Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Duna: o best-seller da ficção científica

31 de agosto de 2021

O romance “Duna“, do americano Frank Herbert (1920-1986), lançado em agosto de 1965, começou a ser publicado em três edições da revista “Analog”, em 1963 e 1964.  A obra já foi adaptada por David Lynch para o cinema em 1984 e depois para uma minissérie de TV em 2000 (com uma sequência em 2003). Agora estamos aguardando a estreia do filme de Denis Villeneuve. O livro foi recusado por 23 editoras, antes de ser lançado por uma gráfica conhecida por publicar manuais de manutenção de automóveis. Hoje ele é citado como o romance de ficção científica mais vendido da história. No Brasil, ele vem sendo publicado pela Editora Aleph.

Prev 1 of 1 Next
Prev 1 of 1 Next

A história é ambientada em um futuro distante. Segue a jornada do jovem Paul Atreides, envolvido em uma batalha entre casas feudais e o controle do planeta Arrakis, única fonte do mélange, especiaria capaz de prolongar a vida e expandir a consciência. Ele também  é vital para as viagens interestelares, pois possibilita aos navegadores a capacidade de traçar rotas seguras no espaço.

Certa vez, Herbert revelou que, por ser interessar em cogumelos, estudou o alucinógeno psilocibina – princípio ativo dos cogumelos mágicos. Assim, em “Duna”, os esporos traçam a curvatura do espaço. Alguém falou motor de esporos e “Star Trek Discovery”?

Os cogumelos mágicos também influenciaram a criação do misticismo das Bene Gesserits, a partir da história da curandeira mexicana Maria Sabina e o uso dos cogumelos como elementos sagrados de expansão de consciência e conexão espiritual.

“As influências de Herbert foram bem ecléticas”, explica o especialista Silvio Alexandre. “Uma delas foi T.E. Lawrence”. Durante a Primeira Guerra Mundial, o famoso oficial britânico se envolveu na Revolta Árabe contra o Império Otomano, que inspirou o filme “Lawrence da Arábia”.

Paul Atreides e Lawrence são estrangeiros que mergulham em uma cultura do deserto e ajudam a levar os habitantes locais a derrubar seus opressores. “Duna” foi um dos primeiros livros de ficção científica a se aprofundar nas questões ambientais, abordando a mudança ecológica e suas consequências. A obra trouxe grandes avanços para o gênero ao abordar mais aspectos humanistas do que tecnológicos e discutir temas como imperialismo e fanatismo religioso.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Por que Frankenstein e Hulk são verdes?

Por que Frankenstein e Hulk são verdes?

Quando a escritora Mary Shelley publicou a história em 1818, Frankenstein era descrito com longos cabelos escuros, dentes muito brancos, 2,5 metros de altura e a pele amarelada. Em suas primeiras adaptações, a criatura sem nome - criada pelo doutor Victor Frankenstein...

O primeiro Batmóvel era um carro comum vermelho

O primeiro Batmóvel era um carro comum vermelho

Em 1939, o roteirista Bill Finger e o artista Bob Kane começaram a publicar “as incríveis e incomparáveis aventuras do Batman”. Logo o Homem Morcego se tornaria um fenômeno da cultura pop. Quatro anos depois do lançamento dos quadrinhos, o Cruzado de Capa chegou aos...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This