mandou executa-lo pelo fracasso, e a princesa construiu um santuário em sua homenagem. Ele é considerado o Evangelista da Igreja.

20 de Setembro

Santa Fausta e Thomas Johnson A morte de Fausta é descrita no Martirológio Romano. Condenada pelo imperador Maximiliano, ela foi crucificada por Evilásio. Ele também se converteu e acabou sendo morto. Thomas Johnson viveu na Inglaterra, no século XIV. Ele foi martirizado em 1537 junto com nove companheiros, sendo três deles padres, um diácono e cinco irmãos leigos Cartuxos.

19 de Setembro

São Januário Na colônia italiana, São Januário é também conhecido como São Genaro. Bispo da cidade de Benevento, foi martirizado e condenado às feras, por volta de 305, na época do imperador Diocleciano. Acabou sendo decapitado por um erro judicial. Seu sangue foi recolhido em um jarro e depositado diante de seu túmulo. Desde de 1389, durante a festa em Nápoles, o sangue do santo que está guardado em ampolas se liquefaz e toma aparência de recém derramado.

18 de Setembro

São Pânfilo e São Metódio Pânfilo nasceu em Beirute, no ano de 250, e se dedicou ao estudo da Sagrada Escritura. Como sacerdote, montou uma biblioteca com cerca de 30 mil volumes, em Cesaréia, e fundou uma escola de teologia. Foi decapitado em 309, dois anos depois de ter sido preso pelo imperador Maximiliano. Deixou algumas obras, entre elas Apologia de Orígenes. Metódio viveu por volta do ano 300, na Grécia, e teria sido bispo de Filipos. É venerado pela obra Banquete das Dez Virgens.

17 de Setembro

São Roberto Belarmino Roberto Belarmino nasceu em Montepulciano, em 1542. Entrou para a Companhia de Jesus em 1560, estudou teologia em Pádua e depois em Lovaina, na Bélgica, tornando-se titular da cadeira de apologética na Universidade Gregoriana. Cardeal e arcebispo de Cápua, teve participação importante durante a Reforma Católica. Difundiu a doutrina da Igreja durante o Concílio de Trento. Deixou as obras Controvérsias e Catecismo. Morreu em Roma, no ano de 1621.

16 de Setembro

São Cornélio e São Cipriano Cornélio foi eleito papa em 251 e ficou apenas dois anos no cargo. Foi afastado acusado de readmitir os apóstatas (pesoas que negam sua religião para não serem perseguidas). Restabeleceu sua autoridade com a ajuda de Cipriano, bispo de Cartago, mas voltou a ser destituído pelo imperador Galo e mandado para a cidade de Civitavecchia. Cipriano, cristão convertido, foi muito influente no norte da África. Sua doutrina é fundamentada no pluralismo da Igreja. Morreu pelo martírio.

15 de Setembro

Nossa Senhora das Dores A festa, que antigamente era celebrada como Nossa Senhora da Piedade ou como Compaixão de Nossa Senhora, teve o título mudado pelo papa Bento XXIII, entre 1724 e 1730. A comemoração relembra Maria acompanhando a trajetória de Cristo rumo à crucificação. Ela viu o filho ser açoitado, coroado com espinhos e carregar sua cruz até o calvário. Depois de se recompor de um desmaio, Maria teria ficado ao pé da cruz de Jesus.

14 de Setembro

Exaltação da Santa Cruz A Santa Cruz foi festejada pela primeira vez em 335, em Jerusalém. A comemoração relembra a construção das basílicas de Martyrium ou Ad Crucem, no Monte do Gólgota, e Anástasis, a “Basílica da Ressurreição”, onde Jesus morreu e ressuscitou. Elas foram construídas por Constantino para a exaltação da Cruz de Cristo. Roubada pelos persas, a cruz foi recuperada pelo imperador Heráclito, que a carregou nas costas até Jerusalém.

13 de Setembro

São João Crisóstomo Considerado um dos maiores oradores da antiguidade cristã, João Crisóstomo nasceu por volta de 349, na Antioquia. Passou anos no deserto e, mais tarde, substituiu o patriarca Netário na cátedra de Constantinopla. Deposto por Teófilo, João passou o resto da vida no exílio, morrendo em 407. Deixou o livro Sobre o Sacerdócio, sobre a espiritualidade sacerdotal, considerado sua obra-prima. O apelido Crisóstomo, que significa “boca de ouro”, foi dado pelos bizantinos três séculos depois.

12 de Setembro

Bem-aventurada Maria Vitória Fornari e Mártires Japoneses Maria Vitória nasceu em Gênova, na Itália, em 1562. Casou-se com Strata e tiveram seis filhos. Toda a família se dedicou aos cultos cristãos. Quando ficou viúva, aos 25 anos, voltou-se à religião. Fundou a Ordem das Anunciadas Celestes em 1604 e foi sua primeira superiora. Os mártires japoneses são homenageados porque foram queimados vivos em Nagasaki, no Japão. Crianças também passaram pelo castigo.

11 de Setembro

Bem-aventurado João Gabriel Perboyre e São Paciente Filho de camponeses, Gabriel nasceu na França, em 1802. Entrou para a vida religiosa em 1820, na ordem dos lazaristas de Montauban. Cinco anos depois tornou-se sacerdote e foi enviado à China. Depois de muitas prisões, foi torturado e crucificado em 1840. Paciente é do século V. Nascido em Lion, na França, numa época de muita fome, procurou trigo nas margens dos rios Rodano e Saone para alimentar a população.

10 de Setembro

São Nicolau de Tolentino e Santo Ambrósio Eduardo Barlow Nicolau, protetor dos injustiçados, da maternidade e da infância, é autor de trezentos milagres. Foi ordenado sacerdote agostiniano em 1269, em Cingoli. Desenvolveu sue apostolado em Tolentino, onde seu corpo foi encontrado intacto quarenta anos depois de sua morte. Ambrósio nasceu na Inglaterra, foi beneditino e mártir. O autor da frase “não gosto dos que olham para Deus pelo buraco da fechadura” morreu em 1641.

09 de Setembro

São Tomás de Vilanova e São Pedro Claver Tomás nasceu em Fuenllana, no ano de 1486, mas foi educado em Vilanova de los Infantes, na Espanha. Entrou para a vida religiosa em 1516 na ordem dos agostinianos. Bispo de Valência, Tomás morreu em 1555. Apóstolo dos negros e dos escravos, Pedro Claver nasceu na Catalunha, na Espanha, em 1580. Aos 22 anos entrou para a Companhia de Jesus. Missionário nas Índias Ocidentais, foi sacerdote na Colômbia e lutou pelos escravos. Morreu em 1654.

08 de Setembro

Natividade de Nossa Senhora Hoje é comemorado o nascimento de Maria, mãe de Jesus Cristo. Ela nasceu no Oriente e seu e a data é comemorada na região desde o início do cristianismo. Já em Roma, o aniversário de Maria passou a ser festejado só a partir do século VII.

07 de Setembro

Santa Regina e Santo Clodoaldo Regina foi mártir e sua passagem está escrita no Martirólogo Jeronimiano. Ela nasceu em Alísia, no território de Autum, onde hoje é a França. Sofreu torturas por determinação de Olíbrio, procônsul da região. Seu corpo foi colocado num sarcófago de pedra e sua basílica virou lugar de peregrinação. Clodoaldo, de Paris, filho de Clodomir, foi padre e confessor. Exerceu a função até o último dia da sua vida.

06 de Setembro

São Zacarias e Santo Onesíforo Zacarias foi um dos profetas que previu a chegada do Messias. Ele viveu por volta de 520 a.C., quando o templo de Jerusalém estava sendo erguido. Hebreu, pertencente à tribo de Levi, Zacarias voltou para a Terra prometida quando velho e seu túmulo está ao lado do de Ageu. Onesíforo visitou São Paulo na prisão e prestou a ele relevantes serviços, em Éfeso.

05 de Setembro

Santo Herculano e São Lourenço Justiniano Herculano teria sido um militar romano que se converteu ao cristianismo enquanto levava o bispo Alexandre ao martírio. Ele próprio acabou sendo condenado e morto. Lourenço Justiniano é venerado em Veneza, na Itália. Entrou para a vida religiosa aos 19 anos. Em 1455, foi nomeado patriarca de Veneza. Deixou escritos que, ainda hoje, são considerados bastante audaciosos.

04 de Setembro

Santa Rosália e Moisés Rosália teria aparecido para uma mulher doente e indicado o lugar onde estavam seus restos mortais, no Monte Pellegrino. Na mesma gruta foram encontrados os dizeres: “Eu, Rosália Sinibaldi, filha das rosas do Senhor, pelo amor de meu Senhor Jesus Cristo decidi morar nesta gruta de Quisquina”. A ossada foi considerada autêntica em 1625. O profeta Moisés é lembrado por ter guiado o povo hebreu no deserto, depois da escravidão no Egito.

03 de Setembro

São Gregório Magno Gregório Magno, conhecido como “O Último Romano”, viveu em uma família nobre. Ele era o jovem prefeito de Roma quando seu pai Jordão morreu. Admirador de São Bento e Santo Agostinho, vendeu bens para construir mosteiros. Como papa, eleito em 590, organizou a defesa de Roma, incentivou a administração dos bens públicos. Promoveu o canto gregoriano e difundiu os ensinamentos de Santo Agostinho na Inglaterra. A data de sua morte não é precisa.

02 de Setembro

Mártires de Setembro A morte de Severino Jorge Giraud, na França, foi a primeira do massacre de 3 bispos, 184 padres e 4 leigos. Eles são os mártires de setembro.

01 de Setembro

Santo Egídio e Santa Beatriz da Silva Egídio nasceu na França e viveu num bosque, alimentado por uma corça. Durante uma caçada, o rei teria ferido o animal e o eremita. Arrependido, o monarca doou a Egídio todo o território do bosque onde, mais tarde, foi fundada uma comunidade religiosa. Beatriz nasceu em Ceuta, na África, por volta de 1426. Viveu em Portugal, na corte, mas retirou-se para um mosteiro em Toledo. Lá, passou cerca de 30 anos e fundou, em 1484, a Imaculada Conceição de Nossa Senhora.

31 de Agosto

Transfiguração do Senhor A transfiguração foi relatada pelos evangelistas Mateus, Marcos e Lucas. Jesus teria levado os apóstolos Pedro, João e Tiago para o alto do monte Tabor, na Galiléia. Seu rosto ficou iluminado e suas roupas resplandeceram. O ato serviria para provar aos presentes que ele era mesmo filho de Deus. A celebração litúrgica remonta ao século V, no Oriente. Mas foi o papa Calisto III que fixou uma data para a comemoração.

30 de Agosto

Santos Félix, Santo Adauto e Santa Teresa de Jesus Jornet Y Ibars Felix e Adauto foram perseguidos pelo imperador Diocleciano, na época das conquistas romanas, por volta de 304. Eles teriam sido martirizados e seus túmulos encontrados em 1720. Quando Félix estava sendo levado ao martírio, um homem se declarou cristão. Ele foi chamado de adactus, adjunto. O nome virou Adauto. Teresa viveu no fim do século XIX. Ela fundou uma congregação para cuidar de idosos e abandonados. Em 1984, Teresa foi proclamada “padroeira dos anciãos do Brasil”.

29 de Agosto

Martírio de João Batista O martírio de João Batista é celebrado desde antes do século V, na França, e do século VI, na Itália. João Batista foi precursor de Jesus e pregou a vinda do Messias. As comemorações estavam ligadas à igreja de Sebaste, na Samaria, no suposto túmulo dele. Segundo alguns escritos, durante o império de Tibério, por volta do ano 30 a.C., Batista teria pregado ao povo a vinda do Salvador. Por isso, foi decapitado pelos fariseus.

28 de Agosto

Santo Agostinho Natural de Tagaste, na Tunísia, Agostinho nasceu no ano de 354. Ele foi convertido por Santo Ambrósio, aos 32 anos, em Milão. Foi padre e bispo de Hipona, na Argélia. Grande filósofo, deixou as obras Confissões e as Retratações, a Cidade de Deus e o tratado da Trindade, entre outras. Considerado o pai do existencialismo cristão, Agostinho morreu 28 de agosto de 430, na cidade de Hippo Regius, perto da Argélia. Os agostinianos são hoje cerca de 20 mil.

27 de Agosto

Santa Mônica Mônica nasceu em Tagaste, na Tunísia, por volta do ano 331. Ela foi mãe do filósofo Santo Agostinho. Segundo a Igreja, ela teria influenciado o filho a seguir a religião católica, o que aconteceu depois que ele ouviu os sermões do bispo Santo Ambrósio. Mônica foi imortalizada nas Confissões, obra de Santo Agostinho.

26 de Agosto

Santa Isabel Bichier des Ages Isabel viveu durante a Revolução Francesa, entre os séculos XVIII e XIX. Sua maior obra foi a fundação das Filhas da Cruz, que teve o objetivo passar os conceitos cristão nas zonas rurais.

25 de Agosto

São Luís IX e São José Calazans Luís nasceu em 1214 e foi coroado rei da França aos doze anos. Filho de Branca de Castela, recebeu educação cristã. Construiu hospitais e asilos. Como soldado, participou das Cruzadas e foi prisioneiro dos egípcios. Morreu, vítima da peste, em 1270. José Calazans nasceu em Aragão, na Espanha, em 1557. Aos 28 anos, depois de ser ordenado sacerdote, foi para Roma se dedicar à educação de crianças. Morreu aos 90 anos, em 1648.

24 de Agosto

São Bartolomeu Bartolomeu fez parte dos doze apóstolos que acompanharam Jesus durante sua vida pública. Foi testemunha da paixão, ressurreição e ascensão de Cristo. Bartolomeu era da Galiléia e fez pregações na Índia e na Armênia. Alguns escritos mostram que ele teria morrido decapitado depois de converter o rei Polímio.

23 de Agosto

Santa Rosa de Lima Isabel Flores y Oliva tinha o apelido de Rosa por causa de sua beleza e bochechas rosadas. Nasceu em 1586, em Lima, no Peru, e é considerada a primeira santa do Novo Mundo. Filha de espanhóis, Rosa trabalhou desde cedo: ajudava no campo e costurava. Entrou para a Ordem Terceira de São Francisco aos 20 anos e teve licença para fazer os votos religiosos em casa. Assim, fez uma cela no fundo de casa dos pais para viver enclausurada. A padroeira da América Latina morreu em 1717, aos 31 anos.

22 de Agosto

Nossa Senhora Rainha A festa de Nossa Senhora Rainha foi instituída pelo papa Pio XII, em 1955, substituindo a comemoração do Imaculado Coração de Maria. O objetivo era aproximar a realeza da Virgem à festa da Assunção. Maria é tratada como rainha porque foi mãe de Jesus Cristo, o rei.

21 de Agosto

São Pio X José Melquior Sarto nasceu em 1835. Ele foi motivado a prosseguir os estudos no seminário quando seu pai morreu. Foi ordenado sacerdote aos 23 anos. Antes de ser eleito papa, em 1903, foi capelão em Tômolo, pároco em Salzano, cônego e diretor espiritual em Treviso e bispo de Mântua. Sucedeu o papa Leão XIII, ocupando o cargo até a sua morte, em 1914. Promoveu a renovação litúrgica, codificou o direito canônico e conservou a simplicidade da vida.

20 de Agosto

São Bernardo Bernardo nasceu no Castelo de Fontaine, na França, em 1090. Sua vontade de ser monge de Cister influenciou seus cinco irmãos. Bernardo, seguido por doze religiosos, foi encarregado de fundar novos mosteiros cistercicienses. O grupo se estabeleceu em Claraval e seguiu regras beneditinas: oração, trabalho e obediência. Bernardo pregava o amor e em seus retiros escreveu obras otimistas, como Tratado do amor com Deus e o Comentário ao cântico dos cânticos. Morreu em 1153.

