Unicórnios existiram?

11 de maio de 2020

Existiram, sim! Mas eles não eram cavalos com um chifre na cabeça! A descoberta de um fóssil em 2016 no Cazaquistão mudou a história de como os paleontólogos imaginavam a vida desse animal. Os pesquisadores já conheciam o unicórnio-siberiano (Elasmotherium sibiricum). Mas as mais novas descobertas mostraram que essa espécie viveu até há 29 mil anos, e não mais extintos há 350 mil anos, como se imaginava anteriormente. Essa descoberta de pesquisadores russos permitiu dizer que o animal habitou a Terra na mesma época que os primeiros humanos. Inclusive, é provável que os nossos ancestrais tenham caçado unicórnios-siberianos. Os unicórnios lembravam bastante os rinocerontes atuais. Na fase adulta, um unicórnio-siberiano chegava a 2 metros de altura e 4,5 metros de comprimento. Pesava cerca de 4 toneladas. A principal arma de defesa do unicórnio era um chifre fino e afiado no meio da testa, que media 1,5 metro de altura e pesava 60 quilos.

 

Resposta de Guilherme Domenichelli, biólogo e criador do canal Animal TV.

Artigos Relacionados

O calendário de datas do mundo animal

O calendário de datas do mundo animal

JANEIRO 12 - Dia do Caranguejo 31 - Dia Internacional da Zebra FEVEREIRO 02 - Dia da Marmota 15 - Dia Mundial do Hipopótamo 17 - Dia Mundial do Gato 19 - Dia Mundial da Baleia 27 - Dia Internacional do Urso Polar 27 - Dia Internacional de Ação pelos Golfinhos Terceiro...

Uggie, Chita, Totó e suas biografias animais

Uggie, Chita, Totó e suas biografias animais

Beatiful Joe A primeira autobiografia de um animal de que se tem notícia é “Beautiful Joe”, de 1893. Trata-se da triste história de vida do cão Joe, um terrier que sofreu maus tratos de seu dono, que chegou a cortar-lhe a cauda e as orelhas a sangue frio. Escrito por...

O primeiro rato a ganhar uma medalha por sua bravura

O primeiro rato a ganhar uma medalha por sua bravura

Magawa, um rato detector de minas terrestres no Camboja, recebeu hoje a Medalha de Ouro PDSA por sua bravura e devoção ao serviço.  A fundadora da People’s Dispensary for Sick Animals, na Inglaterra, Maria Dickin (1870-1951), criou o "Animal Awards Program" em 1943....

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *