Pensa que só os gatos têm sete vidas? Não. Os atores de cinema também têm. Você sabe quantas vezes Al Pacino já morreu (ou foi morto) nas telas do cinema? O Cinemorgue diz para você. O site dedica-se a heroica missão de contabilizar quantas vezes cada ator de Hollywood já morreu nas telas.

A saber: Al Pacino morreu 10 vezes. A primeira baixa aconteceu no filme “Scarface” (1983) – em que o personagem Tony Montana é fuzilado por gângsters, depois de assassinar metade do elenco.

O veterano Anthony Hopkins já partiu desta para melhor 16 vezes – duas delas interpretando personagens shakespearianos – Rei Cláudio, em “Hamlet” (1969) e o personagem-título de “Othelo” (1981).

Casal mais badalado de Hollywood, Angelina Jolie e Brad Pitt viram seus personagens morrerem nas telas de cinema 17 vezes (5 de Angelina e 12 de Brad).  Combinado, o casal ganha por uma morte de Samuel L. Jackson – que bateu as botas nos dois episódios de “Kill Bill”, foi comido por um dinossauro em “Jurassic Park”(1994) e por um tubarão em “Do Fundo do Mar” (1999).

Outro site relacionado ao assunto é o Movie Deaths. De acordo com as estatísticas do site, as armas de fogo é a maior causa-mortis do cinema, seguida por duelos, quedas e explosões.