Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Retrospectiva Curiosa da Copa 2014: 32 histórias para os 32 dias do Mundial

14 de julho de 2014

1. Os jogadores europeus não se acanharam em aproveitar o caloroso inverno brasileiro. Nos primeiros dias em terras pentacampeãs, após treinar no CT do Flamengo, o holandês Robben, acostumado com invernos de temperatura média de 4oC, tomou um caldo do colega Kuyt nas águas de Ipanema.

Robben, o garoto de Ipanema embaixo d'água, leva caldo de Kuyt

Robben leva caldo de Kuyt

2. Nem os esforços da equipe de chefs gourmet do Hotel Sheraton nem os restaurantes da praia do Canto, em Vitória (ES), foram suficientes para agradar ao camaronês Assou-Ekotto. Por “não gostar de comida de hotel”, o lateral-esquerdo foi comer no McDonald’s.

Já que não havia McCamarões, Assou-Ekotto escolheu o McEspanha

Assou-Ekotto (de camisa amarela) flagrado no McDonald’s

3. As águas de Santa Cruz Cabrália, na Bahia, nunca mais serão as mesmas. Os alemães, hospedados no vilarejo, fizeram a festa. Primeiro, Schweinsteiger e Neuer cantaram o hino do Bahia, o time mais popular do estado. Se não bastasse, dançaram a famosa canção “Lepo Lepo”, do cantor Psirico. Da Bahia, passando pela Alemanha, para o mundo. Só faltou a pulseira de “Nosso Senhor do Bonfim”.


4. Os saudosos torcedores do Barcelona tiveram a chance de assistir ao reencontro de Messi e Ronaldinho! Pena que o camisa 10 brasileiro não era o original. Em treino da Argentina no Estádio Independência, em Belo Horizonte, torcedores invadiram o gramado. Um deles era Róbson Oliveira, sósia do atleta brasileiro. Messi primeiro estranhou, mas o encontro acabou em risadas.

Bonito igual a imitação, Ronaldinho invade treino para "reencontrar" Messi

Sósia de Ronaldinho invade treino para “reencontrar” Messi

5. Um dia antes de a Copa começar, o presidente da FIFA Joseph Blatter demonstrou seus dotes musicais no palco do congresso da entidade. Ao estilo Gonzagão, o “capo da FIFA” dançou forró junto com a atriz Fernanda Lima – desta vez sem o decote que tirou a atenção do mundo todo (com exceção do Irã) no sorteio de grupos do Mundial.

6. Claudia Leitte, que participou da gravação da música oficial da Copa, “We Are One”, foi impedida de posar com a camisa do Barcelona, clube de Neymar. Os patrocínios estampados no uniforme do clube espanhol são concorrentes dos parceiros oficiais da FIFA.

Claudia com a camisa. Leitte sem a camisa. FIFA proibiu.

Segurança da FIFA tampa a camisa do Barça, nas mãos de Claudinha

7. O famoso “Beijoqueiro” dos anos 70 e 80 – que até atacou Frank Sinatra no Maracanã, inspirou gringos na Copa. O alvo foi a repórter da Globo, Sabina Simonato. Horas antes da estreia do Brasil no Mundial, ela recebeu o afago do croata Zeljko Pavletic. Após 4 dias, enquanto Portugal e Alemanha jogavam, a jornalista foi beijada por um torcedor português, no reduto luso em São Paulo, batizado como Casa de Portugal.


8. “Chi, chi, chi, le, le, le. Viva, Chile!” Dois chilenos cantavam o marcante grito de guerra do país em Curitiba, quando foram entrevistados quanto ao motivo de estarem na capital do Paraná. Eles não hesitaram: tinham ido ver sua seleção jogar contra a Austrália. Eles só não se tocaram que o jogo seria em Cuiabá, Mato Grosso, e não em Curitiba.

