Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Dia do Teatro: quem foi o primeiro ator da História

6 de abril de 2021

Nosso calendário registra o dia 21 de março como Dia Universal do Teatro. E o dia 27 de março é o Dia Mundial do Teatro e o Dia do Circo. Temos mais duas ou três datas sobre isso no calendário. Para uma atividade ter tantas datas comemorativas é porque, como diz o professor Warde Marx, “aí tem história”.

A atividade teatral é mais do que apenas uma forma de arte. Ela nasce da necessidade da comunicação de um ser humano com outro – desde quando a gente se constituiu como espécie, a Homo Sapiens, há uns 300 mil, 350 mil anos. Antes que desenvolvêssemos um idioma, nós já tínhamos que nos entender – e aí está a raiz do teatro. À noite, em volta da fogueira, quando alguém mostrava com seu corpo e voz como tinha sido a caçada daquele dia já estava usando recursos teatrais que praticamos até hoje. Depois vieram conversas mais sérias. Foi quando nossos antepassados tiveram que falar com os deuses; aí surgiram as demais artes, pinturas nas cavernas, dança da chuva, hinos a deuses e heróis.

Prev 1 of 1 Next
Prev 1 of 1 Next

Desde a antiga Grécia, Dioniso é o deus da fertilidade, do vinho e do teatro. Seus ritos eram chamados de “dionisíacas”. Suas aventuras e desventuras eram relatadas em cantos parecidos com ladainhas, chamados ditirambos e entoados por um coral, mas havia alguns intérpretes que se destacavam. Esse foi o caso de Téspis de Icária, que nasceu por volta de 550 a.C. e morreu aos 50 anos. Em novembro de 534 a.C, Téspis foi chamado a Atenas para se apresentar numa novidade: um concurso de ditirambos que ocorreria na Grande Dionisíaca. Téspis apresentou um novo jeito de entoar os cantos: ele se destacou do coro e apresentou-se como o próprio Dioniso, dialogando com o coro. Isso acontecia pela primeira vez. Foi um sucesso instantâneo e ele foi o grande vencedor do concurso. Numa carroça, que lhe servia de transporte e palco, Téspis percorreu a Grécia com seu coro, apresentando as lendas da riquíssima religião grega, que hoje chamamos de mitologia.

Os festivais de teatro substituíram o concurso de ditirambos. Os vencedores desses festivais anuais não ganhavam dinheiro, mas havia um imenso prestígio na cidade. Eram reconhecidos como cidadãos importantes, que contribuíam para a coletividade. Ali, o teatro servia para a educação do cidadão. A ação no palco era – e ainda é –um laboratório da vida humana. Em meio ao entretenimento, o espectador observa como sua vida é ou poderia ou deveria ser. E sai do teatro refletindo sobre isso, mesmo que vá comer uma pizza depois.

O teatro grego durou enquanto durou a democracia grega. Em Roma, o teatro foi aceito apenas como diversão, sem contestação alguma. O cristianismo acabou de vez com ele. A atividade cênica foi proibida pela Igreja Cristã no século V. Mas, voltou no século X – ah, como é doce a vingança – porque a Igreja descobriu que era muito útil para formar o cidadão do mundo cristão. O mesmo que os gregos tinham percebido, 1.500 anos antes.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Alfarrábio, o homem que virou sinônimo de livro velho

Alfarrábio, o homem que virou sinônimo de livro velho

Alfarrábio vem do latim "Alpharabus", nome latino do grande filósofo árabe Abu Nasr Mohammad Ibn al-Farakh al-Farabi, assim chamado por ter nascido numa aldeia próxima a Farab, no Turquistão, em território hoje pertencente ao Irã. Fez seus primeiros estudos em Farab e...

Como a Mitologia Grega explica a origem das estações do ano

Como a Mitologia Grega explica a origem das estações do ano

"No Hemisfério Norte, a Primavera é a primeira estação do ano", diz o professor Warde Marx. "Para nós, no Hemisfério Sul, é o começo do fim do ano". Qual é a origem das estações do ano? De onde vieram seus nomes? Aí tem História. A princípio, os termos latinos "ver" e...

A guerra mais rápida da história

A guerra mais rápida da história

Quanto tempo pode durar uma guerra? Bem, tivemos a Guerra dos Cem Anos, que durou mais de 100 anos (1337 a 1453).  A da Coreia está em cartaz há mais de 70 anos. Tem alguma curta, curtíssima? Aí tem História. No dia 27 de agosto de 1896, duas ilhas entraram em guerra....

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This