Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

10 curiosidades sobre o surfe

24 de abril de 2019
  1. Em 1778, ao “descobrir” o Havaí, o navegador inglês James Cook registrou a presença do que considerou um esporte bastante relaxante, praticado sobre pranchas de madeira. Segundo relatos, um rei indonésio chamado Tahito chegou ao Havaí muito antes de Cook e ensinou aos locais sua grande diversão na Polinésia: o surfe.
  2. O surfe é conhecido como “o esporte dos deuses”. Na Polinésia, somente os reis podiam praticá-lo em pé na prancha. Os súditos deveriam ficar deitados.
  3. Em 1820, com a chegada dos primeiros missionários brancos ao Havaí, a prática do surfe foi desestimulada, já que os colonos não o consideravam um esporte .
  4. O surfe, assim como o Havaí, permaneceu desconhecido até o início do século XX, quando o nome de Duke Paoa Kahanamoku, descendente da família real havaiana, despontou no cenário mundial. Nas Olimpíadas de 1912, aos 22 anos, Duke ganhou uma medalha de ouro ao bater o recorde dos 100 m nado livre e uma de prata no revezamento 4 x 100 m. Aproveitando as muitas entrevistas que dava, ele sempre mencionava a existência do surfe, dizendo ser assíduo freqüentador da praia de Waikiki.
  5. Em 1913, Duke introduziu o esporte nos Estados Unidos. Em 1915, foi a vez de o campeão ensinar as manobras sobre a prancha para os australianos. Graças a seus esforços, o surfe foi se moldando até adquirir os fundamentos que tem hoje. O havaiano morreu em 1989, aos 94 anos, e é até hoje reverenciado como o pai do surfe moderno.
  6. O Hang Loose, famoso gesto utilizado pelos surfistas para se cumprimentar, teria sua origem com um antigo rei havaiano. Segundo a lenda, ele tinha o costume de surfar e acenar para o público mas, justamente na mão que usava para dar “tchauzinho”, possuía apenas os dedos polegar e mindinho. Já seu nome surgiu no Havaí entre 1950 e 1960, e quer dizer “ficar numa boa, tranquilo, sossegado”.
  7. O atleta que mais ganhou dinheiro praticando surfe foi o americano heptacampeão mundial Kelly Slater. Em 1998, faturou US$ 702.230,00 só em prêmios (sem contar os patrocínios e anúncios publicitários).
  8. No Brasil, o esporte surgiu com os turistas americanos que traziam suas pranchas para explorar os “picos” locais. Em 1938, foi fabricada a primeira prancha 100% brasileira. Na década de 70, o esporte virou uma febre entre os jovens.
  9. A maior prancha do mundo, finalizada em 2005, media 12 metros de comprimento, 3 metros de largura e 30 centímetros de espessura. A belezinha, construída na Austrália por Nev Hyman, foi usada para quebrar o recorde de maior número de pessoas em cima da mesma prancha: foram 47.
  10. A expressão “Brazilian Storm” (Tempestade Brasileira, em português) foi cunhada pela mídia estadunidense em 2011. Isso tudo por causa da onda de surfistas brasileiros que passaram a se destacar no esporte em nível mundial. vem se destacando no cenário mundial. Entre eles, Gabriel Medina (campeão mundial em 2014) e Adriano de Souza, o Mineirinho (campeão mundial em 2015).

Web Stories

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

A volta dos Botões Brianezi

A volta dos Botões Brianezi

Desde o final de 2020,  o empresário Alexandre Badolato passou a ser chamado de "Alexandre da Brianezi". Depois de 20 anos fora do mercado, a Botões Brianezi voltou a existir por causa de um acordo feito entre ele e Lúcio Brianezi, herdeiro da marca. Paulo Brianezi,...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Share This
Você conhece o axolote, o “monstro aquático”? As pioneiras da ficção Científica A bandeira brasileira com uma estrela vermelha Futebol e guerra