9. Uma atriz chinela de filmes pornô prometeu 12 horas de sexo sem parar caso o Chile ganhasse da Austrália na primeira rodada da Copa. Os chilenos venceram e ela cumpriu. Durante cada vitória de seu país no torneio, ela aumentava a promessa – chegando até 18 horas sem parar de atividades sexuais. Sorte dela que a bola de Pinilla, contra o Brasil, foi na trave.

A comemoração era dobrada nas vitórias chilenas

A comemoração era dobrada nas vitórias chilenas

10. Os torcedores japoneses deram um show no Brasil. A estreia do Japão na Copa ficou marcada pelas criativas fantasias – até pinos de boliche – e pela exímia educação apresentada após a partida. Os nipônicos, apesar de terem perdido para a Costa do Marfim por 2×1, ganharam os noticiários. Um grupo de torcedores recolheu o lixo deixado no chão da Arena Pernambuco – uma atitude nunca vista nos estádios brasileiros anteriormente.

O show japonês na Copa: do luxo ao lixo

O show japonês na Copa: do luxo ao lixo

11. O calor brasileiro inspira a nudez nos gringos, de jogadores a torcedores. Na Arena Amazônia, com o Sol a pino, Inglaterra e Itália se enfrentavam. Um inglês, acostumado com o frio de seu país, não aguentou os 31ºC e ficou pelado em meio a arquibancada. No mesmo horário, no litoral norte da Bahia, a delegação croata estava hospedada no Tivoli Resort. Os atletas do país, após a chuva ter afugentado os hóspedes das piscinas, decidiram nadar pelados. Quando indagado sobre o caso por jornalistas, o treinador croata Niko Kovac ironizou: “Gostou?”.

Os croatas e o inglês pelados: "God Save the Clothes."

Os croatas e o inglês pelados: “God Save the Clothes.”

12. De acordo com a cotação de hoje, 1 real brasileiro equivale a 3,68 pesos argentinos. Para economizar uma grana, na estreia da Argentina na Copa, contra a Bósnia, no Rio de Janeiro, alguns hermanos dormiram em Copacabana. Não no Palace, mas nas areias da praia. Argentino, decime qué se siente, como é dormir na praia?

A cotação ruim apenas comprou comida

Argentinos, com o Sol nascendo, curtem a praia em Copacabana

13. Um holandês fantasiado de Chewbacca laranja foi roubado no Pelourinho baiano. Com o passaporte e carteira furtados, ele se direcionou à delegacia para prestar boletim de ocorrência, porém a exclamativa roupa laranja chamou mais atenção do que o próprio roubo.

Chewbacca holandês, triste, faz BO em Salvador

Chewbacca holandês faz BO em Salvador

14. Alan Beaumont, de 8 anos, descobriu em abril de 2013 que era portador de uma doença autoimune que o obrigaria andar com muletas. O cuiabano candidatou-se para entrar com os jogadores na Copa do Mundo. O sonho do garoto foi realizado na partida entre Austrália e Chile. Último da fila, caminhou ao lado do australiano Mark Bresciano. O jogador percebeu o cadarço desamarrado do menino, abaixou e o amarrou.

O cadarço do pé esquerdo de Alan nunca mais será o mesmo

A Copa começou bem com esta bela atitude de Bresciano

15. O experiente jornalista Mario Sérgio Conti achou que tinha um furo de reportagem nas mãos. Na verdade, ele tinha uma barriga. Em um voo do Rio de Janeiro para São Paulo, ele sentou ao lado de Vladimir de Castro Palomo, o sósia “oficial” de Felipão. O jornalista o entrevistou e fez uma matéria com o suposto “treinador da Seleção” achando que era o verdadeiro. Talvez o sósia teria escalado melhor o time contra a Alemanha…

O sósia e o "original": Conti pisou na bola

O sósia e o “original”: Conti pisou na bola

16. Mais uma de Schweinsteiger, o jogador mais carismático em gramados e areias brasileiras na Copa de 2014. O garoto paulistano Ricardo Augusto, de 13 anos, saiu de sua cidade junto a seu pai para fazer uma tatuagem de henna na Bahia com a alcunha de seu grande ídolo e mostrá-la a ele. Andando na praia, viu o camisa 7 alemão e tirou uma foto – que o próprio Schweinsteiger colocou em seu Instagram.

