Um resgate histórico: conheça a artista plástica paulista Susan Zeppellini, radicada no País de Gales, Reino Unido, desde 1989. Em 1976, ela era sócia do estúdio Crazy Bike, em Moema, na capital paulista. Fazia trabalhos em capacetes e tanques de motos personalizados. Foi isso que a levou para a Fórmula-1.
Susan foi convidada por Wilsinho Fittipaldi para pintar os carros da Escuderia Fittipaldi.  Mas o nome da pioneira acabou sendo apagado estranhamente da história, fato que costuma acontecer com mulheres. Hoje Susan é diretora e proprietária do Base Art Studio & Gallery, no País de Gales. É ali que ela ensina sobre cerâmicas artísticas e representa outros artistas.