19 de Agosto

São João Eudes João Eudes nasceu na França, em 1601. Dedicou sua vida à pregação entre o povo. Ordenado sacerdote pela Congregação do Oratório, prestou assistência a doentes da peste e acabou contraindo o mal. Já recuperado, fundou a Congregação de Jesus Maria, cujo objetivo era preparar candidatos ao sacerdócio. João Eudes realizou cento e dez missões, e é considerado pai, doutor e apóstolo da dulcíssima devoção dos Sacratíssimos Corações de Jesus e Maria. Morreu em 1680, aos setenta e nove anos.

18 de Agosto

Santa Helena Helena nasceu na Bitínia, no final do século III. Plebéia, casou-se com o patrício Constâncio Cloro, e não pôde receber o título de Augusta quando o marido se tornou imperador. Seu filho Constantino foi quem iniciou a reconstrução no Império Romano, a paz com o cristianismo. Ele também deu à mãe a sonhada honraria de Augusta. No Monte das Oliveiras, no Oriente Médio, Helena encontrou a cruz de Cristo, por volta de 326. Morreu em 328 e Constantino levou seus restos mortais para Roma.

17 de Agosto

São Jacinto Considerado o apóstolo da Polônia, Jacinto nasceu entre as cidades de Breslau e Cracóvia. Entrou para a Ordem Dominicana por volta de 1218, em Roma, e levou o cristianismo para regiões da Rússia, Bálcãs, Prússia e Lituânia. Na Polônia, Jacinto fundou conventos e criou a Ordem Dominicana Polonesa em 1228. Morreu em 1257.

16 de Agosto

São Roque e Santo Estevão Roque nasceu no século XIV, ficou órfão aos 20 anos e viveu o flagelo da peste. Contraiu a doença quando ajudava vítimas em Placência. Sobreviveu graças a um cachorro que roubava pão para alimentá-lo. Depois de curado, Roque foi confundido com um espião e acabou morrendo na prisão em Angera. Estevão nasceu na Hungria, no final do primeiro milênio. A ele é atribuída a organização do reino húngaro na época das invasões. Unificou tribos dispersas e implantou o cristianismo na região.

15 de Agosto

Assunção de Nossa Senhora Segundo a Igreja católica, Maria foi a única pessoa que obteve a ressurreição do corpo, sem ter precisado esperar o fim dos tempos. A Assunção de Nossa Senhora marca a passagem da mãe de Jesus para a outra vida, o fim de sua presença na Terra. O papa Sérgio I, que ocupou o posto de 687 a 701, foi quem introduziu a comemoração no calendário cristão. Em 1950, o papa Pio XII proclamou o dogma da elevação de Nossa Senhora. A Assunção é vista como a plenitude da vida cristã depois da morte.

14 de Agosto

Santo Estanislau Kostka e São Maximiliano Maria Kolbe Estanislau nasceu em 1550 e, aos treze anos, foi para Viena terminar os estudos na escola jesuíta. Ele e o irmão mais velho, Paulo, viveram pensões estudantis. Estanislau dedicava seu tempo livre aos estudos e era ouvido por anjos. Morreu aos 18 anos, em 1568. Maximiliano Maria Kolbe foi um franciscano polonês, fundador de jornais e revistas. Como preso político, ofereceu-se para morrer de fome no lugar de um companheiro, em 1941.

13 de Agosto

São Benildo, São Ponciano e São Hipólito Benildo nasceu em 13 de agosto de 1862, em Alverne. Lecionou na Congregação dos Irmãos das Escolas Cristãs, onde entrou com apenas 16 anos. Sua maior crença era a de que a vida eterna começava na Terra. Hipólito viveu entre os séculos I e III. Ele escreveu a Oração Eucarística e a Tradição apostólica. Hipólito foi desterrado com o papa Ponciano para a ilha de Sardenha.

12 de Agosto

Santa Beatriz, Santo Equício e Santo Euplo Beatriz nasceu em 1424 e teve educação cristã, com influência francisca. Trocou a corte portuguesa pelo convento de São Domingos de Silos depois de ficar trancada por ordem da rainha. Uma de suas visões, a fundação do primeiro mosteiro da Ordem da Imaculada Conceição, foi realizada. Equício, o monge “bom de foice”, viveu na Itália, no século VI, e é lembrado por desmascarar falsários. Euplo nasceu na Sicília. Em 304, ele foi martirizado por se recusar a queimar livros cristãos sagrados.

11 de Agosto

Santa Clara Santa Clara nasceu em 1193, em Assis. Contra a vontade da família, ela fez votos de pobreza e trocou a vida burguesa por um grosseiro hábito de lã crua. São Francisco levou-a ao mosteiro de São Damião onde, mais tarde, com suas duas irmãs, ela fundaria o grupo das Clarissas. Quando Francisco morreu, em 1226, Clara viu imagens do funeral projetadas na parede. Por isso ela recebeu o título de padroeira da televisão. Clara morreu em 1253.

10 de Agosto

São Lourenço São Lourenço é um dos sete diáconos da Igreja. Isso significa que ele, na ausência do papa, era o responsável pela Igreja. Na perseguição aos cristãos durante o governo de Valeriano, o papa foi preso e deixou Lourenço encarregado da instituição. Capturado, Lourenço foi queimado vivo. Dizem que, durante o martírio, no ano de 258, ele teria dito a frase: “virem-me, que já estou bem assado deste lado”.

09 de Agosto

São João de Alverne, São Romano e São Numídio João Alverne nasceu em Fermo, na Itália, no ano de 1529. Depois de ficar anos na solidão, viveu com os cônegos regulares e, em seguida, com os frades franciscanos menores. Ele teria visto o rosto de Cristo quando sentia-se desconsolado e aflito. Romano viveu no século III. Como soldado, foi convertido e batizado por São Lourenço. Na mesma época, em Cartago, na África, viveu Numídio. Ele tornou-se padre depois que sua filha conseguiu salvá-lo do martírio em uma fogueira.

08 de Agosto

São Domingos Contemporâneo de Francisco de Assis, Domingos nasceu na região de Castela Velha, em 1170. Ele fundou a ordem dos Dominicanos, que exalta a pobreza e o estudo como dever dos pregadores. Sua vida mudou de rumo quando fez contato com hereges de Languedoc. O grupo de missionários teria sido recebido com a frase: ‘Eis, a cavalo, os ministros de um Deus que anda a pé”. Foi assim que fundou a ordem de frades pobres, exemplos de abnegação. Domingos morreu em 1221.

07 de Agosto

São Caetano de Tiene Caetano de Thiene nasceu na Itália, no ano de 1480. Ele foi contemporâneo de Lutero, protagonista da Reforma Protestante. Ordenado sacerdote em Roma, passou a integrar o grupo dos Oratorianos do Amor Divino. Em 1524, fundou a Ordem dos Teatinos Regulares juntamente com João Pedro Carafa, que se tornaria o papa Paulo IV. A instituição pretendia renovar o clero, que na época havia deixado as questões espirituais um pouco de lado. São Caetano morreu em 1547, em Nápoles.

06 de Agosto
05 de Agosto

Santa Afra e suas companheiras Afra foi uma prostituta que se converteu ao cristianismo. Um dia ela hospedou em casa o bispo Narciso e o diácono Félix. Quando descobriu quem eram os hóspedes, pediu que o bispo a batizasse junto com as companheiras Digna, Eunômia e Eutrópia. Elas foram perseguidas e queimadas vivas por não abandonarem a fé cristã.

04 de Agosto

São João Maria Vianney Em 1786, na cidade francesa de Dardilly, nasceu João Maria Vianney. Conhecido também como Cura D´Ars, ele foi um camponês rude que precisou se esconder depois de ter desertado do exército de Napoleão Bonaparte. Ele foi proibido de confessar, porque era considerado incapaz de guiar os fiéis. Passou um ano aprendendo com um abade e foi para Ars. Converteu muitos fiéis e hoje é conhecido como um dos mais famosos confessores da Igreja. O patrono dos párocos morreu em 1859.

03 de Agosto

Santa Lídia e São Beno Lídia foi uma comerciante de Filipos, região da antiga Macedônia. Depois de ouvir a leitura das escrituras, ela abrigou os apóstolos Paulo, Silas, Timóteo e Lucas em sua casa. Decidiu ser batizada e convenceu sua família a fazer o mesmo. A casa de Lídia é considerada a primeira igreja cristã da Europa. Mais tarde, ela se dedicaria apenas a orações junto com outras mulheres. Beno viveu no século X e foi bispo de Metz. Ele sofreu perseguição e tortura, chegando a perder os olhos.

02 de Agosto

Santo Eusébio de Vercelli e Santo Estevão I Nascido em Sardenha, no início do século IV, Eusébio adotou este nome depois de se converter ao cristianismo e ser aceito pelo papa Eusébio. Foi bispo e criou a catedral de Vercelli, em 345. Eusébio traduziu para o latim os Comentários sobre os salmos, de Eusébio de Cesaréia, e traduziu também a vida do monge Antão. Morreu por volta de 371. Santo Estevão I foi papa no século III. Defensor da doutrina do batismo, Estevão está enterrado no cemitério de São Calixto, em Roma.

01 de Agosto

Santo Afonso Maria de Ligório Afonso Maria nasceu num povoado perto de Nápoles, na Itália, em setembro de 1696. Ele se formou em direito aos 19 anos e só aos 30 começou a exercer o sacerdócio. Afonso foi o fundador da Congregação do Santíssimo Redentor e se dedicou à evangelização de mendigos e necessitados. Foi bispo de Águeda dos Godos e deixou muitas obras escritas, entre elas A prática do amor a Jesus Cristo e a Teologia Moral. Morreu no dia primeiro de agosto de 1787.

31 de Julho

Santo Inácio de Loyola Nascido em Azpzitia, na Espanha, em 1492, Inácio de Loyola seguiu a carreira militar. Como cavaleiro foi ferido em uma batalha. Durante o período de recuperação, estudou as Sagradas Escrituras e desistiu do exército. Depois de fazer algumas peregrinações, decidiu terminar os estudos religiosos. Começou a vida cultura em Barcelona, em seguida viajou para Alcalá e para Paris. Recebeu o título de filósofo e fundou a Companhia de Jesus. Morreu em Roma, na Itália, em 1556.

30 de Julho

São Pedro Crisólogo Pedro nasceu em Ímola, em 380. ele recebeu o apelido de Crisólogo, que significa “palavra de ouro”, por causa dos seus sermões. Foi arcebispo de Ravena, na Itália e recebeu o título de “Doutor da Igreja” do papa Bento XII em 1729. Teve personalidade autoritária e tomou parte no Concílio de Calcedônia. Morreu na mesma cidade onde nasceu, no ano de 451.

29 de Julho

Santa Marta Marta é considerada modelo de cristã. Ela abrigou Jesus em sua casa e, juntamente com seus irmãos Lázaro e Maria, cuidou para que Cristo recebesse todos os cuidados. Foi a pedido dela que Jesus ressuscitou Lázaro. Cultuada desde a época das Cruzadas, Marta teria morrido na França.

28 de Julho

São Vitor e Santo Inocêncio Vítor era africano e foi eleito papa no ano de 401. No controle da Igreja por cerca de dezesseis anos, viveu um período conturbado na história do catolicismo: as disputas entre os impérios do Ocidente e do Godo de Alarico. Instituiu normas e doutrinas referentes à liturgia, ao batismo e ao adultério, entre outras. Morreu em Roma, no ano de 417. Santo Inocêncio presenciou a destruição de Roma pelos bárbaros de Alarico, em 410. Uma de suas missões foi ajudar na reconstrução da cidade.

27 de Julho

São Celestino O pontificado de Celestino I durou aproximadamente dez anos e foi marcado por reformas no corpo eclesiástico. Ele constituiu as normas Decretais, que asseguravam ao papa o direito de receber os apelos de qualquer cristão. Escreveu cartas a Santo Agostinho identificando-o com os mestres da Igreja. Morreu em 432 e foi sepultado no cemitério de Priscila. Em 817, suas relíquias foram enviadas a basílica de Praxedes e para Mântua.

26 de Julho

São Joaquim e Santa Ana Joaquim e Ana eram pais da virgem Maria e avós de Jesus. A vida deles cercada de misticismo. O que se sabe é que eles queriam ter um filho, e só muito tempo depois é que nasceu a menina Maria. O culto ao casal é bastante antigo entre os gregos. No Ocidente, a devoção a Santa Ana data do século VI.

25 de Julho

São Tiago e São Cristóvão Tiago, ou Jacó, filho de Zebedeu e Salomé, era irmão de São João. De temperamento impetuoso, recebeu de Cristo o apelido de “filho do trovão”. Foi o primeiro apóstolo a morrer martirizado e é símbolo da doação. Ele teria sido o primeiro evangelizador da Espanha. Segundo relatos, suas relíquias teriam sido encontradas em Compostela. São Cristóvão se converteu ao cristianismo quando jovem e passou a levar a palavra de Deus aos povos pagãos. Morreu com um golpe de espada, depois de sofrer diversos suplícios impostos pelo rei Dagno, de Lícia. Durante um deles, o monarca teve seu olho atingido por uma flecha. Antes de morrer, Cristóvão recomendou a Dagno que usasse seu sangue para curar a ferida. O milagre operado levou o rei a se converter.

Oração de São Cristóvão
Dai-me, Senhor, firmeza e vigilância no volante para que eu chegue ao meu destino sem acidentes. Protegei os que viajam, a todos, e a dirigir com prudência. E que eu descubra vossa presença na natureza, nas criaturas, e em tudo aquilo que me rodeia. São Cristóvão, protegei-me e ajuda-me nas minhas idas e vindas, a saber viver com alegria agora e sempre. Amém.

24 de Julho

Santa Cristina, São Boris e São Gleb Cristina era filha de um nobre. Ela teria sido trancada em uma torre, aos 11 anos, em companhia de servas e estátuas do império. Negou-se a abandonar o cristianismo e foi submetida aos maus tratos do pai. Chegou a ser jogada em um rio, com uma pedra amarrada no pescoço, mas foi salva por três anjos. Boris e Gleb eram russos, filhos de São Vladimir, grão-duque de Kiev. Batizados como Romano e Davi, foram perseguidos e mortos.

23 de Julho

Santa Brígida Nascida na Suécia, em 1303, Brígida tem em comum com Santa Catarina de Sena a personalidade carismática e mística. Ela foi casada com o nobre Ulf Gudmarsson e teve oito filhos. O marido decidiu ficar em um mosteiro próximo a Compostela, onde estava um de seus filhos. Brígida também abraçou a ordem monástica e fundou um mosteiro em Vadstena, em que conviviam homens e mulheres. A ordem foi aprovada pelo papa Urbano V e passou a ser dirigida por Catarina, filha de Brígida.

22 de Julho

Santa Maria Madalena Maria Madalena foi uma das mulheres que estiveram com Jesus quando ele foi crucificado e quando ressussitou. Ela foi a primeira a ver que Cristo não estava mais no sepulcro. Segundo a tradição grega, Maria Madalena teria ido viver em Éfeso, onde também moravam o apóstolo João e Maria, mãe de Cristo, e lá morreu.

21 de Julho

São Lourenço de Brindes Lourenço nasceu em Brindes, em 1559. Seu nome verdadeiro era Julio César Russo e, ainda menino, tinha o dom de decorar muitas páginas de livros. O menino foi entregue aos cuidados do tio depois que a mãe viúva chegou em Veneza. Ele aprendeu hebraico, grego e entrou para a Ordem dos Capuchinos em Verona. Defendeu a ortodoxia romana contra o movimento protestante. Morreu em Portugal no ano de 1619. O papa João XXIII deu-lhe o título de doutor da Igreja.