Garoto tatua o bíblico nome do seu ídolo nas costas; sorte que sairá em 20 dias

Garoto tatua o bíblico nome do seu ídolo nas costas; sorte que sairá em 20 dias

17. Antes do jogo contra a Bósnia, em Cuiabá, três jogadores da Nigéria foram cortar o cabelo. O hotel nigeriano ficava em frente a um posto de gasolina e, dentre uma das lojas de conveniência, estava o salão de beleza “Aeroporto”. Os atletas desembolsaram 20 reais pelo corte. Dirce Cardoso, a cabeleireira, é pé frio: nenhum deles fez gol na partida.

Copa no estilo: nigerianos cortam o cabelo no posto de gasolina

Copa no estilo: nigerianos cortam o cabelo no posto de gasolina

18. O ganês Muntari, ao melhor estilo Silvio Santos, distribuiu dinheiro pelas ruas de Maceió, em Alagoas. Depois de sair do hotel com um maço de notas de 50 reais, ele entregou para moradores de uma comunidade carente que, de acordo com o jogador, se parece com o local onde vivera em Gana.

19. Jorge Luis Pinto era um dos 146.082 torcedores que assistiram a épica partida entre Corinthians e Ponte Preta, válida pelo Paulistão de 1977, no Morumbi. O treinador da Costa Rica, maior zebra da Copa de 2014, morou em São Paulo nos anos 70, quando estudou na USP. Fanático pelo clube do Parque São Jorge, ele costumava viajar junto com a torcida “Gaviões da Fiel”. Esse gosta de emoções.

O colombiano, além de treinador da zebra de 2014, é corintiano roxo

O colombiano, além de treinador da zebra de 2014, é corintiano roxo

20. A Copa não começou bem para os uruguaios. Além de cair no chamado “grupo da morte”, os jogadores da Celeste ficaram sem os 39 kg de doce de leite que trouxeram na bagagem. O carregamento foi apreendido por falta de documentação no aeroporto de Confins, em Belo Horizonte. A Doce de Leite Viçosa, empresa mineira, aproveitou a oportunidade para devolver aos atletas a tradicional sobremesa uruguaia.

Se essa pilha de doce de leite estive em posse uruguaia, Suárez não teria mordido Chiellini

Se essa pilha de doce de leite estive em posse uruguaia, Suárez não teria mordido Chiellini

21. Mondragón, goleiro colombiano de 43 anos, quebrou o recorde de jogador mais velho a atuar em uma Copa. A marca foi quebrada na partida contra o Japão. O goleiro entrou no jogo aos 38 minutos do 2º tempo, quando seu país vencia por 3×1. Feliz pela conquista, subiu alguns degraus – aparentando certa dor nas costas -, pegou os filhos na arquibancada e tentou levá-los ao campo para tirar uma foto. Antes que conseguisse registrar o momento, a FIFA cortou seu barato. Porém a entidade permitiu que os filhos do atletas alemães entrassem em campo para comemorar o título da Copa do Mundo de 2014. Vai entender…

22. De greve, Gana quase não enfrentou Portugal na Copa. A federação de futebol do país havia prometido R$225 mil para cada jogador somente pela participação no torneio. Os valores não foram pagos e os atletas não treinaram no dia anterior ao jogo. A alta cúpula ganesa enviou 3 milhões de dólares para ser partilhado entre os conterrâneos da delegação que estavam no Brasil. Quando o dinheiro já estava no hotel, em uma insólita cena, um atleta foi flagrado cheirando um maço de notas. E quase que Camarões não veio ao Brasil pelo mesmo motivo: um “calote” das federações perante os atletas.

