Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

O “Repórter Esso” e o fim da Segunda Guerra Mundial

22 de maio de 2020

Durante duas décadas, a trilha do “Repórter Esso” foi a marca do principal noticiário do rádio. O programa entrou no ar em 28 de agosto de 1941, quando o Brasil passou a apoiar os aliados na Segunda Guerra Mundial.

O slogan “Testemunha ocular da história” dava a dimensão da credibilidade que o “Repórter Esso” transmitia ao público.

Em cada grande capital do país, havia um jornalista que conduzia o noticiário, mas o domínio da Rádio Nacional do Rio de Janeiro fez com que Heron Domingues se tornasse o mais conhecido em todos os cantos do Brasil.

Heron Domingues dormiu na Rádio Nacional para dar a notícia em primeira mão

Quando começaram os rumores de que o conflito estava para terminar, Domingues decidiu dormir na Rádio Nacional. Queria ser “o primeiro a dar as últimas”, outra assinatura do “Repórter Esso”. A ideia era que, assim que chegasse o telegrama anunciando a rendição alemã, todos soubessem da boa nova na voz dele.

Depois de duas semanas, exausto, Heron Domingues foi convencido pelo assistente do departamento artístico da emissora, Paulo Tapajós, a ir para casa descansar. Antes, porém, o jornalista gravou em uma fita o anúncio do fim da guerra. Se ele não estivesse na Nacional quando a informação chegasse, o áudio seria colocado no ar e outro jornalista complementaria a notícia que teria sido de toda forma trazida na voz de Heron Domingues.

A fita com a gravação se perdeu e a Rádio Tupi falou primeiro

No momento em que isso aconteceu, a direção da rádio não encontrou a fita. Com esse atraso, outra rádio importante da época, a Tupi do Rio de Janeiro, chegou a anunciar o desfecho do conflito, na voz de Décio Luiz. Mas a população só acreditou mesmo quando Heron Domingues entrou no ar com a informação.

Acompanhe um trecho da primeira edição do “Repórter Esso” e um depoimento de Heron Domingues num documentário sobre o “Repórter Esso”.

Marcelo Abud, do blog e podcast Peças Raras, especial para o “Você é Curioso?” (16/05/20).

Web Stories

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

A Loira do Banheiro existiu de verdade?

A Loira do Banheiro existiu de verdade?

A Loira do Banheiro é uma história baseada numa pessoa de verdade. Pelo menos é uma das versões. E aí tem História. Tudo começa em Guaratinguetá, no interior de São Paulo, em 1880. Por razões de aliança política, o Visconde de Guaratinguetá teria forçado sua filha,...

Luzes na escuridão: curiosidades sobre cavernas brasileiras

Luzes na escuridão: curiosidades sobre cavernas brasileiras

Para o lançamento do primeiro livro "Luzes na Escuridão", em 2017, um grupo de fotógrafos especializados em cavernas - do Brasil e de diferentes partes do mundo - percorreu 5 mil quilômetros por quatro Estados brasileiros: São Paulo, Goiás, Bahia e Minas Gerais. Foram...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Share This
Os 100 anos dos ursinhos da Haribo Qual é a origem do Creme Nivea? Você conhece o axolote, o “monstro aquático”? As pioneiras da ficção Científica