20 de Julho

Elias e Eliseu Elias e Eliseu foram importantes para a sedimentação do cristianismo como uma religião monoteísta. O profeta Elias anunciou uma seca que atingiria a região de Israel por três anos. Ele mostrou a inutilidade dos ídolos pagãos e fez a água jorrar. Foi perseguido e fugiu para o deserto. O discípulo Eliseu, que nasceu por volta do ano 850 a.C., pediu que herdasse a porção dobrada do espírito de Elias. Continuou o trabalho do profeta e morreu em 790 a.C. Foi sepultado perto de Samaria.

19 de Julho

Santo Arsênio, Santo Epafras e Santa Aura Arsênio teria nascido em Roma, no ano de 354, filho de um senador. Foi ordenado diácono pelo papa Damaso e lecionou religião para os filhos do imperador Teodósio. Buscando o retiro espiritual, partiu para o deserto do Egito. Morreu entre 434 e 450, perto de Mênfis. Eprafas foi conhecido na cidade de Colossos, no tempo de São Paulo. Foi perseguido e preso. Aura foi uma muçulmana do século IX. Ela se converteu ao cristianismo e passou 30 anos num mosteiro. Foi morta em 856.

18 de Julho

São Francisco Solano e São Bruno Francisco é do ano de 1549, da Andaluzia. Ao 20 anos entrou para a ordem dos franciscanos. Como missionário em Lima, no Peru, catequizou os índios e aprendeu rapidamente o idioma nativo. Andou pelo Paraguai e Argentina. A ele é atribuído o milagre de livrar uma região da praga dos gafanhotos e curar doentes depois de ter encontrado água no deserto. Morreu em 1631, aos 64 anos. Bruno viveu entre os séculos XI e XII. Foi bispo e abade de Montecassino e dedicou-se ao estudo das escrituras.

17 de Julho

Santa Marcelina, Bem-aventurado Inácio de Azevedo e companheiros Marcelina era irmã de Santo Ambrósio, bispo e doutor da Igreja. Ela recebeu o véu de monja do papa Libério. Passou a ser venerada em Milão, na Itália, logo depois de sua morte, em 397. Inácio nasceu em uma família tradicional, no ano de 1527, em Portugal. Aos 18 anos, depois de um retiro espiritual em Coimbra, decidiu seguir a vida religiosa. Foi morto por corsários franceses, junto com 40 companheiros, quando viajava para a América, destacado para evangelizar os índios brasileiros.

16 de Julho

Nossa Senhora do Carmo No ano 93, monges construíram uma capela para a Virgem Maria no Monte Carmelo. No século XIII, os sarracenos invadiram a região e obrigaram os religiosos a abandonar o local. O frade carmelita Simão Stock orou para que Nossa Senhora afastasse os perseguidores. Ele teria visto Nossa Senhora do Carmo segurando o escapulário da ordem e prometendo proteção.

15 de Julho

São Boaventura Homem de bom senso, Boaventura nasceu em Bagnoregio, no ano de 1218. Entrou para a ordem dos franciscanos e foi discípulo de Alexandre Hales e São Tomás, em Paris. Lecionou teologia e foi eleito Ministro Geral dos Frades Menores com 36 anos. Quando tornou-se cardeal, recebeu do papa a missão de preparar o segundo Concílio de Lyon para 7 de maio de 1274. Boaventura morreu em julho do mesmo ano e deixou 11 volumes de síntese teológica baseada em Santo Agostinho e Platão.

14 de Julho

São Camilo de Léllis Camilo sofreu toda a vida por causa de um tumor no pé. Ele nasceu em Nápoles, em 1550, e era viciado em jogos. Depois de perder tudo o que tinha em uma partida, passou a tomar conta dos cavalos em um mosteiro de capuchinos. Tentou entrar para a ordem dos franciscanos mas foi rejeitado em virtude da doença. Juntamente com outros companheiros, fundou a Congregação dos Ministros para ajudar os enfermos. Dois anos depois tornou-se sacerdote. Morreu em Roma, no ano de 1614.

13 de Julho

Santo Henrique Filho do duque da Baviera, Henrique nasceu entre nobre mas conviveu com os irmãos que haviam trocado a riqueza pela fé. Conhecido como o “homem da paz”, foi um dos fundadores do Império Germânico. Ele faz parte da tríade dos reis santos medievais, juntamente com São Luís, rei da França, e São Fernando, de Castela. Promoveu a reforma da monarquia, do clero e dos mosteiros. Morreu em 1024 e foi sepultado em Bamberga. Henrique foi canonizado pelo papa Eugênio III em 1146.

12 de Julho

São João Gualberto João Gualberto nasceu na cidade de São Miniato. Ele entrou para um mosteiro beneditino depois que se convenceu de que deveria perdoar o assassino do seu irmão. Por causa de um desentendimento, refugiou-se no monte Vallombrosa e construiu seu próprio mosteiro. Lá se formaram os primeiro monges beneditinos que pregavam contra os falsos pastores, os abusos e a ganância. Morreu em 1703.

11 de Julho

São Bento Bento nasceu em 484. ainda jovem, foi mandado a Roma para estudar retórica e Filosofia. Decidiu viver como eremita, primeiro nas montanhas fora da cidade e depois numa gruta perto de Subiaco. Durante trinta anos organizou pequenas comunidades monásticas. Sobreviveu a uma tentativa de envenenamento. Fundou o famoso mosteiro no Monte do Cassino e escreveu sua regra monástica. São Bento morreu no ano de 547. Em 1964, foi declarado Padroeiro da Europa.

10 de Julho

Bem-aventurados Pacífico e Kitien-Siang Pacífico nasceu na Itália, no século XII. Trovador, conhecido como “rei dos versos” e “príncipe dos poetas”, foi convertido aos 50 anos por São Francisco de Assis. Divulgou o Cântico das Criaturas, obra de São Francisco de Assis. Morreu em 1230. Marco Kitien-Siang foi vítima da guerra do ópio, na China, e ficou longe dos sacramentos por trinta anos. Foi perseguido e executado pelos boxers em 1900. Na hora da morte, disse a um de seus netos: “vamos voltar agora à casa do Pai”.

09 de Julho

Santa Verônica Giuliani Verônica nasceu em 1660, em Mercatello, na Itália. Ingressou na vida religiosa aos 17 anos quando entrou para o Convento das Irmãs Clarissas. Teve experiências místicas e, numa delas, sentiu seu coração ser atravessado por uma lança incandescente enquanto orava. Viveu cerca de 30 anos em reclusão e formou um diário de 44 volumes. Verônica morreu em 1727 e os médicos constataram que o coração da santa tinha cicatrizes.

08 de Julho

Santo Áquila e Santa Priscila Áquila e Priscila eram casados. Originários do Ponto, se estabeleceram em Corinto quando o imperador romano, Cláudio, expulsou os hebreus de Roma, por volta do ano 41. Na nova cidades, o casal trabalhou na fabricação de tendas e ajudou São Paulo a escapar da perseguição. Além de o terem escondido, acompanharam-no até Éfeso para que Paulo propagasse o Evangelho.

07 de Julho

Bem-aventurado Bento XI Nicolau Bocassini nasceu em Treviso, no ano de 1240. Sua mãe foi lavadeira em um convento de dominicanos. Ingressou na vida religiosa aos 17 anos. Depois de ocupar os cargos de Superior Provincial e Superior Geral da Ordem, Nicolau conseguiu a trégua entre os reis da Inglaterra e da França, conquistando o chapéu cardinalício. Foi eleito papa em 1303 com o nome de Bento XI. Morreu no ano seguinte.

06 de Julho

Santa Maria Goretti e Profeta Isaías Maria Goretti nasceu em Corinaldo, em 1890. Órfã de pai, ela cuidava dos irmãos menores enquanto a mãe trabalhava. Marieta, como era chamada, tinha doze anos quando foi assassinada a punhaladas depois de uma tentativa de estupro. Seu assassino saiu da prisão em 1929 e se reconciliou com a mãe da menina. Maria Goretti foi canonizada em 1950. O profeta Isaías foi um homem prático e levou ao povo mensagens de justiça e verdade. Seus livros têm muita poesia e espiritualidade.

05 de Julho

Santo Antônio Maria Zacarias Zacarias nasceu em uma família rica de Cremona, em 1502. Estudou Filosofia e Medicina. Cuidou de necessitados e abandonou a Medicina para exercer o sacerdócio. Fundou a Congregação dos Clérigos Regulares de São Paulo. Também promoveu a devoção eucarística com a instituição de quarenta horas de oração. Morreu em 1539 aos 37 anos. Foi canonizado em 1890.

04 de Julho

Santa Isabel de Portugal Isabel nasceu em 1271 e casou-se aos doze anos com o rei Dinis de Portugal. Aos vinte anos decidiu se dedicar a caridade e fundou um hospital, um orfanato e um abrigo para mulheres maltratadas. Quando rei morreu, Isabel ingressou na ordem franciscana. Seu filho Afonso IV, coroado rei, entrou em guerra com Afonso IX de Castela. Isabel interferiu pela paz. Morreu anos mais tarde e foi enterrada no Convento de Santa Clara. Ela costuma ser invocada contra a guerra.

03 de Julho

São Tomé Tomé era israelita e foi um dos apóstolos de Jesus. Ele é tido como frágil e inseguro. É dele a pergunta cheia de incerteza feita para Cristo: “senhor, não sabemos para onde vais, como podemos conhecer o caminho?”. Outra passagem importante é depois da Ressurreição. Ele tocou nas chagas de Cristo e disse: “meu senhor e meu Deus”. O santo é célebre pela expressão ver para crer.

02 de Julho

São Bernadino Realino e São João Southworth Tido como modelo de educador, Bernardo Realino nasceu em 1530, na cidade de Capri. Estudou Filosofia, Medicina, Direito civil e eclesiástico. Foi prefeito de duas cidades italianas e auditor em Nápoles. Abandonou a carreira pública para ingressar na Companhia de Jesus. Eleito protetor de Lecce, morreu em 1616. João Southworth viveu na Inglaterra entre os séculos XVI e XVII. Foi um homem muito dinâmico e viveu em muitos países. Acabou sendo martirizado no tempo da perseguição aos cristãos.

01 de Julho

Aarão Aarão viveu no monte Hor, na Ásia Menor. Ele foi irmão de Moisés, muitas vezes citado na Bíblia e na liturgia. Como sacerdote proclamado pela ordem de Melquisedeque, pregou a vida solidária entre os irmãos.

30 de Junho

Primeiros Mártires de Roma Os primeiros mártires da Igreja representam todas as pessoas perseguidas na época do governo de Nero. Depois do incêndio de Roma, em julho do ano 64, elas foram crucificadas e perderam suas referências bibliográficas. Elas foram citadas na carta do papa Clemente I, que viveu no século I, início da era cristã.

29 de Junho

São Pedro e São Paulo A celebração dos dois santos é mais antiga do que a festa natalina. O nome verdadeiro de Pedro era Simão, mas Cristo chamou-o de pedra para falar sobre a base fundamental da Igreja. Segundo a Igreja, Pedro foi um dos primeiros a testemunhar a Ressurreição de Jesus. Paulo é conhecido como o “Apóstolo dos gentios”. Depois de se converter, ele atravessou o Mediterrâneo como missionário do cristianismo. Foi martirizado em Roma por volta do ano 67.

28 de Junho

Santo Irineu O nome Irineu vem de pacífico. O santo nasceu em Esmirna por volta do ano 130 e foi educado por São Policarpo, discípulo de São João. É considerado o primeiro teólogo do cristianismo e o último homem da “geração apostólica”. Pertencente a uma colônia grega radicada na Gália, exerceu a meditação e evangelizou o povo celta. Morreu no ano 200 e é venerado como mártir.

27 de Junho

São Cirilo de Alexandria Cirilo nasceu em 370, no Egito, e conduziu a Igreja no país. Presidiu o Concílio de Éfeso, em 431, que definiu a maternidade santa de Maria. Com o célebre Sermão em louvor à Mãe de Deus, deu início ao florescimento dos hinos em honra à Virgem Maria. Morreu em 444 e é cultuado como “Doutor da Igreja”.

26 de Junho

São João, São Paulo, São Antelmo e São Sálvio Os irmãos São João e São Paulo viveram no século IV. Pertencente a uma família muito rica, recolheram-se em uma propriedade em Roma para se dedicarem à oração. Foram degolados em 362 durante a perseguição aos cristão no império de Juliano, o “Apóstata”. Antelmo viveu entre 1107 e 1178 na fronteira entre a França e a Itália. Foi monge e bispo de Belley. Sálvio é cultuado na França. Ele foi morto em 730 junto de um companheiro que também se negou a abdicar a fé cristã.

25 de Junho

São Próspero da Aquitânia e São Máximo Próspero de Aquitânia, nasceu no século IV, na França. Como discípulo de Santo Agostinho foi filósofo e poeta. Deixou as obras Carmen de Ingratis, de 426, e Enarrationes, de 435. Morreu por volta de 455 deixando também dissertou sobre o pensamento de Santo Agostinho. Máximo nasceu em Turim, na Itália. Pastor da Igreja e psicólogo, deixou sermões de espiritualidade simples e transparente.

24 de Junho

São João Batista Filho de Zacarias e Isabel, João Batista antecedeu Cristo. Por isso, segundo os católicos, seu nascimento é uma espécie de Natal antecipado. O nome Batista vem de batizador. Como profeta, ele teve a missão de combater a hipocrisia e preparar a chegada de Jesus com pregações. João Batista é celebrado desde o século IV com cantos folclóricos e fogueiras durante as Festas Juninas.

23 de Junho

São José Cafasso Nascido em 1811 em Castelnuovo d’Asti, na Itália, José Cafasso dedicava muitas horas do seu dia à meditação. Ele foi ordenado padre aos 22 anos e se tornou conhecido pela sua paciência. São José Cafasso trabalhou em prisões por muito tempo e morreu aos 49 anos. Canonizado em 1947, foi declarado patrono dos encarcerados e dos condenados à morte.

22 de Junho

São Tomas More e São João Fischer Tomas nasceu em 1477, em Londres. Foi chanceler da Inglaterra em 1529 e escreveu a obra Utopia. Ele foi preso na torre de Londres ter contestado o segundo casamento do rei Henrique VIII, que havia se proclamado chefe da Igreja Anglicana. Deixou também O diálogo do conforto contra as tribulações, antes de ser decapitado em 1535. João Fisher foi bispo e também se opôs a nova ordem do rei inglês. Foi morto dias depois de Tomas More e canonizado na mesma data: 1935 por Pio XI.

21 de Junho

São Luís Gonzaga Luís Gonzaga, filho do marquês de Castiglione, nasceu em 1568 e é conhecido como o patrono da juventude. O pai queria que o menino seguisse a carreira militar. Luís Gonzaga manifestou desejo de entrar para a vida religiosa aos 12 anos, depois da primeira comunhão. Mais tarde ingressou na Companhia de Jesus e dedicou-se aos doentes. Morreu aos 23 anos, em 1591, e seu corpo está na igreja de Santo Inácio, em Roma.

20 de Junho

Rafael Palácios e Santo Adalberto Rafael Palacios nasceu na capital de El Salvador no ano de 1938. Sua grande obra foi a formação das Comunidades Eclesiais de Base. Foi morto na rua em junho de 1979, aos 41 anos. Santo Adalberto fazia a evangelização na atual Polônia. Seguindo a linha beneditina, foi bispo e confessor do povo eslavo.

