Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Relembre de 10 novelas infanto-juvenis

24 de abril de 2019

Meu Pé de Laranja Lima (1970)


A novela da TV Tupi foi feita para ser assistida pelas famílias brasileiras. A trama gira em torno de Zezé, menino pobre que não recebe muita atenção dos pais e, por isso, apronta uma série de travessuras pelas ruas. As aventuras do garotinho cativaram a geração de crianças de adolescentes da década de 1970.

Shazan e Xerife & Cia (1972)


Mostrava as aventuras dos mecânicos Shazan (Paulo José) e Xerife (Flávio Migliaccio) pelo mundo. Eles usavam como transporte a “camicleta”, uma mistura de caminhão e bicicleta, e viviam procurando a peça mágica que possibilitaria a construção de uma “magrela” voadora. O seriado infantil foi ao ar na TV Globo entre 1972 e 1974. Uma das frases que mais marcou o programa foi a de propaganda da rádio Jaburu: “A Rádio Jaburu, a única que não dá xabu”. No aniversário de 25 anos do programa, o diretor Walter Negrão quis homenageá-lo colocando Shazan e Xerife para fazer uma participação especial na novela “Era Uma Vez….” (1998).

Pluft, o Fantasminha (1975)


Apesar de ter tido apenas 8 capítulos, a novelinha da Rede Globo fez o maior sucesso com o público infantil. Baseada em um livro de Ruth Rocha, a novela foi a primeira produção em cores produzida exclusivamente para crianças na televisão brasileira.

Chispita (1983)


Importada do México pelo SBT, a novelinha de 200 capítulos foi exibida em 1983 (e reprisada sete vezes). Contava a história de uma menina órfã que foi levada para viver na casa de um viúvo ricaço. Ele acreditava que a presença da alegre mocinha podia ajudar seus filhos a superar a perda da mãe. Com o sucesso da trama no Brasil, foi lançada uma boneca inspirada na personagem. Os pais da atriz mexicana Lucero, que a interpretava, não gostaram do produto e entraram com um processo solicitando seus direitos autorais.

Carrossel (1989)


A gordinha Laura (“Isso é tão romântico!”), o simplório Cirilo e a esnobe Maria Joaquina faziam parte da turma de alunos da professora Helena no Colégio Mundial. O dia-a-dia deles e de seus coleguinhas era retratado em “Carrossel”. Os 375 capítulos da novelinha fizeram enorme sucesso, rendendo até uma visita da atriz Gabriela Rivero (a professorinha) ao país. Em 1992, o SBT lançou “Viva as Crianças: Carrossel 2”, mas a sequência não alcançou a mesma popularidade que seu original. No entanto, a refilmagem de “Carrossel”, que estreou no canal em 2012, voltou a bater recordes de audiência.

Chiquititas (1995)


A novela argentina durou oito temporadas, cada uma com personagens e tramas novas. A versão brasileira foi produzida pelo SBT em 1997, dois anos após a estreia no país vizinho. Os episódios da versão brasileira, durante a primeira temporada, foram gravados em Buenos Aires. Por diversas temporadas, a trama nacional se desenrolou na disputa entre Cinthia e Carmem pelas crianças do orfanato “Cantinho de Luz”. Cinco temporadas foram exibidas no Brasil, além de algumas reprises e parte da versão argentina dublada. Ela saía do ar durante as férias escolares — entre janeiro e fevereiro —, ocasiões em que o SBT aproveitava para veicular outras novelas mexicanas de curta duração. A atriz Flávia Monteiro interpretava Carolina, a diretora da instituição para órfãos, e foi a única a ficar no elenco até o final (a trama saiu do ar em 2001).

Caça-Talentos (1998)


A série protagonizada por Angélica era exibida pela Globo logo após o “Angel Mix”, programa diário da apresentadora. A loira fazia Bela, uma órfã que foi criada no Mundo das Fadas. Quando adulta, ela se muda para o Mundo Real e vai trabalhar na agência “Caça-Talentos”. No final, acaba se apaixonando pelo dono da empresa (interpretado por Eduardo Galvão). Precisa, então, decidir se fica com ele ou volta para o Mundo Mágico. A novelinha teve 500 capítulos. Foi exibida entre 1996 e 1998.

O Beijo do Vampiro (2002)


Apesar de não ter sido feita especificamente para o público infantil, a novela da Rede Globo fez o maior sucesso entre as crianças. A abertura era feita em desenho animado e a trama era repleta de vampirinhos mirins. Apesar de ter cativado a garotada, a novela ocupa o amargo posto de ser um dos grandes fracassos da emissora de televisão.

Rebelde (2004)

A novela conta a história de estudantes do Elite Way School, uma escola para jovens ricos. Com um programa de bolsas de estudo, alguns jovens pobres entrar na escola, mas poucos chegam a se formar, já que uma sociedade secreta chamada “La Logia” (“A Seita”, em português) os persegue. Um grupo de alunos do colégio percebe que tem uma paixão em comum, a música, e decide fazer um grupo. É assim que nasce o RBD, que canta e dança — também na vida real. O grupo continuou existindo mesmo após o fim da novela. “Rebelde” teve três temporadas, e foi exibida no Brasil pelo SBT. O RBD fez vários show no País, sendo que o primeiro deles aconteceu no dia 20 de setembro de 2006, em Manaus. Na mesma turnê, o grupo gravou o DVD “Live in Rio”, do show que aconteceu na capital fluminense em 8 de outubro.

Isa TKM (2008)

A novela venezuelana conta a história de Isabella Pasquali, uma menina que se apaixona por Alex, o garoto mais desejado da escola, e é correspondida. Apesar disso, Alex tem uma namorada, a Cristina, que vira arqui-rival de Isa. A sigla “TKM” significa “Te quiero mucho”. A segunda temporada da série teve outro nome: “Isa TK+”, sigla para “Te quiero más”.

 

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Caubóis e dinossauros no Vale de Gwangi

Caubóis e dinossauros no Vale de Gwangi

Em 1969, Jim O'connolly dirigiu o filme “O Vale de Gwangi”. Ambientado no final do século XIX, no novo México, “O Vale de Gwangi" colocou, lado a lado, caubóis e dinossauros! O filme é estrelado por James Franciscus, que vive o papel do vigarista Tuck Kirby. O vilão...

Seriados de suspense e sobrenatural nos primeiros anos da TV

Seriados de suspense e sobrenatural nos primeiros anos da TV

No programa "Quem Te Viu, Quem TV", o especialista em televisão Magalhães Júnior apresentou uma lista seriados de suspense e de sobrenatural que foram exibidos nos primeiros anos da TV brasileira e que eram os preferidos dele como telespectador. "Além da Imaginação"...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This