"Inshalá, quanto dólar", pensou o jogador ganês

O cheiro da riqueza: ganês confere a qualidade do prêmio

23. A mordida de Suárez no zagueiro italiano Giorgio Chiellini foi um dos assuntos mais comentados da Copa. Aproveitando que a delegação da Itália estava hospedada no hotel em que trabalhava, a garçonete Liliane Silva, à la Suárez, abocanhou o ombro do jogador italiano. Já nas praias de Copacabana, a Adidas havia exposto uma propaganda do uruguaio com a boca aberta, uma bela deixa para os torcedores ironizarem a dentada mais famosa da Copa de 2014.

Da funcionária do hotel aos gringos, todos imitaram a mordida de Suárez

Da funcionária do hotel aos gringos, todos imitaram a mordida de Suárez

24. A dentada de Suárez não rendeu apenas piadas, mas mobilização entre torcedores. Os uruguaios levaram máscaras para o confronto contra a Colômbia em forma de protesto contra a punição de 9 jogos e 4 meses, porém a FIFA não mostrou em nenhum momento o “rosto de Suárez” que cobria a face dos uruguaios presentes. Neymar também virou máscara. Após a contusão do jogador, no duelo contra os colombianos, a torcida brasileira tornou-se um mar de “Neymares” nas arquibancadas.

Pela mordida, a máscara de Suárez. Pela lesão, a de Neymar.

Pela mordida, a máscara de Suárez. Pela lesão, a de Neymar

25. “Doutor, eu não me engano, o Messi é corintiano.” Antes da partida contra a Suíça, pelas oitavas de final da Copa, a Argentina fez o reconhecimento do gramado da Arena Corinthians. Aproveitando o momento, dirigentes do clube presentearam o tetra melhor do mundo com a camisa do time paulista.

Com a 10 de Tevez, a mesma cara do ídolo corintiano

Os corintianos sonham com essa cena

26. Puente Alto, cidade onde nasceu Charles Aránguiz, homenageou o jogador chileno com o nome de uma das principais avenidas de sua localidade natal. Além da Avenida Charles Aránguiz Sandoval, outras ruas chilenas foram batizadas com nomes de jogadores que disputaram a Copa de 2014.

Aránguiz, além de astro chileno, está no Google Maps

Aránguiz, além de astro chileno, está no Google Maps

27. Para a Holanda derrotar a Costa Rica, a zebra da Copa de 2014, foi necessário um homem de 1,93m. No 2º tempo da prorrogação, faltando poucos segundos para o jogo ser decidido nos pênaltis, o treinador holandês Louis van Gaal tira o goleiro Cillessen para colocar o outro arqueiro Tim Krul. O gigante holandês entra, defende 2 pênaltis e classifica a Holanda para as semifinais. Krul foi o 1º goleiro da história que entrou no meio do jogo somente para a disputa de penalidades.

Krul tornou-se herói: defendeu 2 pênaltis

Krul tornou-se herói: defendeu 2 pênaltis

28. Em 1950, Joedir Belmont comprou um ingresso para ver a final da Copa. Por causa da mãe doente, o filho ficou em causa cuidando da progenitora – e se poupou de uma grande tragédia. Depois de 64 anos, ele doou o ingresso daquela final à FIFA e ganhou outro para o decisivo jogo da Copa de 2014. Mas haja azar: Joedir perdeu a entrada – porém a FIFA reimprimiu os ingressos e ele pode, finalmente, assistir a uma final de Copa no Brasil.

O desatento Joeldir e Jérôme Valcke trocam ingressos das finais da Copa

O desatento Joeldir e Jérôme Valcke trocam ingressos das finais da Copa

29. De novo, ele: o mito Schweinsteiger. Além de vestir a camisa da Alemanha para jogar, o campeão do mundo conseguiu a façanha de agradar a torcida de três clubes brasileiros: Grêmio, Flamengo e Bahia. O populista alemão aumentou sua coleção de camisas e a galeria de “clubes do coração” na Copa do Brasil.