19 de Junho

São Romualdo São Romualdo nasceu em Toscana, na Itália, no fim do século X. Foi monge da abadia de Ravena e pregou a vida de eremita. Passou 10 anos na Espanha e, ao pressentir o fim da vida, despediu-se dos monges e enclausurou-se. Morreu em 1027 e teve como biógrafo São Pedro Damião.

18 de Junho

Santa Juliana de Falconieri e São Gregório Barbarigo Juliana nasceu em 1270. Entrou para a Ordem Terceira da Congregação dos Servitas e tornou-se sua superiora. Ela foi acometida por uma doença no estômago que a impedia de se alimentar. Antes de morrer, Juliana pediu que colocassem uma hóstia sobre seu peito. O objeto desapareceu, ficando apenas a marca na pele. São Gregório Barbarigo foi o primeiro bispo de Bérgamo, mais tarde transferido para Pádua. Morreu no fim do século XVII depois de estudar os idiomas e fundar uma imprensa poliglota.

17 de Junho

São Bessário O egípcio Bessário viveu no século IV, foi discípulo de Santo Antônio e São Macário de Sceta. Por muito tempo carregou consigo no exílio um evangelho. Suas roupas eram sempre doadas a pessoas carentes. Uma vez encontraram-no sem o livro. Ele respondeu que havia vendido o evangelho depois de ler a frase: “vende tudo o que tens e dá aos pobres.”

16 de Junho

Santa Julita, São Ciro e São Francisco Régis Julita viveu em Icônio na época da perseguição imposta pelo imperador romano Diocleciano. Ele se negou a abandonar o cristianismo e procurou abrigo em Selêucia e em Tarso. Depois de ver seu filho Ciro, de apenas três anos, ser morto, Julita foi martirizada e decapitada. Ciro é venerado em alguns países do Oriente Médio. Seu nome vem de “Kyrios”, que em grego significa senhor. Francisco Régis foi canonizado pelo para Clemente XII. Ele é tido como exemplo de perseverança.

15 de Junho

São Vito São Vito nasceu na Sicília por volta do ano 300. Ainda garoto fugiu com seu mestre para escapar da perseguição aos cristãos. Capturados, foram condenados às feras em Roma. Conseguiram fugir para a Lucânia por causa de uma tempestade que caiu no Coliseu. Novamente presos, sofreram o martírio imposto pelo imperador Diocleciano.

14 de Junho

Santa Iolanda Filha de um rei da Hungria, Iolanda se casou com um nobre polonês. Na Polônia, uma de suas filhas entrou para o convento das clarissas, para onde ela mesma foi quando ficou viúva. Foi obrigada a deixar o retiro na época da invasão dos bárbaros. Refugiou-se no mosteiro de Gniezno tornando-se superiora do convento. Viveu lá até morrer em 1299.

13 de Junho

Santo Antônio de Pádua Fernando de Bulhões y Taveira de Azevedo nasceu em Lisboa no ano de 1195. Em 1220 ele entrou na Ordem Franciscana com o nome de Antônio Oliveira e partiu para Marrocos. Também morou em Messina e pregou por toda a Europa. Santo Antônio, padroeiro de Portugal, morreu em Pádua e foi canonizado um ano depois. Ele começou a ser venerado no Brasil por influência dos padres franciscanos e é considerado o santo casamenteiro.

12 de Junho

São Gaspar de Búfalo Gaspar nasceu no ano de 1786, em Roma. Ele começou a evangelizar o povo em segredo. Fundou a Congregação dos Missionários do Preciosíssimo Sangue e o Instituto das Irmãs Adoradoras do Preciosíssimo Sangue. Canonizado por Pio XII, ficou conhecido como “terremoto espiritual”. Seu espírito teria sido visto por São Vicente Pallotti, seu contemporâneo.

11 de Junho

São Barnabé José foi apelidado de Barnabé, “Filho da Consolação”, pelos apóstolos de Cristo. Ele nasceu em Chipre e vendeu sua terra para entregar o dinheiro aos apóstolos. No início da era cristã, partiu para a Antióquia com Paulo para pregar o Evangelho e também participou do Concílio de Jerusalém. Consta em alguns escritos uma possível viagem a Roma e o martírio de Barnabé em Salomina, por volta do ano 70.

10 de Junho

Santa Alice Alice nasceu perto de Bruxelas no início do século XIII. Aos 7 anos foi admitida na abadia beneditina de Cambre, na Bélgica, para desenvolver a oração e a meditação. Contraiu lepra ainda jovem passando a viver enclausurada em um sótão. Padeceu durante anos e perdeu a visão. Em 1249 recebeu a Unção dos Enfermos e viveu mais um ano em agonia até morrer em 1250.

09 de Junho

José de Anchieta José de Anchieta nasceu nas Ilhas Canárias. Integrante da Companhia de Jesus, veio para o Brasil em 1553. O “Apóstolo do Brasil” contribuiu para a fundação da cidade de São Paulo, em 25 de janeiro de 1554, data em que a Igreja lembra a conversão de São Paulo. Superior dos jesuítas, Anchieta escreveu a primeira gramática Tupi. Ofereceu-se como refém dos índios durante a pacificação dos tamoios e escreveu na areia Poema à Virgem. Morreu no Espírito Santo no dia 9 de junho de 1597.

08 de Junho

Maria do Divino Coração Maria do Divino Coração nasceu em Münster, na Alemanha, em 1863. Entrou para o Convento das Irmãs do Bom Pastor aos 25 anos. Dedicou-se a ajudar jovens adolescentes marginalizadas. Enviada a Portugal, tornou-se superiora das irmãs de sua congregação e conseguiu reerguer a comunidade. Morreu aos 36 anos acometida por osteomielite.

07 de Junho

Ana de São Bartolomeu e Santo Antônio Gianelli Ana de São Bartolomeu nasceu em 1549 na Espanha. Ficou órfã aos 10 anos e trabalhou como pastora até entrar para o convento das Carmelitas Descalças. Pupila de Teresa D´Ávil, fundadora do convento, difundiu os ideais carmelitas. Na França, fundou o mosteiro de Tours. Também trabalhou em Anvers, na Bélgica. Morreu em 1626. Antônio Gianelli viveu entre os séculos XVIII e XIX. Foi bispo de Bobbio e fundador de duas congregações religiosas. É modelo de fidelidade às coisas pequeninas.

06 de Junho

São Marcelino Champagnat e São Norberto O fundador dos irmãos Maristas nasceu na França em 1789. Como sacerdote, quis criar um instituto que transmitisse a educação cristã para crianças e jovens. Ao morrer, em 1840, existiam cerca de 40 casas e 200 irmãos maristas. Norberto fundou a Ordem dos Premostrastenses. Estes religiosos são os responsáveis pelo santuário popular do Bom Jesus de Pirapora, no interior de São Paulo. São Norberto dizia que a maior abundância de bens neste mundo reside na pobreza do espírito.

05 de Junho

São Bonifácio Bonifácio nasceu na Inglaterra por volta de 673. Partiu para a Alemanha em 719 e iniciou a evangelização do povo além do rio Reno. Conhecido como “Apóstolo da Alemanha”, Bonifácio fundou a abadia de Fulda Em 754, no dia Pentecostes, ele e 50 companheiros foram assassinados em Dokkun por um grupo de frisões.

04 de Junho

São Francisco Caracciolo e São Optato de Mileva Francisco de Caracciolo nasceu em 1563, na Itália. Aos 22 anos foi completar os estudos teológicos em Nápoles. Ele quem introduziu o quarto voto (além da pobreza, castidade e obediência) aos religiosos. Este seria não aceitar dignidade eclesiástica alguma. Morreu em 1608 e foi canonizado em 1807 por Pio VII. Optato foi bispo, confessor e escritor. Viveu na Numídia, atual Argélia, pregou a unidade da Igreja e precedeu o filósofo Santo Agostinho. Morreu por volta do ano 370.

03 de Junho

São Carlos Lwanga e companheiros Os primeiros santos do continente africano foram condenados à morte pelo martírio. Carlos Lwanga e seus 21 companheiros se recusaram a aceitar a proibição de outras crenças em Bugunda, hoje Uganda, sob o governo do rei Mwanga. Os mártires foram beatificados por Bento XV e canonizados por Paulo VI.

02 de Junho

São Marcelino e São Pedro Os mártires viveram por volta de 304 e testemunharam a perseguição aos cristãos quando o império romano era governado por Diocleciano. Marcelino era sacerdote e Pedro exorcista. Os dois, obrigados a cavar a própria sepultura, seriam decapitados no meio da floresta para serem esquecidos. Quando menino, São Damaso teria ouvido o relato da morte dos santos pelo mesmo carrasco que cumpriu a sentença.

01 de Junho

São Justino São Justino nasceu no ano 103 em Siquém, na Palestina. Rapaz inquieto, procurou em nas obras de Pitágoras, Platão e Aristóteles respostas para as suas dúvidas. Aos 30 anos se converteu ao cristianismo depois de seguir as orientações de um velho sábio. A partir de então, Justino se tornou um dos grandes propagadores da fé. Entre as obras religiosas que escreveu está Diálogo com Trifão. Ele foi decapitado durante as perseguições a cristão no governo de Marco Aurélio, imperador romano.

31 de Maio

Visitação de Nossa Senhora A data comemora a visita de Maria à prima Santa Isabel, mãe de São João Batista. Segundo o relato de São Lucas, esta teria sido a primeira vez que se ouviu o canto Magnificat. Para a Assembléia dos Bispos de Puebla, este canto é o espelho da alma de Maria e serve para todos os que sabem enfrentar as adversidades.

30 de Maio

Santa Joana D’Arc e São Fernando III Joana D´Arc, heroína da França, lutou pela unidade do seu país durante o século XV. Na época em a Igreja mandava para a fogueira todos os que a ela se opunham, Joana D´Arc foi acusada de bruxaria e queimada viva. Ela foi declarada santa em 1920. São Fernando III de Castela, na Espanha, foi rei e é lembrado pelo trabalho humanitário que desenvolveu com os prisioneiros de guerras.

29 de Maio

Santo Adelmo Santo Adelmo foi beneditino e depois se tornou bispo. Também já havia sido abade em Malmesbury e bispo em Salisburg. Ele foi um dos primeiros a comandar o trabalho de evangelização dos anglo-saxões. Santo Adelmo morreu no ano 709.

28 de Maio

São Bernardo de Menthon São Bernardo de Menthon nasceu em Piemonte, no norte da Itália. Ele cuidava dos viajantes e peregrinos que atravessavam os Alpes na neve. Para essa missão, contava com a ajuda dos cães da raça são Bernardo, hábeis em socorrer pessoas cobertas pela neve.

27 de Maio

Santo Agostinho de Cantuária No século VI, o bispo Agostinho de Cantuária foi enviado à Inglaterra pelo papa Gregório Magno para ser missionário. Ele recebeu o apoio do rei Etelberto e a esposa Berta, que era católica. Depois de muito trabalho, o rei também acabou se convertendo para a fé cristã.

26 de Maio

São Felipe Neri São Felipe Néri foi uma pessoa alegre, jovial e simples. Ele fundou muitos oratórios – comunidades eclesiais de base. Nesses lugares, as pessoas se juntavam para rezar, ouvir pregações e expor os problemas da sociedade.

25 de Maio

Santa Maria Madalena de Pazzi Maria Madalena nasceu em 1566 e pertenceu a uma das famílias mais importantes de Florença no século XVI. Ela participou da história da Igreja na Itália trocando correspondência com o papa e autoridades de Estado. Mística, Maria Madalena tinha visões e revelações. O seu livro Contemplações é considerado um tratado de teologia. Ela foi mestra de noviças e morreu no convento de Santa Maria dos Anjos, em Florença, em 25 de maio de 1607. Foi canonizada em 1669.

24 de Maio

São Vicente de Lerins Vicente viveu refugiado na ilha de Lerins, no Mediterrâneo, levando vida monástica. Ele nasceu na França e sua santidade é revelada no livro Commonitorium. a obra trata das regras de comportamento para a compreensão do evangelho. Em determinada passagem, São Vicente enaltece o progresso. Ele morreu na ilha, por volta do ano 450.

23 de Maio

São João Batista de Rossi João Batista nasceu na província de Voltaggio, em Gênova, em fevereiro de 1698, mas passou grande parte da vida em Roma. Epilético e atingido por uma doença nos olhos, ele representa a vontade que triunfa sobre a doença. Criou a Pia União de Sacerdotes Seculares e inaugurou um albergue para mulheres dedicado ao santo Luís Gonzaga, de quem era devoto. Conquistou a simpatia do povo e morreu em 23 de maio de 1764. São João Batista foi beatificado por Pio IX e canonizado pelo papa Leão XIII.

22 de Maio

Santa Rita de Cássia Rita nasceu na cidade de Cássia, na Úmbria, terra de São Francisco de Assis. Ela entrou para a Ordem das Eremitas de Santo Agostinho depois que ficou viúva. Lá viveu muitos anos e se tornou querida pelo povo cristão. Rita foi proclamada santa pelo papa Leão XIII.

21 de Maio

São Segundo Segundo foi um padre que conduziu numerosos cristão à fé. O fim de muitos deles foi o martírio no Egito, durante o século IV. Numa semana de Páscoa, o exército local invadiu uma igreja e um cemitério de Alexandria. Na ocasião, muitos fiéis foram aprisionados e mortos.

20 de Maio

São Bernardino de Sena São Bernardino de Sena foi um grande devoto de Nossa Senhora. Ele se tornou apóstolo da Itália e doutor de Igreja por causa das suas pregações e trabalhos escritos. Bernardino de Sena também promovia a paz com o lema “Jesus, Homem Salvador”. Morreu em 1444.

19 de Maio

Santo Ivo e São Pedro Celestino Ivo de Kermartin nasceu na França. Estudou Filosofia, Teologia e Direito em Paris e foi nomeado juiz do tribunal eclesiástico da Bretanha. O espírito conciliador e a defesa dos humildes rendeu-lhe o título de “advogado dos pobres”. Celestino V foi papa por seis meses e renunciou ao cargo. Por causa disso, seu sucessor obrigou-o a uma residência forçada. Celestino fundou uma congregação de eremitas e se tornou conhecido por sua austeridade. Morreu em 19 de maio de 1296.

18 de Maio

São João I e São Potamão O papa João I defendeu a verdade católica contra quem negasse a igualdade das três pessoas divinas. Ele viveu por volta do anos 520. São Potamão lutou no século IV pela mesma idéia. Ele foi morto por ter ficado ao lado de Santo Atanásio, um dos heróis da propagação da fé cristã.

17 de Maio

São Pascoal Bailão O franciscano São Pascoal Bailão, foi pastor em Aragão, na Espanha. Atraído pela ordem franciscana, ele cruzou a França como mensageiro da eucaristia. O santo foi nomeado Patrono dos Congressos Eucarísticos pelo papa Leão XIII.

16 de Maio

São João Nepomuceno Venerado na região da Tchecoslováquia, São João Nepomuceno é o protetor dos cônegos. Em 1393, ele foi jogado em um rio com o corpo todo queimado e coberto de feridas. São João Nepomuceno também é venerado como mártir dos segredos do confessionário.

15 de Maio

São Ruperto Nascido em Bingen, na Alemanha, no século IX, São Ruperto foi levado ao cristianismo pela mãe. Ele ficou conhecido entre os pobres pela sua compaixão. Morreu aos 20 anos. Depois da morte de Ruperto, Santa Hildegarde fundou um mosteiro em homenagem ao santo.

