As grandes inspirações de George Lucas em “Star Wars”

5 de maio de 2021

A semana entre 25 de abril e 1º de maio tem fortes significados para a história da liberdade. Dia 25 de abril é a data da Revolução dos Cravos, que restaurou a democracia em Portugal em 1974. É também o Dia da Libertação da Itália, em 1945. Daquela data até 1º de maio todo o norte da Itália ficou livre do governo fascista. No dia 28, o ditador Benito Mussolini foi preso e executado. Dois dias depois, os soviéticos chegaram ao centro de Berlim e tomaram o Palácio do Reichstag, o Parlamento alemão. Ao ser informado disso, Adolf Hitler e Eva Braun se suicidaram. Tivemos a rendição dos alemães no dia 2 de maio.

Isso, sem falar de outros tipos de luta, como o Dia do Trabalho, celebrado em muitos países nessa data, a partir de manifestações operárias nos Estados Unidos em 1886. Essas lutas todas não estão presentes apenas em salas de aula. Muitas manifestações da arte fazem referências a elas. Aproveitando a celebração do Star Wars Day, em 4 de maio, vou mostrar como a História penetra o universo criado por George Lucas. Olha só:

Prev 1 of 1 Next
Prev 1 of 1 Next

Sturmtruppen, soldados alemães na Primeira Guerra
Você certamente se lembra daqueles soldados a mando do Império, com armaduras brancas, os stormtroopers (ou “soldados-tempestade”, numa tradução bem ao pé da letra), certo? Pois saiba que o exército alemão tinha na Primeira Guerra Mundial uma tropa de intervenção, gente braba, violenta, quase guerrilheira, que se infiltrava nas trincheiras inimigas, chamada… sturmtruppen! – com o mesmo significado.

O que os viecotcongues ensinaram aos ewoks
Os cavaleiros jedi foram inspirados em samurais e templários. E os ewoks, simpáticas criaturas que, com técnicas de guerrilha, ajudaram a enfrentar o Império, arrebentando os stormtroopers? A inspiração veio dos guerrilheiros vietcongues, que enfrentaram – e venceram! – o império americano. Perguntado sobre o assunto, o diretor George Lucas respondeu: “Ora, escrevi meus roteiros durante a Guerra do Vietnã. E lá um pequeno grupo de pessoas mal armadas superaram uma força muito superior”.

O Império do Mal e o Terceiro Reich
O Imperador Palpatine (Darth Sidious) vive sendo associado a Hitler, Stalin, Pinochet. Mas, para George Lucas, o presidente americano da época, o maquiavélico Richard Nixon, foi a fonte para a criação do Imperador do Mal. E o próprio império era uma reedição do Terceiro Reich. Já o Senado, que foi suplantado pelo Império, era baseado na estrutura do Senado Romano, que acabou cedendo poderes à reforma imperial, que substituiu a República. Por falar em Roma, não dá para passar pela corrida de pods, as podraces, sem lembrar das corridas de bigas, existentes na Antiguidade (na verdade gregas, anteriores às romanas), famosas nas versões do filme “Ben-Hur”.

Princesa Leia e as revolucionárias mexicanas
A Princesa Leia foi baseada num grupo de mulheres que fizeram história no começo do século XX, durante a Revolução Mexicana: Las Soldaderas. Elas eram bem duras na queda, realizaram diversas missões durante a guerra revolucionária, mas não são conhecidas fora do contexto mexicano. A mais famosa delas foi Clara de la Rocha, que chegou ao posto de coronel. Há uma foto em que Clara usa um belo par de coques laterais, que fizeram a marca da Princesa Leia.

A Estrela da Morte e a bomba atômica
A famosa Estrela da Morte guarda um forte paralelo com o Projeto Manhattan, que desenvolveu a primeira bomba atômica. O chefe do projeto, o físico Robert Oppenheimer, um pacifista, tinha fortes restrições à construção daquela arma tão terrível. E, quando a viu pronta, disse: “Agora me converti na Morte, o destruidor de mundos”. Isso faz lembrar a fala do criador da arma definitiva imperial Galen Erso: “Nós a chamamos de Estrela da Morte. Não há nome melhor … e logo chegará o dia em que será desencadeada.”

Viu como uma série de cinema, sem maiores pretensões a não ser emocionar e divertir, pode ter relações muito concretas com a boa e velha… História?

Warde Marx, especial para o “Olá, Curiosos!” (01/05/2021)

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Por que lilás é a cor do Dia do Orgulho Nerd?

Por que lilás é a cor do Dia do Orgulho Nerd?

O "Glorioso 25 de Maio", evento da série "Discworld", do inglês Sir Terry Pratchett, é responsável pelo lançamento dessa moda entre os nerds. Os sobreviventes da Revolução Gloriosa, que substituem a Monarquia por uma República, se reúnem no Cemitério dos Deuses...

Quem inventou o jogo Detetive

Quem inventou o jogo Detetive

O jogo Detetive foi criado em 1943 pelo músico e compositor inglês Anthony Ernest Pratt (1903-1994). Ele recebeu a patente no ano seguinte. Durante a Segunda Guerra, ele trabalhava numa fábrica de componentes de tanques. Achava aquilo um tédio e pensou que um jogo de...

Doug Wildey, o criador de Jonny Quest

Doug Wildey, o criador de Jonny Quest

O cartunista Doug Wildey revolucionou os desenhos animados da TV americana com a série "Jonny Quest", dos estúdios Hanna-Barbera. Foi a primeira série de animação com personagens realistas. A abertura apresentava o elenco como se fosse formado por atores reais. Com...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This