Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Hospital de Londres detém direitos autorais de Peter Pan

26 de julho de 2012

Esta estátua de Peter Pan fica na porta de entrada do Great Ormond Street, um hospital em Londres especializado no tratamento de crianças. E esse não é o único item Peter Pan presente no hospital: lá, também tem um café temático, uma placa comemorativa, um playground da fada Tinker Bell e um mural artístico.


O tema reincidente tem um motivo especial. Apesar de nunca ter tido filhos, James Matthew Barrie (1860 – 1937), o criador da história do Peter Pan, sempre gostou de crianças, o que o incentivava a apoiar o Great Ormond Street. Em 1929, ele foi chamado para integrar um comitê formado com o objetivo de recolher recursos para a compra de novas terras ao hospital. Barrie recusou o convite, mas prometeu contribuir de outra forma.
Para a surpresa de todos, dois meses depois, o escritor cedeu todos os direitos de sua mais famosa obra ao hospital. Barrie só pediu que o valor arrecadado nunca fosse revelado ao público. Na época, a imprensa inglesa estimou que o presente renderia ao hospital cerca de oito mil libras por mês.
Ninguém poderia prever que o personagem, então com 25 anos, seria transformado em um ícone infantil. Mais de 100 anos depois de sua criação, Peter Pan continua presente na vida das crianças. O menino estrelou pelo menos dez filmes hollywoodianos, incluindo os sucessos Hook (1991), com Robin Williams, Em Busca da Terra do Nunca (2004), com Johnny Depp, e o clássico de animação da Disney Peter Pan (1953).

Peter Pan em animação da Disney

Em 1987, quando James Matthew Barrie completou 50 anos de morte, a história de Peter Pan ganhou domínio público no Reino Unido. Por serem os royalties uma importante fonte de renda, o hospital Great Ormond Street entrou com um recurso na justiça e conseguiu, em 1988, a aprovação da manutenção perpétua dos direitos dentro do Reino Unido. Desde 2007, aos 70 anos da morte de Barrie, os espetáculos produzidos e livros vendidos em outros países não são mais obrigados a pagar direitos autorais ao hospital. A Espanha e o México são exceções: graças à legislação desses países, a patente do Peter Pan só cairá na Espanha em 2017, 80 anos depois da morte do autor, e no México em 2037, no centenário de morte de Barrie. Os Estados Unidos ainda pagam patente relativa à peça do Peter Pan, pois lá há uma lei específica para espetáculos teatrais. Como a peça só foi escrita em 1928, a patente é válida até 2023.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

O turista azarado das Torres Gêmeas

O turista azarado das Torres Gêmeas

Para comemorar os 20 anos do "Olá, Curiosos!", pedimos a Gilmar Lopes, criador do canal E-Farsas, para contar uma fake news de 2001. Ele lembrou da foto de um turista no topo do World Trade Center minutos antes de os aviões se chocarem contra as Torres Gêmeas. O que...

A piscina mais funda do mundo

A piscina mais funda do mundo

Os Emirados Árabes Unidos não param de inaugurar grandes atrações para atrair cada vez mais turistas. Na semana passada foi inaugurada em Dubai a piscina para mergulho mais profunda do mundo. A Deep Dive Dubai tem 60 metros de profundidade e 14,6 milhões de litros de...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This