Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Quanto tempo a ficção científica demorou para se tornar realidade

11 de março de 2015

No filme “De Volta para o Futuro II” (1989), os personagens vivem no distante ano de 2015. A imaginação do diretor Robert Zemeckis não teve limites na hora de demonstrar as inovações que existiriam no ano em que estamos vivendo. Carros e skates voadores, forno de hidratação de pizza, sistema de pagamento com impressão digital, óculos de realidade virtual, videoconferências, tênis que amarram sozinhos… Tirando os carros voadores e as pizzas hidradatas, todo o resto foi feito – ou está muito bem encaminhado. A edição de hoje do jornal americano USA Today apresentou uma pesquisa bastante curiosa, que reproduzo aqui: quantos anos se passaram até que o imaginado na ficção se tornasse realidade.

Quanto tempo demorará para termos carros voadores?

Em 1965, o agente secreto Maxwell Smart, no seriado Agente 86, tirava seu sapato e o transformava num telefone móvel. Em 1984, a Motorola lançou o primeiro celular comercial, o DynaTAC 8000, vendido por aproximadamente 8 mil dólares. No Brasil, o primeiro aparelho chegou no começo da década de 90, o Motorola PT-550 – também chamado de MicroTAC 9800X.


Em “Star Trek – Jornada nas Estrelas”, no ano de 1966, o capitão James T. Kirk brigava com seus inimigos, os Klingons, por meio de conversas por vídeo, numa tela gigante na ponte da Enterprise. Em 2003, todos conectados na internet puderam dar uma de capitão Kirk e fazer videoconferências pelo Skype.

Rosie, a faxineira robotizada do desenho “Os Jetsons”, deixava a casa um brinco. A ideia de 1962 virou realidade em 2002. Com a criação do Roomba, pela empresa iRobot, as pessoas deixaram de pegar no aspirador de pó tradicional e passaram a deixar o aparelho robotizado trabalhar. Ele se ajusta automaticamente a diferentes pisos e vai sugando as sujeiras que vê pela frente – sem precisar de ajuda humana. A fabricante garante que limpa até 98% dos resíduos. O produto é vendido por 400 dólares nos Estados Unidos.

Em 2011, o iPhone 4S passou a conversar. O advento da tecnologia Siri permite que, a partir de comandos de voz, o celular busque diretamente mapas e músicas – ela ainda não entende português. No ano de 1968, o filme “2001: Uma Odisseia no Espaço” previu um assistente virtual. O computador do navio HAL 9000 falava com o Dr. David Bowman.

A nova aposta do mercado de tecnologia é o relógio inteligente, uma espécie de celular de pulso. O mais novo modelo é o Apple Watch. Só que, dois anos atrás, a Samsung e a Pebble já haviam lançados os seus. Em 1946, Dick Tracy usava seu relógio de pulso para captar a comunicação da polícia e poder enfrentar os inimigos com mais eficiência. O personagem foi criado pelo cartunista Chester Gould em 1931.


Para 2015, a Nike promete lançar o tênis que amarra sozinho, usado por Marty McFly  em “De Volta para o Futuro II”. A empresa americana lançou em 2011 um sapato com o mesmo modelo do Nike MAG, mas ele não se amarrava sozinho. Já o hoverboard, ou o skate voador, já é realidade. Pesando 40 quilos, ele só flutua em superfícies não ferrosas e altamente condutoras. A tecnologia foi criada pela startup americana Arx Pax e chegará aos mercados em 21 de outubro de 2015, dia em que Marty McFly desembarcou no presente ano.


(com imagens e artes da edição de 11 de março do USA Today)

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

O primeiro Batmóvel era um carro comum vermelho

O primeiro Batmóvel era um carro comum vermelho

Em 1939, o roteirista Bill Finger e o artista Bob Kane começaram a publicar “as incríveis e incomparáveis aventuras do Batman”. Logo o Homem Morcego se tornaria um fenômeno da cultura pop. Quatro anos depois do lançamento dos quadrinhos, o Cruzado de Capa chegou aos...

Como o Universo Marvel começou

Como o Universo Marvel começou

O primeiro desenho animado da Marvel estreou em setembro de 1966 na TV americana. Eram cinco personagens: Capitão América, Homem de Ferro, Hulk, Thor, e Namor, o Príncipe Submarino. As histórias tinham 20 minutos. Foi lançado no Brasil com o nome “Clube Marvel...

2 Comentários

2 Comentários

  1. Lia Sandra Alves

    Pena que eu não tenho mais idade para usar os tênis e a prancha … Amo tecnologia e pra quem não leu o livro Eu robô de Issak Asimov, publicado em 1942 , ele descreveu uma reunião com imagem holografica com várias pessoas, hoje sabemos que a halografia vem sendo usada em larga escala …. Fui assistir anum culto onde o pastor estava falando para 3 templos ao mesmo tempo , a imagem é tão perfeita que fica difícil saber se ele é de carne e osso ou uma imagem

    Responder
  2. Donizeti Vassao

    Quem poderia imaginar que tudo que vimos nos filmes iria se tornar realidade? Embora em proporções menores quase tudo está aí, inclusive a interatividade que poucos previram…

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This