Quem se pergunta o que existe por trás de cada website vai gostar da ideia dos publicitários americanos  Jeff Lam e Josephine Yatar. A maneira que eles encontraram  para solucionar esse mistério foi o site Back of a Webpage, que tem retratos de páginas da internet vistas pelo outro lado de uma tela de computador.
O Google é o mais simples de todos: o site inteiro está espelhado, até o botão de busca e o “Estou com sorte”. No entanto, a barrinha de pesquisa Google no canto superior direito do navegador não é refletida.

Já o Flickr, rede social em que usuários publicam fotografias nos mais variados temas, é um verdadeiro álbum. Jeff e Josephine o retratam dessa maneira, com figuras impressas coladas no verso da tela. Até o papel fotográfico virtual tem a marca “Flickr”.

Em maio de 2010, cerca de 14 bilhões de vídeos já tinham sido vistos pelo YouTube. O que seria esse site se não uma grande televisão?

O Twitter, atualizado freneticamente por cerca de 200 milhões de usuários que anunciam a todo momento o que estão fazendo ou pensando, tem como mascote o passarinho azul. Na representação abaixo, enquanto alguns deles carregam os updates do site, outros executam as mais variadas atividades.

Se você for bom em design, pode mandar sua própria visão dos “bastidores”  de um site para o e-mail backofawebpage@gmail.com. Se ficar legal, eles prometem publicá-lo. Fico pensando aqui como seria o site do Guia dos Curiosos visto por dentro: talvez um monte de pessoinhas com lupas vasculhando enciclopédias, dicionários, almanaques. Alguém tem uma sugestão?