Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Regente Feijó (1784-1843)

24 de abril de 2019

 

Filho de pais desconhecidos, Diogo Antônio Feijó nasceu em São Paulo, no dia 3 de agosto de 1784. Foi adotado e criado por dois padres, Fernando Lopes de Camargo e, depois, João Gonçalves de Lima. Ordenou-se padre em 1809 e começou a se interessar por política. Em 1821, foi deputado em Lisboa.

Voltou a São Paulo no ano seguinte, onde se opôs à política do primeiro-ministro José Bonifácio. Eleito deputado em 1826, ele fez parte da Regência Trina Permanente, que cuidou do país até a maioridade de d. Pedro II. Como ministro da Justiça, criou a Guarda Nacional e impediu os motins de oficiais e soldados na capital. Armou um golpe contra o Senado em 1832 e fracassou. Por isso, renunciou ao cargo.

Feijó apoiou uma moção que permitia o casamento dos padres brasileiros. A Igreja foi contra.

Foi eleito regente único em 1835, mas também renunciou dois anos depois. Apoiou a Revolta de Sorocaba, iniciada pelos membros do Partido Liberal de São Paulo em 1842. Foi preso, processado e exilado no Espírito Santo. Morreu no ano seguinte, logo depois sua libertação.

 

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Mulheres podem fazer sushi?

Mulheres podem fazer sushi?

Há muita gente que acredita que não. O motivo seria a oscilação da temperatura das mulheres no período fértil. A temperatura do corpo não sobe mais que meio grau. Isso seria o suficiente para o sushi sofrer alterações de sabor? O mito nasceu do conservadorismo da...

Balas de borracha não são feitas de borracha

Balas de borracha não são feitas de borracha

As balas de borracha foram usadas pela primeira vez pelo exército britânico em 1970 durante o conflito etnonacionalista "The Trouble" (O Problema), na Irlanda do Norte.  O projétil de borracha duro, de 15 centímetros, parecia um pequeno míssil e tinha o nome de...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This