Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Mascotes das Olimpíadas de Inverno

24 de abril de 2019

O costume de adotar um mascote diferente para cada edição dos Jogos Olímpicos (tanto de inverno como de verão) começou em 1968, durante as Olímpiadas de Inverno em Genebra. Confira quais os personagens criados desde então:


Schuss
Grenoble – 1968

Schneemann
Innsbruck – 1976

Roni
Lake Placid – 1980


Vucko
Sarajevo – 1984

Hidy e Howdy
Calgary – 1988

Magique
Albertville – 1992

Haakon e Kristin
Lillehammer – 1994

Sukki, Nokki, Lekki e Tsukki
Nagano – 1998

Powder, Coal e Copper
Salt Lake City – 2002

Neve e Gliz
Turim – 2006

Sumi, Quatchi, Miga e Mukmuk 
Vancouver – 2010

Urso Polar, Leopardo e Lebre
Sóchi – 2014

Soohorang
Pyeongchang – 2018

Leia também: Todas as mascotes dos Jogos Olímpicos de Verão

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Mascotes das Olimpíadas de Verão

Mascotes das Olimpíadas de Verão

Waldi Munique, 1972 Amik Montreal, 1976 Misha Moscou, 1980 Sam Los Angeles, 1984 Hodori Seul, 1988 Cobi Barcelona, 1992 Izzy Atlanta, 1996 Syd, Millie e Olly Sydney, 2000 Athena e Phevos Atenas, 2004 Fuwa (Beibe, Jingjing, Huanhuan, Yingying e Nini) Pequim, 2008...

Urso Misha: lágrimas do encerramento

Urso Misha: lágrimas do encerramento

A cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos de Moscou, em 3 de agosto de 1980, será sempre lembrada por uma lágrima. O mosaico humano que formou a figura do urso Misha, mascote dos Jogos, deixou cair lágrimas do olho esquerdo. Era a tristeza de quem vê a maratona...

Quem criou a bandeira dos refugiados?

Quem criou a bandeira dos refugiados?

A ideia da bandeira dos refugiados (The Refugee Nation) foi de dois publicitários curitibanos radicados em Nova York, Artur Lipori e Caroline Rebello. Eles ficaram entusiasmados quando souberam que haveria uma delegação de refugiados na Olimpíada Rio-2016. Para fazer...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This