Godzilla e King Kong se enfrentam novamente agora em 2021. São dois gigantes icônicos da cultura pop. Godzilla é a franquia de filmes mais antiga da história. Surgiu em 1954, no Japão, e conta atualmente com cerca de trinta filmes. Godzilla simbolizava o holocausto nuclear, uma metáfora para as armas nucleares. Algo como: “a humanidade criou a bomba e agora a natureza se vinga da humanidade”.

O especialista Silvio Alexandre conta o início desse encontro. O gorila Kong é mais antigo. Sua estreia no cinema aconteceu em 1933, com aparições em diversas mídias e doze filmes. O monstro que anda pelas ruas de Nova York destruindo tudo e assustando cidadãos representou o desejo de morte da crise econômica de 1929 e a Grande Depressão Americana. É também símbolo do conflito entre civilização e natureza.

Atualmente, os dois titãs fazem parte do universo “MonsterVerse”, uma linha de tempo alternativa onde o planeta Terra é oco e habitado por criaturas gigantes de várias formas e tamanhos. Um sistema de túneis subterrâneos permite que eles viajem pelo globo sem chamar a atenção dos humanos. Começou em 2014 com o filme “Godzilla”; seguido por “Kong: A Ilha da Caveira”, de 2017; e “Godzilla II: Rei dos Monstros”, de 2019.

“Godzilla vs. Kong” é o quarto filme deste universo compartilhado e marca o reencontro dos dois, depois do filme antológico de 1962. Os Titãs já dominaram a Terra muito antes da humanidade. Eles são estudados pela organização científica Monarch, que acredita que alguns deles são “protetores”, como Kong, Godzilla e Mothra. Já outros Titãs são “destruidores”, como o Rei Ghidorah, Rodan e Scylla.

A franquia MonsterVerse não se restringe ao cinema. Godzilla tem quadrinhos que detalham outros aparecimentos do lagarto gigante pelo mundo. Kong ganhou uma série em quadrinhos que mostra um pouco mais do universo do personagem depois dos eventos do filme “Ilha da Caveira”, e outras histórias que funcionam como prequel ou introdução. Além disso, os dois aparecem em filmes, livros infantis, videogames, entre outros produtos.