Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Adriana Melo, a brasileira que revolucionou o mundo das HQs

25 de novembro de 2010

No “Você é Curioso?” deste sábado, eu e Silvania Alves iremos entrevistar a brasileira Adriana Melo, a primeira mulher a desenhar personagens de HQ como o Justiceiro e o Homem-Aranha.

Adriana só conheceu os quadrinhos de super-heróis com 16 anos, quando uma professora de Artes passou um trabalho sobre “quadrinhos adolescentes”. Desde então, ela se apaixonou pelo gênero e começou a aperfeiçoar seu traço, usando outros artistas como inspiração. Dois anos depois, soube que os desenhistas Roger Cruz e Marcelo Campos estariam em uma convenção de comics e levou alguns trabalhos para que eles vissem. Acabou conseguindo o telefone de um agente e, com isso, a carreira decolou.

Adriana Melo já fez trabalhos para quatro grandes editoras dos Estados Unidos. Na Top Cow, foi a primeira mulher a produzir um título central (“Witchblade”). Na Dark Horse, desenhou “Star Wars: Empire” por um ano. Trabalhou também para a gigante DC Comics, ilustrando capas e um número de “Lanterna Verde”. Atualmente, faz desenhos para a arquirrival da DC, a Marvel, e é responsável por elaborar páginas de “Miss Marvel Jackpot” e outras séries. Também desenhou  uma capa de “X-Men Legacy”.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Por que Frankenstein e Hulk são verdes?

Por que Frankenstein e Hulk são verdes?

Quando a escritora Mary Shelley publicou a história em 1818, Frankenstein era descrito com longos cabelos escuros, dentes muito brancos, 2,5 metros de altura e a pele amarelada. Em suas primeiras adaptações, a criatura sem nome - criada pelo doutor Victor Frankenstein...

O primeiro Batmóvel era um carro comum vermelho

O primeiro Batmóvel era um carro comum vermelho

Em 1939, o roteirista Bill Finger e o artista Bob Kane começaram a publicar “as incríveis e incomparáveis aventuras do Batman”. Logo o Homem Morcego se tornaria um fenômeno da cultura pop. Quatro anos depois do lançamento dos quadrinhos, o Cruzado de Capa chegou aos...

2 Comentários

2 Comentários

  1. Paulo

    OLA ADRIANA!
    FIQUEI SURPRESO QUANDO FIQUEI SABENDO QUE UMA MULHER BRASILEIRO HAVIA ENTRADO PARA O MERCADO DE HQ.
    MAS FIQUEI FELIZ POIS MAIS UMA VEZ ESTARIAMOS MOSTRANDO PARA OS AMERICANOS NOSSO TALENTO.
    GOSTO MUITO DOS SEUS DESENHOS E DO SEU ESTILO DE DESENHAR E HOJE OS QUADRINHOS AMERICANOS DE SUPER HEROIS ESTÃO TÃO ESQUISITOS PRINCIPALMENTE NOS DESENHOS E NÃO SE VE MAIS NENHUM BRASILEIRO DESENHANDO QUADRINHOS AMERICANOS.
    BEM ALGUNS; POR ISSO PEGUEI A MANIA DE NÃO MAIS COMPRAR GIBIS MAS DE ABRIR E VER SEMPRE O NOME DO DESENHISTA PARA VER SE É DESENHISTA BRASILEIRO OU UM QUE EU GOSTE SENÃO TENHO MEDO DE DESPERDISAR MEU DINHEIRO COMPRANDO UM GIBI QUE SEI QUE NÃO VOU GOSTAR DE LER VISTO QUE ATÉ AS HISTÓRIAS HOJE SÃO MUITO CHATAS.
    AS TRAMAS SÃO MAIS BAGUNÇAS QUE HISTÓRIA!
    ANTES NÃO ANTES EU COMPRAVA UM QUADRINHOS DE SUPER HEROIS PELO GOSTO DE LER AS HISTORIAS QUE ERAM LEGAIS MAIS DIVERTIDAS E SIMPLES DE ENTENDER; JA HOJE OS DESENHOS SÓ SERVEM PARA PIORAR AS PÉSSIMAS HISTORIAS, PARECEM MAIS UM MONTE DE RABISCOS QUE DESENHOS DA UMA SAUDADE DOS DESENHOS: JACK KIRB, DO DAVE COCKRUM, GIL KANE, JHON BUSCEMA, ALAN DAVES, GEORGE PEREZ, JHON ROMITA ETC…………
    MAS FALANDO DE VOCÊ GOSTARIA DE VER MAIS TRABALHO SEU SE NÃO NO MERCADO AMERICANO PORQUE NÃO NO MERCADO NACIONAL MESMO.
    JUNTA OS ESTUDIOS QUE TEM AQUI EM SAMPA E VAMOS FAZER UM QUADRINHOS DE FICÇÃO NACIONAL MESMO; FAZ UM TEMPÃO QUE EU NÃO VEJO UM NAS BANCAS.
    UM ABRAÇO E TUDO DE BOM!

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This