Não adianta insistir: só consegue abrir este sutiã quem antes conquistar o coração da dona. A revolucionária peça de roupa da marca japonesa Ravijour faz uso de uma criativa tecnologia para selecionar o sortudo.

SUTIÃ MOVIDO A CORAÇÃO
Quando nos apaixonamos, nosso corpo sofre um pico de excitação que estimula a medula adrenal a liberar catecolamina, composto químico que afeta o sistema nervoso autônomo e estimula o trabalho cardíaco. Um sensor acoplado ao sutiã registra os batimentos cardíacos da moça e manda um sinal via Bluetooth para um aplicativo de smartphone. O aplicativo então calcula a “taxa de amor verdadeiro”, baseado nas mudanças do ritmo cardíaco ao longo do tempo. Quando essa taxa ultrapassa um valor específico, o fecho do sutiã é automaticamente liberado, e a lingerie se abre sem precisar de esforço algum.
SUTIÃ JAPONÊS QUE SÓ ABRE QUANDO O CORAÇÃO DISPARA
E se o coração da garota disparar por outro motivo qualquer? Não há com o que se preocupar. A tecnologia é programada para detectar a alteração cardíaca específica do coração apaixonado. Quando malhamos na academia, por exemplo, nossos batimentos atingem valores próximos à capacidade máxima do órgão, mas esse processo não é desencadeado pela medula adrenal, como ocorre no romance.
O sutiã da Ravijour não foi posto à venda no varejo, mas os japoneses têm a chance de testar o produto. Quem compra 5.000 ienes (cerca de 120 reais) em produtos da marca pode vesti-lo durante uma noite em um dos hotéis nas seis cidades japonesas que aderiram à campanha. Cinco casais que passarem no teste poderão levar o brinquedo para casa.
Para você que não está no Japão, o site WikiHow ensina cinco maneiras diferentes de abrir o sutiã de uma mulher.