Alcorão ou Corão
É o livro sagrado do Islamismo. Como é a Bíblia para os cristãos. O Alcorão foi escrito por Maomé, pai do Islamismo, e funciona também como um código de leis.

Árabe
A etnia é originária da Arábia Saudita. Os árabes fundaram o islamismo no século VII, que se espalhou para o norte da África e o sul da Europa. Nem todo árabe é muçulmano e nem todo muçulmano é árabe.

Islamismo ou Islã
Religião monoteísta fundada por Maomé (570-632). Seu livro sagrado é o Alcorão.

Jihad
O termo é frequentemente traduzido como “guerra santa”, uma forma dos fiéis converterem os infiéis. A palavra também pode ser entendida como luta, já que, do ponto de vista semântico, jihad significa esforçar-se. Segundo algumas interpretações do Alcorão, a jihad é entendida também como uma luta espiritual que cada muçulmano trava dentro de si para ser cada dia melhor. Alguns estudiosos acreditam que o termo jihad começou a ser usado como ?guerra santa? na Europa, na época das Cruzadas. Grupos políticos e religiosos desvirtuaram o conceito da jihad. Ela não se caracteriza por atos de violência e não é uma declaração de guerra contra outras religiões. Alá, que é o nome árabe de Deus, é usado tanto por muçulmanos quanto por árabes-cristãos.

Muçulmano
É a pessoa que segue o Islamismo. Significa “aquele que se submete à Deus”.

Sunita
É um grupo muçulmano que forma a maior parte da comunidade islâmica mundial. Os sunitas seguem as sunas, a coletânea de atos e falas de Maomé. Eles enfatizam o poder de Deus (Alá) e o determinismo do destino do homem. Alguns países muçulmanos de maioria sunita são Arábia Saudita, Síria, Egito e Indonésia.

Xiita
Grupo muçulmano minoritário que surgiu a partir de desavenças na sucessão do profeta Maomé, criador do Islamismo. Os xiitas consideram o Islamismo praticado por eles como a forma mais pura da religião. Eles são os seguidores dos hashemitas, uma divisão da comunidade islâmica depois da morte de Maomé. Os xiitas defendem o direito de Ali, primo do profeta, ao califado. Os únicos países que têm população de maioria xiita são o Irã e Bahrein.