14 de Maio

São Matias e São Pacômio São Matias, o primeiro discípulo de Cristo, foi apóstolo no lugar de Judas. Ele foi escolhido por ter sido testemunha da ressurreição de Jesus. São Pacômio foi um dos fundadores da vida monástica. Ele pregava a devoção ao trabalho, à oração e à caridade.

13 de Maio

Nossa Senhora de Fátima Em 1917, Nossa Senhora apareceu para três crianças portuguesas que viviam numa aldeia, nas imediações de Lisboa. Por muito tempo, a visão que tiveram Lúcia, Jacinta e Francisco foi considerada equivocada. O culto a Nossa Senhora de Fátima foi aprovado pelo bispo da diocese regional e confirmado pela Autoridade Apostólica. A data também já foi comemorada pelo papa Paulo VI, em 1967, e João Paulo II, em 1982, que visitaram o local das aparições.

12 de Maio

Santo Nereu e Santo Aquiles No primeiro século do cristianismo, os militares Nereu e Aquiles foram convertidos à fé católica. A mais antiga representação de martírio é, justamente, uma imagem de Aquiles sendo morto a golpes de espada.

11 de Maio

Santo Inácio de Laconi Santo Inácio de Laconi viveu como mendigo em Cagliari, na Itália. Passou a vida perambulando pelas cidades vizinhas dependendo da caridade dos outros. Ele foi canonizado em 1951 pelo papa Pio XII.

10 de Maio

Santo Antonino e Santo Ubaldo Santo Antonino costumava ser chamado de “Antonino dos Bons Conselhos” pelo povo. Ele fundou o convento de São Marcos, em Florença, e é responsável pela existência de preciosos afrescos e monumentos históricos. Faleceu em 1459. Nascido em 1805, Ubaldo ficou órfão ainda criança e foi educado por um tio. Desistiu de ser eremita quando se juntou aos cônegos de São Segundo. Querido por sua personalidade pacífica, Ubaldo foi bispo de Gübio durante 30 anos. Faleceu em 16 de maio de 1160.

09 de Maio

Santa Camila de Soyecourt e São Pacômio Nascida no século XIX, Santa Camila de Soyecourt intermediou o contato entre Pio VII, que estava preso, e seus cardeais. Ela também conseguiu impulsionar o ensino católico na França. São Pacômio nasceu em 287 no alto Egito. Entrou para o exército aos 20 anos e, durante a prisão em Tebas, foi alimentado por cristãos. Passou a seguir a crença e entrou para a vida monástica. Quando morreu, seus discípulos já haviam fundado dez mosteiros.

08 de Maio

São Pedro de Tarentaise e São Vítor São Pedro foi monge da ordem dos Cistercienses e o primeiro abade do mosteiro de Tamié, na fronteira entre a França e a Itália. Sua mãe e irmã também entraram para a vida religiosa. São Pedro sucedeu o bispo de Tarentaise em 1138. Morreu em 1174. São Vítor é o patrono dos prisioneiros e exilados. Nascido na Mauritânia, ele foi perseguido pele Império Romano. Conseguiu fugir do martírio depois de ter sido obrigado a ficar seis dias sem comer. Foi descoberto e decapitado.

07 de Maio

Santa Gisela, São Bento II e Santa Flávia Domitila Santa Gisela nasceu na Baviera no fim do século X. Foi ela quem ajudou o filho, santo Emerico, na obra de evangelização. Quando o marido morreu, Santa Gisela retirou-se para uma abadia de beneditinas. São Bento II, do século VII, foi papa por apenas um ano. Seu talento: reconciliar pessoas. Em 95 d.C., Santa Flávia Domitila foi deportada para a ilha de Ponza. Foi martirizada por ter assumido a crença na religião cristã.

06 de Maio

São Tiago, São Mariano e São Lúcio Tiago e Mariano viveram na Argélia. No século III foram presos e mortos como subversivos por terem acobertado bispos perseguidos. São Lúcio foi nomeado por São Lucas como apóstolo e profeta. Depois de ensinar em Antioquia, ordenou São Paulo e São Barnabé como bispos da Igreja.

05 de Maio

Santo Hilário de Arles e São José Benedito Cottolengo Hilário de Arles viveu na França por volta do século V. Primeiro destacou-se como monge e depois como bispo. Ele é lembrado como exemplo de obediência ao papa e aos interesses da Igreja. José Cattolengo foi vigário em Corneliano de Alba. Seu mérito foi ter aberto uma instituição, a Divina Providência, para cuidar de pessoas doentes e pobres. Ele morreu em 30 de abril de 1842.

04 de Maio

São Silvano e São João Martim Moye São Silvano foi bispo no século IV. Foi condenado a trabalhar nas minas e acabou sendo decapitado junto com 39 companheiros. São João Martim Moye nasceu na França no século XVIII e foi um missionário. Durante o período em que ficou na China formou sacerdotes e religiosas para expandir a evangelização. Quando voltou para a França, fundou a congregação das irmãs da Providência.

03 de Maio

São Filipe e São Tiago Segundo o Novo Testamento, São Filipe, na hora da multiplicação dos pães, teria perguntado a Cristo onde arranjariam pão para tanta gente. Foi ele também que serviu de intermediário para os gregos que procuravam Jesus. Outro apóstolo, São Tiago, era primo de Cristo por parte de mãe. Sua palavra foi decisiva durante a primeira assembléia cristã, chamada Concílio de Jerusalém. Ele é sempre citado ao lado de Pedro e João.

02 de Maio

Santo Atanásio Santo Atanásio, que nasceu em Alexandria, no Egito, por volta do ano 295, é considerado uma figura dramática e polêmica dentro da Igreja. Por defender suas idéias, foi exilado cinco vezes durante o Império Romano. Atanásio deixou duas obras: Apologia pela fuga e A História dos Arianos. Foi ele quem relatou a vida de Santo Antão, um manifesto da vida monástica.

01 de Maio

São José Operário José Operário foi considerado exemplo de fidelidade ao evangelho. Como artesão, José, que era casado com Maria, mãe de Cristo, levou uma vida muito laboriosa. Ele passou a ser lembrado no Dia do Trabalho a partir de 1955 como modelo de trabalhador cristão. Ele também celebra as conquistas sociais, sindicais e econômicas.

30 de Abril

São Pio V Miguel Guisleri nasceu em Marengo, em Alexandria, no ano de 1504. Iniciou sua vida religiosa aos 14 anos quando entrou para a ordem dominicana. Aos 62 anos tornou-se papa e passou a ser chamado Pio V. Promoveu rigorosas reformas na Igreja e realizou o Concílio de Trento. Implantou a clausura dos religiosos e o celibato. Também instituiu a correção dos livros litúrgicos e a censura das publicações. Foi Pio V quem excomungou a rainha Elizabeth I.

29 de Abril

Santa Catarina de Sena Santa Catarina de Sena promoveu a unidade da Igreja católica. Mulher de extrema espiritualidade, deixou inúmeras cartas e o livro Diálogo, em que são registradas experiências místicas da santa. Santa Catarina de Sena, juntamente com São Francisco de Assis, é a padroeira da Itália.

28 de Abril

São Pedro Chanel Pedro Chanel nasceu na França, em 1803. Depois de se tornar sacerdote, Chanel aceitou ser vigário de Amberieu e de Gex. Ele ajudou a evangelizar a ilha de Futuna, situada no Oceano Pacífico. Na ilha, que vivia uma luta entre tribos, São Pedro Chanel foi morto por um cacique que não aceitou a conversão de sua família ao cristianismo. Em 1954, São Chanel foi declarado padroeiro da Oceania.

27 de Abril

Santa Zita Santa Zita viveu em Toscana, na Itália. Ela é a protetora das empregadas domésticas. Segundo a Igreja, Zita teve uma vida muito humilde. Dividia sua comida com as companheiras e se privava do descanso para participar dos cultos matutinos da igreja.

26 de Abril

São Cleto e São Marcelino São Cleto foi o segundo sucessor de São Pedro, no início da era cristã. Ele teria se convertido ao cristianismo depois de ver uma pregação de São Pedro. As informações sobre sua morte são contraditórias. Uma versão diz que ele teria morrido de morte natural aos 68 anos. Outra conta que ele foi martirizado pelos pagãos. São Marcelino viveu em Roma, no século III. Sua devoção aos conceitos cristãos levaram-no ao posto de Papa.

25 de Abril

São Marcos São Marcos redigiu o evangelho que São Pedro pregava aos primeiros cristãos. Por este trabalho, ficou conhecido como intérprete de São Pedro. Também foi companheiro de São Paulo. São Marcos revelou o contraste entre os feitos de Cristo e os homens que não aceitavam a doutrina.

24 de Abril

São Fidelis de Sigmaringen São Fidelis de Sigmaringen nasceu na Suábia, em 1578, e foi um dos mais célebres da Ordem dos Frades Menores. Antes de ser ordenado sacerdote, Fidelis estudou Direito em Friburgo, na Alemanha. Ele teve que enfrentar a onda calvinista quando foi designado prefeito dos Grisões pela Congregação da Propaganda da Fé. Foi assassinado em 1622 logo depois de celebrar um missa.

23 de Abril

São Jorge São Jorge é o protetor dos escoteiros e dos militares, além de ser o padroeiro da Inglaterra, de Portugal, da Catalunha e de cidades italianas como Gênova. Não se sabe se ele existiu realmente. Tanto que, durante o Concílio Vaticano II, os cardeais o colocaram na lista de santos de “memória facultativa”. De qualquer maneira, sua figura conquistou um grande número de devotos e se tornou símbolo de coragem e de força. Jorge passou parte da sua vida na Capadócia, terra de sua mãe, e pertenceu ao Exército romano. Foi perseguido, martirizado e decapitado na época de Diocleciano, por volta do ano 308. Segundo a lenda, São Jorge, montado no seu cavalo branco, teria usado a sua lança para vencer um dragão e salvar uma donzela. Um dos devotos mais conhecidos do santo guerreiro é o cardeal Dom Paulo Evaristo Arns, um corintiano roxo. O religioso chegou a escrever para o Papa Paulo VI pedindo que o título do mártir não fosse “cassado”, pois seria uma dor imensa para a torcida de seu time do coração. O pontífice respondeu, dizendo: “Não podemos prejudicar a Inglaterra nem o Corinthians”.

Oração a São Jorge
Eu andarei vestido e armado com as armas de São Jorge. Para que meus inimigos, tendo pés, não me alcancem, tendo mãos, não me peguem, tendo olhos, não me enxerguem, nem pensamentos eles possam ter para me fazerem mal. Armas de fogo o meu corpo não alcançarão; facas e lanças se quebrem sem ao meu corpo chegar; cordas e correntes se quebrem sem o meu corpo amarrar. Jesus Cristo, me proteja e me defenda com o poder de Sua santa e divina graça. Virgem de Nazaré me cubra com o seu manto sagrado e divino, protegendo-me em todas as minhas dores e aflições, e Deus, com sua Divina Misericórdia e grande poder seja meu defensor contra as maldades e perseguições dos meus inimigos. Glorioso São Jorge, em nome de Deus, estenda-me o seu escudo e as suas poderosas armas, defendendo-me com a sua força e com a sua grandeza, e que debaixo das patas de seu fiel ginete meus inimigos fique humildes e submissos a vós. Assim seja com o poder de Deus, de Jesus e da falange do Divino Espírito Santo. Amém.

22 de Abril

São Sotero, Caio e Agapito Sabe-se pouco a respeito da vida desses três papas. São Sotero, papa de 166 a 175, encorajou os perseguidos de Corinto e cuidou dos escravos cristãos que trabalhavam nas minas. Um século depois, São Caio morreu durante a perseguição aos cristão no império de Diocleciano. São Agapito teve participação importante para o fi, da guerra greco-gótica. Ele morreu em 536, em Constantinopla.

21 de Abril
20 de Abril

Santo Aniceto e São Teodoro Aniceto buscou a paz entre os povos do Oriente e do Ocidente por meio da eucaristia. Nessa missão foi ajudado por São Policarpo. O gosto pela reclusão fez de Teodoro um monge. Quando jovem, Teodoro cavou uma gruta acima da capela de São Jorge. Era lá que encontrava paz para a meditação. Por dez anos, ele foi o sacerdote da cidade de Anastasiópolis. Seu pedido para voltar ao retiro foi concedido pelo patriarca de Constantinopla. Morreu em 613.

19 de Abril

Santo Expedito Santo Expedito foi um militar armênio que defendeu o Império Romano das invasões do Oriente. Como era cristão, foi martirizado e morto por ordens do imperador Diocleciano. Antes de se tornar cristão, Expedito teria ouvido um corvo dizer em seu ouvido cras, que significa amanhã. Ele se negou a adiar sua conversão. Por isso, Santo Expedito é considerado o santo das causas urgentes, das coisas que exigem solução imediata.

18 de Abril

Santo Apolônio e São Galdino Apolônio se tornou conhecido pela ciência e coragem. Viveu no século II, início do cristianismo. Toda a sua obra e biografia podem ser encontradas nos idiomas armênio e grego. A defesa de sua fé perante o Senado romano custou-lhe o martírio. São Galdino nasceu em Milão, na Itália, no século XII. Com a morte do arcebispo Oberto, Galdino se tornou o primeiro cardeal pertencente a igreja milanesa.

17 de Abril

Santos Roberto de Turlande, Roberto de Molesme e Estevão Harding. Os três viveram na França no século XI. São Roberto de Turlande, nascido em 1001, fundou mosteiros e um hospital para o tratamento de pessoas pobres. Morreu em 17 de abril 1067. O abade Roberto de Molesme nasceu em 1028 e foi ajudado por Estevão a dar novo rumo a Molesme. Santo Estevão Harding é natural de Borgonha, na França. Ele abandonou seu mosteiro quando saiu em peregrinação a Roma. Mais tarde, partiu com São Roberto para Citeaux. Morreu em 1134.

16 de Abril

Santa Bernadete Soubirous e São Bento Labre Nascida em Lourdes em 1844, Santa Bernadete teria ouvido de Nossa Senhora, em uma de suas aparições, que ela não seria feliz nesse mundo. Foi rejeitada pelas companheiras de credo. Passou seis anos no Instituto de Lourdes e foi para o convento de Nevers, onde trabalhava como enfermeira depois dos ofícios da sacristia. Passou nove anos entrevada até falecer em virtude de uma doença. São Bento Labre nasceu em 1748 em uma família de 15 irmãos. Depois de ser recusado em muitos mosteiros, ele d

15 de Abril

Santa Basilissa e Santa Anastácia Santa Basilissa e Santa Anastácia viveram em Roma e foram contemporâneas de São Pedro e São Paulo. Elas foram mortas no século I, entre os anos 64 e 68, durante a perseguição do imperador Nero contra os cristãos.

14 de Abril

São Tibúrcio, Valeriano, Máximo e Santo Hermenegildo São Tibúrcio, Valeriano e Máximo são cultuados em Roma, na Via Ápia. A única coisa que se sabe sobre eles é que teriam dado a vida por Cristo. Santo Hermenegildo viveu a disputa entre cristãos e arianos. As discórdias cercavam sua própria família, dividida entre as duas correntes. Tentando afasta-lo das desavenças, seu pai mandou-o para Sevilha, na Espanha. Hermenegildo foi executado na Páscoa do dia 25 de março de 585 por ter recusado a comunhão de um bispo ariano.

13 de Abril

São Martinho I O Papa Martinho I foi vítima do cesaropapismo, a intromissão do Estado na escolha do dirigente do poder religioso. Ele combateu o sistema e contrariou os imperadores. Foi exilado e morreu por volta de 656.