Schweinsteiger, o bandeirinha da Copa de 2014

Schweinsteiger, o bandeirinha da Copa de 2014

30. As aventuras de Max e Carminha em Avenida Brasil ganharam o mundo. Um dia antes de a Alemanha golear o Brasil por 7×1, os argentinos descobririam o derradeiro fim da trama, porém, ao jeitinho brasileiro, os conterrâneos da novela revelaram em 1ª mão quem havia matado o personagem Max. Sorte de Podolski, o alemão mais brasileiro, que estava assistindo “Em Família” e revelou ser um “noveleiro” de primeira.

Noveleiros da Copa: Podolski, "em família" no Brasil; e o spoiler de Av. Brasil

Noveleiros da Copa: Podolski, “em família” no Brasil; e o spoiler de Av. Brasil

31. Em 2010, o povo Paul deparava-se com duas caixas e haveria de entrar em uma – o time que ganharia o jogo. Nesta brincadeira, ele acertou todos resultados. Para a Copa do Brasil, não poderiam faltar “animais videntes”. Em Curitiba, havia a capivara Paul, que apostou em um empate entre Brasil e Croácia – errou. Já a tartaruga Cabeção, da Praia do Forte (BA), acertou que o Brasil ganharia dos croatas. Na badalada Dubai, o camelo Shaheen apostou suas fichas na Inglaterra contra o Uruguai, – ainda bem que não tinha apostado seus ricos dirhams.

Em sentido horário: o povo, a tartaruga, o camelo e a capivara. Todos videntes

Em sentido horário: o povo, a tartaruga, o camelo e a capivara. Todos videntes

32. Qualquer jogador ficaria feliz de ser eleito o melhor de uma Copa do Mundo – menos Messi. A eleição do argentino como o destaque gerou polêmicas, muitos especialistas disseram que ele não merecia. Thomas Muller, feliz com o título mundial, foi além. Em entrevista a uma repórter colombiana, quando indagado de não ter vencido o prêmio, em dialeto bávaro, disse: “Não me importa essa m… Somos campeões do mundo. Você pode colocar o troféu no c…”  Messi ficou #chateado.

#chateado, Messi segura com desfeita a "Bola de Ouro"

Desapontado, Messi segura com desfeita a “Bola de Ouro”

Essa foi a retrospectiva curiosa da Copa de 2014. Ao certo, sabemos: teve Copa, e muita Copa. Só nos resta riscar do calendário os próximos 1460 dias para a seguinte Copa do Mundo. Россия, идут со всем в 2018 году! (Decifrou a mensagem?!)

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

A Rádio ONCB e as Paraolimpíadas de Tóquio 2020

A Rádio ONCB e as Paraolimpíadas de Tóquio 2020

Os Jogos Paraolímpicos de Tóquio começam na próxima terça-feira, dia 24. Marcus Aurélio Carvalho, diretor e apresentador da Rádio ONCB, emissora web da Organização Nacional de Cegos do Brasil, explica como será a cobertura diferenciada do evento. Marcus fala também de...

O autor de 150 hinos de times de futebol

O autor de 150 hinos de times de futebol

O compositor paulista Carlos Santorelli tem mais de 2 mil músicas gravadas. Em 1997, ele lançou um CD com hinos para os principais times do Rio Grande do Norte compostos por ele. Depois, em 2011, veio outro, desta vez com times paraibanos. Mas foi a partir de 2017 que...

Pugilista perdeu a orelha e não consegue usar máscara?

Pugilista perdeu a orelha e não consegue usar máscara?

Em novembro de 1996, o pugilista Evander Holyfield, pentacampeão mundial dos pesos-pesados, desafiou Mike Tyson pelo título da Associação Mundial de Boxe. Holyfield venceu de forma surpreendente ao realizar a proeza de nocautear Tyson no 11º round. Em junho do ano...

1 Comentários

1 Comentário

  1. Carlos Ashitaka

    Россия, идут со всем в 2018 году! = Rússia, vem com tudo em 2018.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This