Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

10 curiosidades da moda

24 de abril de 2019
  1. O estilista brasileiro Alexandre Herchcovitch chocou a plateia em um desfile enquanto ainda era estudante de moda, ao vestir uma noiva de diabinha.
  2. A bermuda foi batizada com o nome de sua terra natal, as ilhas Bermudas, localizadas no Caribe. Ela surgiu entre os anos 30 e 40 como uma forma de driblar as leis locais, que impediam as mulheres de mostrar as pernas.
  3. O famoso perfume Chanel nº 5, inventado pela estilista francesa Coco Chanel em 1921, foi eleito o mais “emblemático” dos perfumes. A fragrância de jasmim perfumou mulheres como a atriz Marilyn Monroe — que ajudou a criar a mística do Chanel ao afirmar que dormia vestindo apenas “algumas gotas de Chanel número 5”. Estima-se que um vidro do perfume é vendido a cada 55 segundos ao redor do mundo.
  4. O espartilho é uma peça de lingerie que causava problemas seriíssimos para as mulheres do século XV ao XIX, época em que foi popular. Para ostentar aquela cinturinha fina, elas eram obrigadas a apertar os seios para cima com os cordões da peça.
  5. Um dos itens mais utilizados nas seções de fotos de catálogos de moda é a fita crepe. Muitas vezes a roupa fica enrugada e, para que os looks saiam perfeitos nos cliques, são presos com a fita atrás do corpo das modelos.
  6. Indigo blue é a forte cor azulada que o jeans apresenta antes da lavagem. O auge da cor nos jeans foi durante os anos 80.
  7. Louis Réard inventou o biquíni em 26 de junho de 1964. O estilista francês batizou o traje com o nome do atol no Pacífico, onde os americanos realizaram testes atômicos.
  8. Os primeiros botões de roupa eram feitos com osso e metal.
  9. Roupas da princesa Diana foram leiloadas 3 anos depois de sua morte. Só o catálogo da casa de leilões inglesa Christhie’s, que promoveu a venda das peças, foi comprado por 83 mil dólares, tornando-se o livro impresso mais caro do século XX.
  10. As peças mais antigas que o homem criou para proteger seus pés foram as sandálias, inventadas pelos egípcios há mais de 5.000 anos. Ao longo dos séculos, vieram os sapatos. Mas só em meados de 1850 começou a haver uma distinção visível entre os pés direito e esquerdo.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Os melhores perfumes estão nos menores frascos

Os melhores perfumes estão nos menores frascos

Existem também os perfumes Chanel nº 1, 2, 3 e 4? Como funciona o marketing olfativo? O que é aromaterapia? Essas e outras perguntas foram respondidas por Luciene Ricciotti, publicitária especializada em perfumaria e marketing olfativo. É autora de cinco livros, entre...

Ele está em todas as bocas: a curiosa história do batom

Ele está em todas as bocas: a curiosa história do batom

Pintar a boca era um hábito cultivado no Egito. A rainha egípcia Nefertiti mostra que as mulheres já gostavam de pintar os lábios mil anos antes de Cleópatra. Para isso, recorriam aos produtos naturais como a púrpura de Tyr. Já na Grécia, elas costumavam aplicar...

A linha do tempo da história dos perfumes

A linha do tempo da história dos perfumes

Os perfumes estão na sociedade há muito tempo e nunca perdem sua popularidade, mas você conhece a origem deste fenômeno? Descubra agora a evolução dos perfumes desde os tempos primordiais! Perfume para ocular o mau hálito No Antigo Egito: em 2900 a.C., os egípcios...

1 Comentários

1 Comentário

  1. Anne

    Nss será que essas dicas são boas

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This