12 de Abril

São Zenon e Santa Ida São Zenon nasceu na África e passou grande parte de sua vida em Verona, na Itália. Ele é reconhecido por ter resgatado e cuidado dos prisioneiros dos bárbaros por volta do ano 378. Filha do duque Godofredo de Lorraine, Ida nasceu em 1040. O parentesco com nobres como o imperador Carlos Magno e Carlos, o Calvo, sempre a manteve perto da riqueza. Com a morte de seu marido, o conde Eustáquio II, de Bolonha, Ida dedicou-se à distribuição de bens entre os humildes. Ela morreu em 1113.

11 de Abril

Santo Estanislau Santo Estanislau viveu na Polônia no século XI. Ele foi ordenado bispo aos 42 anos depois de estudar em Cracóvia e Paris. Estanislau foi degolado na igreja de São Miguel porque se recusou celebrar o casamento do rei Boleslau II. O rei havia tomado como esposa a mulher de um dos integrantes de seu reino.

10 de Abril

Santo Antônio Neyrot Nascido na Itália, Santo Antônio Neyrot foi levado para trabalhar como escravo dos mouros na Tunísia, no século XV. Depois de libertado, ele confessou sua fé cristã e morreu massacrado pelas multidões.

09 de Abril

Santa Maria de Cléofas Maria de Cléofas foi parente de Nossa Senhora. Ela permaneceu ao lado da mãe de Jesus durante o calvário do filho e foi testemunha da ressurreição. Seu filho Tiago foi um dos apóstolos de Cristo.

08 de Abril

Santa Júlia de Billiart e São Perpétuo A fundadora das Irmãs de Notre Dame ficou paralítica aos 22 anos. Para não ser morta, Santa Júlia teve que fugir da França escondida embaixo da palha de uma carroça. Fundou escolas na Bélgica e morreu em 1816. São Perpétuo foi bispo de Tours por volta do ano 450. Ele pertencia a uma família muito rica, mas renunciou a tudo para se dedicar ao sacerdócio. Sua herança foi dividida com os pobres, os quais chamava “parte de mim mesmo”.

07 de Abril

São João Batista de La Salle João Batista de La Salle é fundou o grupo dos Irmãos das Escolas Cristãs e é considerado um precursor do ensino popular. Os lassalistas, como eram chamados seus seguidores, se dedicavam à educação de pessoas simples. Eles abriram cursos profissionais e de orientação sistemática de professores, os normalistas. São João Batista de La Salle morreu em 1719.

06 de Abril

São Marcelino São Marcelino nasceu em Cartago, no Norte da África. Ele tentou levar a paz para as diversas correntes da Igraja. Foi traído e morto no ano de 413.

05 de Abril

São Vicente Ferrer Nascido no século XVI em Valença, na Espanha, São Vicente Ferrer participou de momentos decisivos na história do catolicismo. A Igreja mantinha dois papas: um Avinhão e outro em Roma. Depois de muitos desentendimentos entre os papas, em 1417 a Igreja voltou a ter apenas uma autoridade. São Vicente também se destacou como profeta durante a peste negra.

04 de Abril

Santo Isidoro de Sevilha Isidoro de Sevilha (560-636) é o padroeiro da Internet. Foi escolhido para isso por sua obra Etimologias, uma espécie de enciclopédia com 20 volumes com grande parte do conhecimento da época medieval. Muitos consideram esse seu trabalho um precursor do conceito de banco de dados.

03 de Abril

São Nicetas São Nicetas era um menino órfão que vivia na Turquia. Em 785, ainda jovem, entrou para o mosteiro do monte Olimpo, fundado por São Nicéforo. Depois de se tornar sacerdote, ocupou o lugar de São Nicéforo na abadia. Durante as lutas iconoclastas, em que as imagens de santos eram quebradas, Leão, o Armênio, o mandou para uma ilha no Mar de Mármara. Morreu no exílio, em 824.

02 de Abril

São Francisco de Paula São Francisco de Paula viveu na Itália, entre os séculos XV e XVI. Consagrado ainda menino a São Francisco de Assis, combateu o luxo e a corrupção dentro da Igreja, pregando a pobreza, a humildade e a oração. Passou muito tempo na solidão e na pobreza total. Aos 19 anos fundou a família religiosa dos Mínimos. Seus seguidores cultivam o espírito de humildade e também a austeridade pessoal.

01 de Abril

Santo Hugo, São Tomás de Tolentino e São Valério Santo Hugo tornou-se bispo de Grenoble, na França, aos 27 anos. Beneditino, ele construiu mosteiros e hospitais. Morreu em 1152. São Tomás de Tolentino, franciscano, pregou na Armênia, na China e na Índia. Foi decapitado em 1322 por não reconhecer Maomé como profeta de Deus. São Valério nasceu em Alvérnia. Em 613, depois de passar por três mosteiros, partiu para Leuconay. No caminho, salvou um camponês que seria enforcado.Morreu em 619 depois de fundar muitos mosteiros.

31 de Março

Santo Amós e São Benjamim Amós foi um simples pastor que pertenceu a corporação oficial dos profetas. Proclamou sua mensagem por toda a Terra Santa, principalmente em Belém. São Benjamim foi vítima da perseguição aos cristãos no século V. Foi preso duas vezes e induzido a abdicar de sua fé. Morreu, em 420, convicto na doutrina cristã.

30 de Março

São Leonardo Murialdo e São João Clímaco Leonardo Murialdo fundou uma colônia agrícola para crianças delinqüentes, além de escolas técnicas para a Juventude Operária. Ele morreu em 1900 e foi canonizado pelo Papa Paulo VI em 1970. Seus seguidores, os Murialdinos, são conhecidos como os padres da caridade. São João Clímaco nasceu no Egito, no século VI. Sua obra, Escada do paraíso, ajudou a formar gerações de monges e santos.

29 de Março

São José de Arimatéia São José de Arimatéia viveu na Palestina. Depois da crucificação de Cristo, ele pediu permissão ao governador Pôncio Pilatos para tirar o corpo da cruz. Com a ajuda de Nicodemos, deram a Cristo uma sepultura digna.

28 de Março

Santo Spes Spes quer dizer esperança. O santo perdeu a visão ainda jovem e passou quarenta anos cego. Viveu em Úmbria, a Terra de São Francisco, na Itália, entre os séculos V e VI.

27 de Março

São Mateus São Mateus viveu na Terra Santa e participou das Cruzadas, a disseminação da fé cristã. Foi preso e obrigado a abandonar a fé na Igreja católica. São Mateus pediu um tempo para refletir e assistir à missa da Sexta-feira Santa. Morreu no ano 1100, numa sexta-feira, como pretendia.

26 de Março

São Bráulio São Bráulio é venerado na Espanha. Como bispo de Saragoça, desempenhou papel importante nos concílios que a Igreja realizou em Toledo, nos anos de 631 e 651. Ele batalhou pela cultura e formou bibliotecas. São Bráulio é considerado um dos maiores discípulos do santo espanhol Isidoro de Sevilha, grande sábio da cristandade.

25 de Março

Anunciação Nesta data é comemorada a Anunciação, a notícia da chegada de Cristo. É uma das festas cristãs mais antigas da história. Ela já foi celebrada no Oriente, na metade do século V. No século VII, era a feita a procissão da Quaresma para a Igreja de Santa Maria Maior.

24 de Março

Dom Oscar Romero No dia 24 de março de 1980, Dom Oscar Romero, arcebispo de San Salvador, foi morto a tiros no altar da igreja. Em seu último sermão, documentado numa fita cassete, ele faz um apelo à justiça e a paz. Antes de ser assassinado, dom Oscar deixou um bilhete em que profetiza: ¨ressucitarei em meio ao meu povo”.

23 de Março

São Turíbio de Mongrovejo Espanhol de nascimento, Turíbio de Mongrovejo ganhou notoriedade quando se tormou arcebispo de Lima, no Peru. Uma de suas maiores qualidades era a capacidade de organização. Ele reuniu assembléias, organizou as comunidades de sua diocese e convocou as pessoas para participar do trabalho de evangelização. Antes de morrer, no início do século XVII, doou as roupas do corpo para os que o serviam.

22 de Março

São Deogratias O santo viveu no norte da África e seu nome significa “graças a Deus”. Na época das invasões bárbaras, o bispo atendia refugiados e doentes que passavam pelos horrores das batalhas. Além de transformar duas basílicas em hospitais, São Deogratias vendeu peças de valor, como vasos sagrados e cálices, para atender os necessitados. Morreu em 467.

21 de Março

São Nicolau de Flue O santo suíço, conhecido em seu país como ¨irmão Klaus¨, viveu no século XV. Foi soldado, tentou impedir a guerra civil e se empenhou em reforçar a confederação helvética. São Nicolau foi canonizado depois II Guerra Mundial, quando a Suíça ajudou a socorrer os feridos.

20 de Março

São Martinho Português de Braga, São Martinho tomou como missão unir o povo da Galícia, que não aceitava a divindade de Jesus, depois de uma peregrinação à Terra Santa. Construiu mosteiros, centros de religiosidade e cultura. Foi bispo de Dume e arcebisbo de Braga. Escreveu sobre a Moral Natural e morreu no ano de 580.

19 de Março

São José O grande patrono da Igreja foi marido de Nossa Senhora e pai adotivo de Jesus Cristo. Ele recebeu o título de Justo por ser amigo do povo, dos pobres e dos sofredores. Na Idade Média e na Idade Moderna, São José era citado como modelo para o lar e para o trabalhador.

18 de Março

São Cirilo de Jerusalém São Cirilo foi padre e bispo no século IV e se encarregou da catequese. Por difundir o Evangelho, foi exilado três vezes e passou dezesseis anos longe de sua terra. Em suas obras, traduzidas para o português, São Cirilo trata os sacramentos com maestria de detalhes.

17 de Março

São Patrício Nascido na Escócia, é conhecido como apóstolo da Irlanda. Aos 16 anos foi levado como prisioneiro para esse país e tornou-se escravo. Depois de muitas tentaivas, conseguiu fugir, e depois voltou para lá para difundir as idéias cristãs. Sob a direção de São Germano, foi ordenado sacerdote. Fundou mosteiros que foram centros de evangelização e criou pequenas comunidades. Morreu por volta de 461, em Ulster.

16 de Março

São João de Brébeuf e Companheiros Nasceu em 1593, na França, e se tornou jesuíta aos 29 anos. Em 1625, partiu para o Canadá com a missão de evangelizar os índios. Escreveu gramáticas, livros de catequese e batizou cerca de sete mil índios. O santo foi morto durante uma briga entre tribos rivais junto com outros sete companheiros: Isac Jogues, Antonio Daniel, Carlos Garnier, Gabriel Lalemant, João de la Lande, Natal Chabanel e Renato Goupil.

15 de Março

Santa Luiza de Marillac Ela nasceu em 1591 e ficou órfã aos 14 anos. Apesar que querer entrar para a vida religiosa, casou-se e teve um filho. Ficou viúva aos 34 anos. Teve dois grandes conselheiros: São Francisco de Sales e São Vicente de Paulo. Por 35 anos cuidou de idosos abandonados, de doentes e de marginalizados pela sociedade. Morreu em 15 de merco de 1660.

14 de Março

Santa Matilde A rainha Santa Matilde viveu na Alemanha. Casou-se com o rei da Prússia e tiveram dois filhos. Após a morte do rei, os dois filhos passaram a lutar pela disputa do trono.
Com paciência e muita reza, a rainha conseguiu a reconciliação deles. Quando a paz voltou a imperar, entrou para um mosteiro de religiosas, que ela mesmo fundara.

13 de Março

São Leandro São Leandro viveu no fim do século VI. Seus pais desapareceram quando ainda era criança e ele e seus irmão foram criados por uma irmã mais velha. Tornou-se monge e quando foi a Constantinopla ficou amigo de quem mais tarde seria o papa Gregório Magno. O santo foi eleito Arcebispo em 584 e teve importante participação na conversão do visigodos.

12 de Março

São Gregório de Nissa O mais especulativo padre do século IV usava a razão para explicar os problemas, apreciava o estudo e a solidão. Em 376 foi exilado sob acusação de desperdiçar os bens da Igreja. Quando sua inocência foi provada, São Gregório reassumiu sua diocese e passou a ser chamado para estabelecer a paz entre as igrejas do Oriente.

11 de Março

Santo Eulógio e Santa Leócrita Santo Eulógio nasceu em Córdoba, em época de domínio mouro. Era sacerdote de vasta cultura científica e teológica. Tornou-se o principal líder religioso em sua cidade e deixou algumas obras. Sofreu perseguição do príncipe muçulmano Abderramão e morreu decapitado em 11 de merco de 859.

10 de Março

São Domingos Sávio São Domingos nasceu numa família humilde, seu pai era ferreiro e sua mãe costureira. Foi aluno de São João Bosco por três anos. Aos 12 anos decidiu ser padre, mas sentiu que morreria antes. Aos 15 anos, doente, despediu-se dos amigos. Um dia, depois da visita do médico, orou com seu pai e morreu em seguida.

09 de Março

Santa Francisca Romana Nascida em 1384, ela casou-se aos 13 anos e teve três filhos, dois quais dois morreram ainda pequenos. O marido foi gravemente ferido e o único filho tornou-se prisioneiro de guerra. Seu palácio transformou-se em abrigo de necessitados e ela fundou a Congregação das Oblatas Olivetanas de Santa Maria Noa, em 1425. Quando o marido morreu, ela entrou para a vida religiosa. Morreu em 9 de março de 1440 e foi canonizada em 1608.

08 de Março

São João de Deus Português nascido em 1495, ele saiu de casa aos 8 anos e se tornou soldado. Também trabalhou em hospitais, foi servente e criado. Teve um comércio de livros e em certo momento, distribuiu as obras boas, queimou as ruins e foi cuidar de doentes, especialmente dos loucos e dos incuráveis. Mantinha mais de 80 hospitais, que fundara só na Espanha. Tornou-se o fundador dos Irmãos dos Enfermos e foi declarado patrono dos hospitais por Leão XIII.

07 de Março

Santa Perpétua e Santa Felicidade Santa Felicidade era escrava e estava grávida de oito meses. Santa Perpétua, de família rica, também tinha um filho. Santa Felicidade pariu dias antes de morrer
Ambas sofreram o martírio juntas, quando tiraram suas roupas e as jogaram a um touro furioso. Depois, junto a outros cristãos, foram decapitadas.

06 de Março

Santa Rosa de Viterbo A santa nasceu em 1234. Certa noite, teve uma visão de Nossa Senhora, que a indicava para a vida religiosa. Suas pregações logo foram vistas como discursos políticos e sua família foi exilada. Quando voltou, entrou para o convento das Clarissas. Ela morreu com 18 anos e seu corpo permaneceu intacto por vários séculos, resistindo até a um incêndio que consumiu seu caixão. Apesar da popularidade, nunca foi oficialmente canonizada pela Igreja.

05 de Março

São José da Cruz O santo nasceu em 1625, na cidade de Ísquia, perto de Nápoles, recebeu o nome Caitano. Viveu na completa pobreza. Em 1671, foi para Piemonte, e lá fundou o primeiro convento da Ordem Franciscana, tornando-se mestre dos noviços e depois, mestre da Ordem. Foi canonizado pelo Papa Gregório XVI.

04 de Março

São Casimiro Filho do rei da Polônia Casimiro IV, ele nasceu em 1458. Recebeu educação cristã desde seus primeiros anos. Por causa de muitos jejuns e penitência, teve problemas de saúde. Morreu aos 25 anos, de tuberculose, em 4 de março de 1484, e todo o povo polonês já o venerava como santo. Em 1521 foi canonizado e declarado padroeiro da Polônia e da Lituânia pelo Papa Leão X.

