WINSTON CHURCHILL

  • Habituou-se a fumar charutos quando serviu em Cuba, entre 1895 e 1900, como oficial do exército britânico.
  • Lutou ao lado dos espanhóis contra os rebeldes que queriam a independência da ilha e, na ocasião, escapou por pouco de morrer numa emboscada.
  • Fumava cerca de 3000 habanos por ano. Exigente, considerava 17,80 cm de comprimento por 1,5 de diâmetro o tamanho ideal para um charuto – para muitos produtores de Havana, o nome Churchill passou a designar os charutos daquele tamanho.
  • Sua marca favorita era a Punch, criada especialmente para o mercado britânico pela J. Valle y Cia. Sempre que ia a Cuba, o político visitava a fábrica Monte y Zulueta, onde o Punch era enrolado. Os charutos dessa marca demoravam cerca de 69 minutos para serem fumados.
  • Winston Churchill sofria de depressão, sentimento que ele denominava de “black dog” (cachorro negro). Morreu aos 90 anos, em 24 de janeiro de 1965 – exatamente 70 anos depois da morte de seu pai, Randolph Churchill.
  • Ganhou o prêmio Nobel de Literatura  em 1953 “pelos dotes na descrição histórica e biográfica e pela brilhante oratória na defesa e exaltação dos valores humanos” presentes nos 6 volumes da obra “Segunda Guerra Mundial”. A edição inicial do primeiro volume vendeu 200 mil livros na Inglaterra e 600 mil nos EUA.
  • Filho de um lorde inglês com uma americana, Winston Churchill recebeu do Presidente John Kennedy , em 1963, o título de Cidadão Honorário dos Estados Unidos da América