Filho de “Anhangüera”. Estabeleceu-se em Sabará, Minas Gerais (1701), onde foi considerado um dos líderes da Guerra dos Emboabas. Em 1722, se propôs a colonizar a região que havia feito a fama de seu pai. Com sua bandeira reduzida de 152 para 70 homens, encontrou ouro no rio Vermelho e no ribeirão das Cabrinhas. Voltou a São Paulo para buscar ajuda. No ano de 1726, estabeleceu ali uma povoação, que seria durante muitos anos a capital do Estado de Goiás. Pelo descobrimento das minas, ganhou sesmarias, que depois lhe foram retiradas. Morreu quase na miséria.