03 de Março

São Marino São Marino era oficial do exército imperial da Palestina. Quando estava sendo nomeado centurião romano, um dos pretendentes ao cargo o acusou de ser cristão. Nessa época, por volta do ano 260, a Igreja de Cristo era perseguida. São Marino, diante das autoridades, confirmou. Morreu decapitado. Em sua execução estava presente Astério, um velho senador, que envolveu o corpo do mártir em um manto e o sepultou. Por essa atitude, Astério também perdeu a vida.

02 de Março

Santa Inês de Praga A santa nasceu no ano de 1208, em Praga, na família real. Renunciou a tudo e dedicou-se aos pobres. Era bem ativa e atenta aos problemas dos necessitados. Construiu um hospital e dois mosteiros em honra a Santa Clara e a São Francisco. Entrou para um dos conventos que fundou e tornou-se abadessa. Morreu aos 80 anos, em 2 de março.

01 de Março

Santo Albino Nasceu em 496, em Vannes, na França. Foi monge e abade de um mosteiro por vários anos, até tornar-se bispo de Rennes. Foi um santo bastante popular e a ele eram atribuídos milagres extraordinários. Morreu em 1° de março de 550.

28 de Fevereiro

São Daniel Brottier Nasceu na França, no dia 7 de setembro de 1876. Depois de ser missionário na África, São Daniel se alistou para ser capelão militar nas linhas de frente de uma guerra, onde permaneceu por quatro anos, cuidando dos feridos e dando assistência espiritual. Em 1923, assumiu a direção da Casa dos Órfãos Aprendizes de Auteuil e fundou também a União Nacional dos Antigos Combatentes. Morreu no dia 28 de fevereiro de 1936 e foi canonizado pelo papa João Paulo II, em 1984, em Roma.

27 de Fevereiro

São Gabriel das Dores Nasceu em 1838, na cidade de Assis. Órfão de mãe aos 4 anos, foi para a cidade de Espoleto. Entrou para a vida religiosa com os Irmãos das Escolas Cristãs e com os jesuítas. Eleito muito jovem para o cargo de presidente da Academia de Literatura, em 1856, decidiu ingressar na ordem dos passionistas, na congregação da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo. Morreu aos 24 anos, no dia 27 de fevereiro de 1862. Foi beatificado por Pio X em 1908 e canonizado por Bento XV, em 1920.

26 de Fevereiro

São Porfírio Nascido por volta do ano de 353, na Tessalônica, Grécia, aos 25 anos foi para o Egito. Em seguida, foi à Palestina, onde viveu por cinco anos em uma gruta perto do rio Jordão. Trabalhou em um curtume na Cidade Santa por mais de 40 anos. Foi ordenado sacerdote e depois bispo de Gaza e teve grande influência na política e na religião de seu tempo. Chegou a conseguir da Imperatriz Eudóxia um memorial que abolia os templos pagãos de Gaza e da redondeza. Morreu por volta do ano 420.

25 de Fevereiro

São Sebastião de Aparício Nasceu na Espanha, em 1502. No México, tornou-se um rico comerciante e proprietário de terras. Sempre preocupado com sua vida espiritual, decidiu dedicar-se apenas à agricultura para não se corromper com as oportunidades do dinheiro fácil. Casou-se duas vezes. Aos 70 anos, renunciou a tudo e ingressou na ordem dos franciscanos, tornando-se irmão leigo. Morreu com 98 anos, em 1600, e foi canonizado em 1786 pelo papa Pio VI.

24 de Fevereiro

São Sérgio Existem vários santos com este nome, mas este São Sérgio foi martirizado na Cesaréia da Capadócia, no tempo do Imperador Diocleciano. Os cristãos foram convidados para uma festa em homenagem a Júpiter pelo governador da Armênia e da Capadócia, e ao entrarem no salão, foram todos presos e obrigados a louvar o ídolo do Império. O santo reprovou e foi conduzido ao governador, que ordenou sua decapitação. O seu corpo foi recolhido pelos cristãos e enterrado por uma senhora em sua própria casa.

23 de Fevereiro

São Policarpo São Policarpo foi discípulo de São João. Seu martírio aconteceu na época da perseguição de Marco Aurélio, que prendia os cristãos e os intitulava inimigos do Império. Preso, foi levado ao tribunal e obrigado a renegar Cristo. Como recusou, foi queimado vivo.

22 de Fevereiro

Santa Joana Maria Italiana, nascida na diocese de Vicenza, em 1606, Santa Joana Maria prestava seus deveres religiosos no convento das Beneditinas de Bassano. Tornou-se mestra das noviças e depois, abadessa. Mas seu martírio foi triste: após ter contraído várias doenças, entre elas a lepra, as irmãs do convento passaram a destratá-la, com medo de contágio. Faleceu no dia 22 de fevereiro de 1670, aos 65 anos de idade. Joana Maria foi canonizada por Pio VI no dia 22 de fevereiro de 1783.

21 de Fevereiro

São Pedro Damião Natural de Ravena e nascido em 1007, São Pedro Damião é uma das fontes de inspiração do poeta Dante Alighieri. Órfão de pai e caçula, terminou seus estudos nas cidades de Faenza e Pádua e chegou a lecionar em Parma. Mas centralizou suas atividades no mosteiro camaldulense de Fonte Avelana, na Úmbria. Morreu em 1072, em Faenza, e logo passou a ser admirado e venerado como santo. Reconhecido pelo papa Leão XII, também foi proclamado doutor da Igreja por causa de seus escritos teológicos.

20 de Fevereiro

Santa Margarida de Cortona Nascida na Itália em 1247, Santa Margarida de Cortona era órfã de mãe. Fugiu dos maus tratos do pai e tornou-se amante de um homem muito rico, que lhe proporcionou uma vida extremamente confortável durante nove anos. Seu filho, quando crescido, entrou para a ordem Terceira de São Francisco. Depois da morte de seu marido, ingressou na Ordem Terceira de São Francisco e passou a levar uma vida voltada para a ajuda aos necessitados.

19 de Fevereiro

São Bonifácio Defensor dos pobres, especialmente dos doentes de lepra e cegueira, São Bonifácio era contra os nobres, os príncipes e os reis injustos. Nasceu em 1188, na cidade de Bruxelas, e estudou na Universidade de Paris. Mais tarde, tornou-se sacerdote e depois bispo de Lausanne. Tinha uma ampla visão histórica e também era um ótimo professor. Humilde, conseguiu do papa Inocêncio IV a permissão para deixar o episcopado. Faleceu em 1265 e foi sepultado na Igreja de La Cambre.

18 de Fevereiro

Santa Bernadete Filha de uma família muito pobre, Santa Bernadete era analfabeta. Foi testemunha ocular das aparições de Nossa Senhora, que começou a aparecer à santa em 11 de fevereiro de 1858. Depois das aparições, Bernadete ingressou no Convento das Irmãs de Nevers. Vítima da tuberculose, sua saúde piorou aos poucos. Por fim, morreu em 16 de abril de 1879. Em 1925, o papa pio XI proclamou-a bem-aventurada e, em 1937, foi canonizada.

17 de Fevereiro

São Policrônio O bispo São Policrônio sofreu o martírio durante a perseguição do Imperador Décio.
Obrigado a ofertar aos deuses do Império, por ordem do imperador, em sinal de protesto o santo silenciou, deixando Décio enfurecido. Parmênio, companheiro de São Policrônio, tentou defender o amigo e teve a língua cortada. Policrônio foi então condenado ao apedrejamento, teve a boca e dentes quebrados e finalmente foi morto.

16 de Fevereiro

São Onésimo Onésimo (seu nome significa “útil”) viveu entre os séculos I e II, na Frigia (Ásia Menor). Antes de tornar-se cristão, foi escravo de Filemón. Um dia, Onésimo roubou seu amo e fugiu para Roma. Ali, recorreu ao apóstolo São Paulo, que o perdoou e o converteu. São Paulo enviou-o de volta a Filemón com uma carta de desculpas. Onésimo foi perdoado e passou a trabalhar corretamente. Acabou nomeado bispo de Éfeso. Foi preso na época do imperador Domiciano e levado a Roma, onde morreu apedrejado.

15 de Fevereiro

São Teotônio O português São Teotônio nasceu por volta de 1082 e iniciou seus estudos no mosteiro beneditino de Ganfei. Em Coimbra, especializou-se em humanidades e teologia, e ordenou-se sacerdote. Fundou o mosteiro de Santa Cruz com o auxílio de mais 11 companheiros. Aos 70 anos, depois de ter recusado o priorato pela segunda vez, resolveu viver como um simples religioso. Morreu com 80 anos, no dia 18 de fevereiro de 1162. Seu corpo está no Mosteiro de Santa Cruz.

14 de Fevereiro

São Valentim O bispo Valentim lutou contra a proibição do casamento durante as guerras na Idade Média. Acreditava-se que os solteiros eram melhores combatentes. Valentim continuou celebrando casamentos escondido, até ser preso e condenado à morte. Seu martírio ocorreu no ano 268, durante a perseguição do imperador Cláudio II.

Segundo a tradição, a festa de São Valentim está ligada ao despertar da natureza, à época dos pássaros fazerem ninhos. Conta-se que o santo foi interrogado pessoalmente pelo imperador, que ficou indignado com sua sabedoria. Mesmo assim, foi mandado ao suplício, onde morreu. É muito cultuado nos países de tradição saxônica.

13 de Fevereiro

São Gregório II São Gregório II foi Papa de 715 a 731. Crônicas da época contam que tinha uma personalidade forte, porém era muito afável e tinha grande conhecimento teológico e filosófico. Quando jovem, foi assessor do Papa Constantino I. São Gregório II restaurou as basílicas de São Paulo Extramuros, da Santa Cruz de Jerusalém e a de São João de Latrão. Assistiu a batalha de Poitiers, da qual as tropas de Carlos Martel saíram vitoriosas. Morreu no dia 11 de fevereiro de 731.

12 de Fevereiro

Santa Eulália de Barcelona Santa Eulália nasceu na Espanha do século II e foi martirizada com apenas 14 anos de idade, durante as perseguições do Imperador Maximiano, em 304. Negou-se a cultuar os deuses do Império e assim a torturaram, até que ela se convertesse. Ela teve seu corpo queimado com ferros em brasas e depois foi lançada às chamas. O culto a Santa Eulália é muito difundido na Espanha e na França. No início do século V foi construída, em sua honra, uma Basílica em Mérida.

11 de Fevereiro

Nossa Senhora de Lourdes A Igreja comemora hoje a aparição de Nossa Senhora de Lourdes a Bernadete Soubirous na gruta de Massabielle, perto de Lourdes, na França, em fevereiro de 1858. Bernadete foi constantemente interrogada e avaliada por autoridades civis, eclesiásticas e por diversos médicos, e concluiu-se que as aparições de Nossa Senhora era verídicas.

10 de Fevereiro

Santa Escolástica É invocada contra raios e para obter chuva. Nasceu por volta do ano 480 na Úmbria (Itália), e dedicou-se à religião junto a São Bento. Certa noite, Escolástica pediu que Bento ficasse em seu mosteiro para continuarem uma conversa espiritual. Ele recusou. Escolástica rezou, e uma forte tempestade caiu na região. São Bento foi obrigado a ficar. Três dias após este milagre, no ano 547, Santa Escolástica morreu, e um pouco mais de um mês depois, ele também morreu.

09 de Fevereiro

São Miguel Febres Cordero São Miguel é o primeiro santo do Equador. Nasceu em Cuenca, no ano de 1854. Contra a ordem dos pais, em 1868 entrou na congregação dos Irmãos de La Salle. Foi ótimo escritor de Filosofia, Geografia, Gramática, História, Religião e Literatura, e seu conhecimento lhe permitiu entrar na Academia Equatoriana de Língua. Trabalhou em Paris, na Bélgica e na Espanha. Morreu em 9 de Fevereiro de 1910 e seus restos mortais foram enviados para o Equador.

08 de Fevereiro

São Jerônimo Emiliano São Jerônimo Emiliano é considerado protetor dos órfãos e dos jovens abandonados.
Nasceu em Veneza, no ano de 1481. Aos 15 anos tornou-se soldado e 10 anos mais tarde, senador. Depois de ser prisioneiro de guerra, passou a meditar sobre sua vida e dedicou-se à vida monástica. Fundou hospitais, orfanatos, asilos e escolas profissionalizantes, além da Sociedade dos Clérigos Regulares em Bérgamo. Em 8 de Fevereiro de 1537, o santo morreu na cidade Samasca. Foi canonizado em 1767.

07 de Fevereiro

Santa Coleta Nascida em Córbia, no dia 13 de janeiro de 1381, a santa era filha de um artista abastado e mãe religiosa. Ficou órfã aos 18 anos e foi acolhida por um monge beneditino. Passou, então, a viver reclusa na Ordem Terceira de São Francisco. Quando saiu, começou a promover a reforma franciscana. Logo a nomearam superiora geral dos conventos das irmãs Clarissas. Suas obras chegaram a alcançar a França, Espanha, Flandres e Sabóia.

06 de Fevereiro

Santa Dorotéia, São Paulo Miki e seus companheiros Conhecida como a “Santa das Flores”, Dorotéia viveu de orações depois que seus pais sofreram martírio. Foi condenada à morte pelo governador Fabrício por manter-se fiel à fé cristã. Antes de morrer entregou seu lenço a Teófilo e ele se converteu. Nascido no Japão, São Paulo Miki seguiu rigidamente a vida religiosa, e por isso foi ordenado sacerdote. Quando a perseguição aos católicos japoneses começou, ele e outros 26 companheiros foram aprisionados e crucificados.

05 de Fevereiro

Santa Águeda Na Catânia, Sicília, acredita-se ter sido foi martirizada nas perseguições de Décio, por volta de 251. Ela teria sido entregue à feiticeira Afrodisia, para desviá-la de sua conduta religiosa e por ter mantido sua é, foi cruelmente torturada: desconjuntaram seus ossos, dilaceraram dos seios e a arrastaram sobre cacos de vidros e carvões em brasa.

04 de Fevereiro

São João de Brito São João de Brito Filho nasceu em Lisboa no dia 1O de março de 1647, filho de D. Salvador de Brito Pereira, governador geral do Brasil no tempo de Dom João IV.
Foi educado na corte portuguesa e aos 17 anos entrou para a Companhia de Jesus. Em 1673, ordenou-se sacerdote e partiu para a Índia, vivendo como os monges brâmanes saniassis. Foi preso e açoitado até ser deportado para a corte portuguesa, mas logo voltou à Índia, sendo condenado à morte em 4 de fevereiro de 1693.

03 de Fevereiro

São Brás São Brás é invocado na Rússia pela cura de animais e pela proteção contra dores de garganta. Passou sua vida reclusa em uma gruta do Monte Argeu na companhia de animais. Nasceu em Sebaste, na cidade da Armênia, no século III, e foi médicoa.
Segundo a Tradição, ele teria curado muitas pessoas atormentadas pelas aflições e desalentos da vida. Em Sebaste, foi ordenado bispo e foi martirizado na perseguição de Licínio em 323, pelas mãos do então governador da Capadócia de nome Agrícola.

02 de Fevereiro

Apresentação do Senhor Hoje comemora-se o dia em que José e Maria apresentaram o menino Jesus a Deus. Essa festa é uma das mais antigas da tradição católica e foi adotada em Roma no século VI. É também conhecida como Festa da Purificação de Nossa Senhora, porque no costume dos judeus, somente após 40 dias (se o nascido fosse menina, 80 dias) do parto é que a mulher poderia freqüentar novamente a casa de Deus.

