1916: as Olimpíadas de Berlim não foram realizadas por causa da Primeira Guerra Mundial.

1940: os Jogos foram transferidos de Tóquio (Japão) para Helsinque (Finlândia) porque os japoneses estavam em guerra contra os chineses. Mas as Olimpíadas não aconteceram devido ao início da Segunda Guerra Mundial.

1944: as Olimpíadas de Londres também foram suspensas por causa da Segunda Guerra Mundial.

1948: o Japão foi proibido de participar dos Jogos de Londres e a União Soviética mandou apenas uma delegação de observadores.

1952: China e Taiwan desistiram de participar depois de discussões com o Comitê Olímpico Internacional.

1956: Egito, Iraque e Líbano não participaram devido ao ataque israelita em Suez; Holanda e Espanha, por causa da invasão da Hungria pela URSS; e China, que estava em briga com Taiwan.

1960: últimos Jogos que a África do Sul participou até 1992, em virtude de protestos internacionais contra o apartheid.

1964: Indonésia e Coréia do Norte não compareceram, dando continuidade à disputa sobre a participação de Israel e Taiwan nos Jogos Asiáticos de 1962.

1972: no início da competição, terroristas palestinos atacaram a Vila Olímpica e mataram 11 atletas de Israel.

1976: Iraque, Guiana e 28 países africanos não foram aos Jogos, protestando contra a Nova Zelândia, que permitiu que um time de rúgbi fosse jogar na África do Sul naquele ano. Camarões, Egito, Marrocos e Tunísia também não participaram.

1980: os Estados Unidos, junto com outros 62 países, não competiram em razão da invasão soviética no Afeganistão em dezembro de 1979.

2008: manifestantes protestaram contra a China, que se recusa a dar independência ao Tibete – região anexada nos anos de 1950 e controlada por Pequim. A passagem da tocha olímpica por diversos países gerou muita confusão e protestos.  Para garantir a integridade da tocha, ela teve que ser apagada diversas vezes e seguiu pelo percurso previsto de ônibus.

Conheça os livros:
O Guia dos Curiosos – Jogos Olímpicos
Infográficos Olímpicos