01 de Fevereiro

Santa Brígida Santa Brígida foi muito influente em sua época e é considerada a padroeira da Irlanda. Nascida em Ulster, dedicou sua vida à religião e fundou, com outras companheiras, uma pequena comunidade religiosa. Fundou também o mosteiro de Kildare, onde faleceu em 523. Seus restos mortais permaneceram lá até o século IX, depois passaram para Down, em Ulster. A sua cabeça foi confiada aos jesuítas de Lisboa, Portugal.

31 de Janeiro

São João Bosco Nasceu em 1815, na Itália. Percebeu sua vocação aos 11 anos, depois de sonhar que ajudava e educava rapazes pobres. Aos 16 anos, entrou no seminário de Turim. O religioso ajudava nas despesas da família trabalhando como acrobata, malabarista e mágico. Em 1859, organizou a depois bem-sucedida Ordem dos Salesianos, aprovada pelo papa Pio IX em 1874. Quando João morreu, em 1888, havia 768 membros, com 26 casas fundadas nas Américas, e 38 na Europa. Foi canonizado em 1934 e é invocado, até hoje, como o santo padroeiro dos rapazes, dos aprendizes e também dos mágicos.

30 de Janeiro

Santa Aldegundes Conhecida também como Aldegunda, nasceu em Hainault, no ano 635. Recusando um pedido de casamento, isolou-se em Maubeugue (atual França), e mais tarde tornou-se abadessa do mosteiro para monges e irmãs fundado na cidade. É invocada contra doenças das crianças, morte súbita, feridas e, principalmente, contra o cancro, pois ela própria sofreu de cancro da mama. Santa Aldegundes morreu em 684.

29 de Janeiro

São Suplício Severo Nasceu em Agem, França, em meados do século III. Aos 55 anos abandonou a esposa e a carreira de advogado e passou a dedicar a vida à religião. Recebeu apoio de sua sogra, Bássula, que lhe ofereceu uma casa, na qual morou até o fim de seus dias. Escreveu Crônicas, onde resumiu toda a história judaica, desde as origens até o quarto século depois de Cristo; e também foi o biógrafo de São Martinho, seu mestre e amigo. Morreu entre 406 e 432.

28 de Janeiro

São Tomás de Aquino Historiadores o consideram o maior pensador e teólogo de Idade Média. Nasceu no ano 1225, em Nápoles. Começou seus estudos religiosos aos cinco anos. Foi para a Universidade de Nápoles e depois para a ordem dominicana. Em 1248, foi para Paris. No ano de 1256, tornou-se mestre em teologia em Paris. Morreu em 1274, em Fossanuova, perto de Terracina. Sua devoção a Deus por meio dos estudos o tornaram o padroeiro dos universitários. Foi canonizado em 1323.

27 de Janeiro

Santa Ângela de Mérici A santa nasceu em 1470 e tinha uma concepção bastante revolucionária para sua época. Fundou a congregação das Ursulinas e em qualquer lugar do mundo, onde há as ursulinas, exalta-se a glória dela, que morreu aos 75 anos, em 27 de janeiro de 1540. Permaneceu sem ser sepultada durante 30 dias e durante esse tempo seu cadáver conservou-se intacto. Ao ser sepultada, realizaram-se milagres. Foi incorporada ao calendário da igreja universal em 1861, pelo papa Pio IX.

26 de Janeiro

São Timóteo e São Tito Foram os discípulos prediletos de São Paulo. Nas duas epístolas que o santo escreveu a São Timóteo, os sacerdotes encontraram conforto e incentivo para sua missão e sua vida. S. Tito foi o chefe da comunidade cristã de Creta, onde deve ter sofrido muitos dissabores, apesar de sua grande habilidade.

25 de Janeiro

Conversão de São Paulo Essa conversão é uma das mais importantes da história da Igreja, quando Saulo, perseguidor da Igreja, tornou-se o “Apóstolo Paulo”, que evangelizou pagãos. A festa foi instituída na Gália, no século VIII, e entrou no calendário romano no final do século X.
São Paulo nasceu em Tarso, era judeu e cidadão romano e foi perseguidor das primeiras comunidades cristãs. Quando perseguia cristãos, a caminho de Damasco, apareceu-lhe Jesus Ressuscitado, transformando-o.

24 de Janeiro

São Francisco de Sales Nascido em 1567, na Savóia, era formado em direito civil e eclesiástico, em Pádua, e em teologia, em Paris. Atuou nas reformas do Concílio de Trento. Entre suas obras escritas temos Introdução à vida devota e Tratado do amor de Deus. Com Joana Francisca de Chantal, fundou a Ordem da Visitação, mas o projeto foi combatido e retomado somente mais tarde, por São Vicente de Paulo. São Francisco de Sales é patrono dos jornalistas e escritores católicos, e doutor da Igreja.

23 de Janeiro

São João Esmoler Após a morte de sua mulher e filhos, São João Esmoler dedicou sua vida à religião. Tornou-se bispo de Alexandria em 606, quando a cidade estava devastada pela fome e pela guerra entre persas e sírios, situação que só piorou com a seca do Egito. O nome esmoler origina-se na palavra esmola, por sua dedicação aos necessitados. Morreu em 616, em Amatonta, sua cidade natal.

22 de Janeiro

Santo Anastácio Santo Anastácio era de origem persa e mágico de profissão. Atraído pelo cristianismo, foi batizado em Jerusalém e logo ingressou no mosteiro de Santo Anastácio, perto de Jerusalém. Certo vez, visitando alguns lugares santos na Palestina, foi preso, conduzido à Pérsia e condenado a trabalhos forçados e torturas cruéis, por não abrir mão de sua fé. Sofreu martírio no ano 628.

21 de Janeiro

Santa Inês Ela viveu em fins do século III. Aos 12 anos, recusou um casamento, dizendo preferir morrer a perder a virgindade, pois havia entregado sua vida a Cristo. Ofereceu-se como mártir e, conforme o costume romano, foi decapitada em 304. Por causa de sua castidade é invocada como padroeira das raparigas ou da pureza do corpo. Foi enterrada junto à Via Nomentana, em Roma, e em 354 foi construída uma igreja sobre seu túmulo.

20 de Janeiro

São Sebastião São Sebastião foi um dos primeiros mártires cristãos enterrados no cemitério da antiga via Appia, em Roma. A lenda diz que, em 283, tornou-se oficial da guarda imperial. Como o Imperador Diocleciano descobriu que ele era cristão, foi crivado de flechas. Dado como morto, suas feridas foram tratadas, conseguiu sobreviver e confrontou-se com Diocleciano. A princípio o imperador ficou sem fala, mas depois ordenou que Sebastião fosse espancado até a morte.

19 de Janeiro

Santos Mário, Marta, Audifax e Ábaco Conta-se que eles peregrinaram da Pérsia até Roma para venerar os túmulos dos mártires, e deram sepultura a mais de 260 deles. Durante essa missão, os três santos foram surpreendidos, presos e mortos. Seus corpos foram incinerados para que os fiéis não cultuassem seus restos mortais. Santa Marta foi condenada à morte por afogamento. Foram sepultados num local onde, mais tarde, foi construída uma igreja para homenageá-los, cujas ruínas existem até hoje.

18 de Janeiro

Santa Beatriz de Vicência Santa Beatriz de Vicência, fundadora do mosteiro de beneditinas no século XIII, na cidade de Ferrara, nasceu numa família rica em Ferrara. Quando ficou viúva, resolveu, contra a vontade de seus pais, entrar na vida religiosa e fundou o mosteiro, seguindo uma vida simples. Morreu no dia 18 de janeiro de 1262 e foi beatificada no dia 23 de julho de 1774, por Clemente XIV.

17 de Janeiro

Santo Antão Viveu aproximadamente entre 251 e 357. Aos 20 anos foi para o Alto Egito como eremita, mas logo mudou de idéia e foi viver sob a orientação de um superior. Foi colaborador de Santo Atanásio na luta contra o arianismo.

16 de Janeiro

São Berardo e companheiros Em 1219, os franciscanos italianos Vital, Berardo, Pedro, Acúrsio, Adjunto e Oto foram enviados a evangelizar a Espanha, chegando à Sevilha, que estava comandada pelos mouros. Pregaram a religião ao rei, que diante da ousadia, mandou deportá-los. Como persistiram na missão, foram decapitados, em 1226. São conhecidos como os primeiros mártires franciscanos do mundo.

15 de Janeiro

Santo Amaro Tornou-se beneditino com apenas 12 anos de idade. Muito amigo de São Bento, viveu com ele grandes experiências na obediência ao Espírito Santo. Era conhecido pelas poucas palavras e pelas ações sempre justas.

14 de Janeiro

Santa Elisabete Ana Bayley Seton Foi a primeira santa norte-americana. Foi para a Itália por dificuldades financeiras e perdeu o marido na viagem. Acolhida por uma família católica, se converteu e, ao regressar aos Estados Unidos, foi perseguida por sua fé. Deu início a uma obra que gerou uma Congregação para formação de crianças católicas.

13 de Janeiro

Santo Hilário Nascido em Poitiers, França, por volta do ano 315, converteu-se já adulto ao cristianismo. Foi eleito bispo de Poitiers e lutou contra o arianismo. Foi exilado na Ásia Menor e lá estudou o pensamento teológico oriental. Escreveu diversas obras e contribuiu bastante para o desenvolvimento da teologia da revelação.

12 de Janeiro

São Bernardo São Bernardo cresceu longe da Igreja. Seguiu carreira militar e acabou matando um companheiro em um duelo. Depois desse fato encontrou o caminho de Deus e trocou a arrogância pela paz, mudando completamente o seu modo de vida.

11 de Janeiro

Santo Vital Nasceu na região da Palestina e se deslocou até o Egito. Teve uma relação diferente com as prostitutas, não as julgando nem fazendo as buscar a santidade. Arrecadava fundos para pagar em dobro à essas prostitutas unicamente para ter a atenção delas. Por conta disso, foi ermitão foi preso e posteriormente morto pelos donos dessas mulheres.

10 de Janeiro

Frei Gonçalo de Amarante O frei português fez uma peregrinação pelas igrejas italianas. Ao regressar, teve ainda mais fervor na divulgação do Evangelho. Foi considerado o segundo fundador da cidade de Amarante.

09 de Janeiro

Santo André Corsini Seus pais não podiam ter filhos, mas rezaram insistentemente até conseguirem dar a luz a ele em 1302. Viveu uma juventude complicada e em meio a muitos pecados, mas conseguiu se redimir e passou a viver de maneira simples em prol dos enfermos e dos mais carentes.

08 de Janeiro

São Severino São Severino, apóstolo de Nórica (Itália), viveu no século V, de 410 a 482, durante o declínio do Império Romano. Era época de invasões bárbaras e ele aproveitou para estender os ensinamentos religiosos aos invasores. Conseguiu, de início, ganhar suas confianças, depois, o respeito e finalmente, suas devoções.

07 de Janeiro

São Raimundo de Peñafort Raimundo nasceu em 1175 no castelo de Peñafort, na província de Barcelona. Em 1222, entrou na ordem de São Domingos. Foi professor na Universidade de Bolonha e por ter-se tornado conhecido, o papa Gregório IX o chamou a Roma e o elegeu confessor. Ao voltar à Espanha, tornou-se terceiro geral da ordem e realizou a revisão e a aprovação das constituições dominicanas. Ao fim desse trabalho, renunciou a seu cargo, em 1240. É considerado o patrono dos confessores.

06 de Janeiro

Santa Rafaela Maria Nasceu em Córdova, na Espanha, em 1850. Fundou a Congregação das Escravas do Sagrado Coração de Jesus e morreu em 1925.

05 de Janeiro

São João Nepomuceno Neumann Um dos sucessores dos apóstolos, ele nasceu em 1811 na cidade de Boemia, no Sacro Império Romando Germânico. Foi acolhido nos Estados Unidos, onde se tornou padre. Participou de cerca de 80 igrejas e 100 colégios. Morreu em 1865.

04 de Janeiro

Santa Ângela de Foligno Nasceu em 1248, em Foligno, na Itália. Aos 37 anos, perdeu seus filhos, marido e pais e resolveu ingressar na Ordem Terceira de São Francisco. Escreveu sua autobiografia, uma das obras místicas católicas mais preciosas da Idade Média. Morreu em 4 de janeiro de 1309. Seu túmulo fica na igreja do convento franciscano de Foligno.

03 de Janeiro

Santa Genoveva Ela nasceu em Nanterre, França, por volta de 422. Entrou para o convento aos 15 anos e quando seus pais morreram, ela abraçou causas sociais e políticas. Na época, os habitantes da Gália tinham pouca proteção contra invasões bárbaras, e os hunos ameaçavam Paris. Ela aconselhou às pessoas que não saíssem das casas e que rezassem. O fato de a cidade ter escapado da invasão foi atribuído à suas orações e por isso ela é a santa protetora de Paris. Morreu em 502.

02 de Janeiro

São Basílio Magno Nasceu em Cesaréia, na Capadócia, no ano 330. Foi autor dos primeiros escritos sobre o Espírito Santo. Escreveu os basilianos, duas Regras que são seguidas até hoje pelos monges da Igreja do Oriente. Em 370, época de ameaças à fé cristã, foi nomeado bispo de Cesaréia da Capadócia. E pro sua firmeza diante dos ideais da Igreja tem o nome de Magno. Criou uma imensa obra a serviço dos pobres, fundando hospitais, asilos, casas de repouso, escolas de artesanato, etc.

01 de Janeiro

Maria, Mãe de Deus Santa Maria nasceu em Nazaré, região da Galiléia. Era casada com José, que pertencia à Casa de Davi. Jesus foi nela concebido por intervenção do Espírito Santo. O casal dirigiu-se para Belém, onde Jesus nasceu. E depois a família fugiu para o Egito para escapar de Herodes e só regressou após a morte do rei. E todos os anos eles iam a Jerusalém na Páscoa. No Concílio de Éfeso Maria foi declarada mãe de Deus.

31 de Dezembro

Olá, Curiosos! Confira o programa mais recente

Abobrinhas do dia

  • O famoso Bolero de Ravel foi inspirado em uma visita de Maurice Ravel a uma barulhenta siderúrgica.
  • A primeira greve que se tem registro na história aconteceu em 1160 a.C., quando os homens que trabalhavam na construção da tumba do faraó Ramsés III se juntaram para reivindicar o pagamento de uma ajuda de custo pelo serviço.
  • O pintor francês Gauguin trabalhou na construção do Canal de Panamá em 1887.

Dia…

Mundial da Tartaruga

do M.M.D.C.

Veja mais

Santo do dia

São João Batista de Rossi João Batista nasceu na província de Voltaggio, em Gênova, em fevereiro de 1698, mas passou grande parte da vida em Roma. Epilético e atingido por uma doença nos olhos, ele representa a vontade que triunfa sobre a doença. Criou a Pia União de Sacerdotes Seculares e inaugurou um albergue para mulheres dedicado ao santo Luís Gonzaga, de quem era devoto. Conquistou a simpatia do povo e morreu em 23 de maio de 1764. São João Batista foi beatificado por Pio IX e canonizado pelo papa Leão XIII.

Veja mais

Aniversários

Rubens Barrichello - piloto (1972)

Sílvio Caldas - cantor (1908), falecido em 03/02/1998

Veja mais

Mortes

Roger Moore - ator (2017), nascido em 14/10/1927

Arrelia - palhaço (2005), nascido em 31/12/1905

John Davison Rockefeller - industrial e filantropo (1937), nascido em 08/07/1839

Veja mais

Frase do dia

“A economia no Brasil é como um jaguar num zoológico. Tem uma força descomunal, mas está encerrada numa jaula.”
Kent Wilson

Loading...