Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Quem criou o letreiro “Hollywood”, símbolo da indústria cinematográfica americana?

26 de fevereiro de 2017

O letreiro Hollywood, símbolo da cidade de Los Angeles e da indústria cinematográfica, foi inaugurado em 13 julho de 1923. Inicialmente o letreiro no Mount Lee foi concebido para servir de propaganda para um empreendimento residencial chamado “Hollywoodland”. O empreendimento tinha entre seus sócios o empresário Harry Chandler, dono do jornal The Los Angeles Times,  e o banqueiro Hobart Johnstone Whitley. Cada letra tinha 9,1 metros de largura e 14 metros de altura. As 13 letras traziam um sofisticado sistema com 4.000 lâmpadas, que acendiam, na sequência “Holly”, “Wood” e “Land”. O letreiro custou 21 mil dólares. A ideia é que ficasse ali por apenas um ano e meio. Só que o negócio não superou as dificuldades econômicas provenientes da Grande Depressão de 1929 e da Segunda Guerra Mundial (1939 – 1944), declarando falência ainda na década de 1940. O letreiro, que já havia aparecido em diversos filmes, começou a se deteriorar. A cidade acabou se apropriando do símbolo já famoso e, em 1949, a Câmara de Comércio de Hollywood conseguiu a autorização para retirar as quatro últimas letras (“land”), restando apenas “Hollywood”.

 

A história do famoso letreiro de Hollywood | Plantão Nerd.com

O símbolo da indústria cinematográfica americana foi restaurado em 1978 com 250 mil dólares em doações

A degradação natural sofrida nas décadas de 1960 e 1970 incentivaram algumas celebridades a patrocinar a restauração do símbolo da cidade. Hugh Hefner, dono da revista Playboy, organizou um leilão em que a reforma de cada letra foi posta à venda por 27.777 dólares. Ele próprio pagou a letra “Y”. O roqueiro Alice Cooper foi um dos que aderiram, comprando um “O”, em memória do comediante Groucho Marx. O estúdio Warner Bros. pagou a segunda letra “O”. Assim, em agosto de 1978, graças aos 250 mil dólares em doações, o antigo letreiro foi substituído por um novinho em folha. As novas letras possuem os mesmos 14 metros de altura e variam entre 9,4 metros e 12 metros de largura. Os direitos do monumento foram, em 1992, oficialmente repassados para a cidade de Los Angeles, a Câmara de Comércio de Hollywood e o Encargo do Letreiro de Hollywood, órgão responsável pela manutenção das valiosas letras.

Hollywood | Histórias, viagens, fotos e bobagens…

 

Hollywoodland: o antigo símbolo, inaugurado em 1923, anunciava um empreendimento residencial

Em 16 de setembro, a ainda desconhecida atriz Peg Entwistle, 24 anos, usou o letreiro para cometer suicídio. Ela se atirou da letra H e rolou pelo barranco. Seu corpo só foi encontrado dois dias depois.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

As cabines vermelhas inglesas sobreviverão?

As cabines vermelhas inglesas sobreviverão?

Com a popularização dos telefones celulares, acreditava-se que as famosas cabines telefônicas inglesas estariam condenadas ao ostracismo. Existem atualmente cerca de 21.000 cabines vermelhas em funcionamento em toda a Grã-Bretanha. O país já chegou a ter 92.000...

Lampião e seus cangaceiros em Londres

Lampião e seus cangaceiros em Londres

O cartunista e designer inglês Jamie Hewlett acaba de lançar uma série de desenhos usando Lampião e seus cangaceiros como referência. Os trabalhos estão à venda numa pequena galeria de arte no bairro do Soho, em Londres, que foi visitada pela jornalista Letícia...

Modern Toilet: restaurante temático em Taiwan é um… cocô

Modern Toilet: restaurante temático em Taiwan é um… cocô

Se você pensa que já viu de tudo, prepare-se para conhecer o restaurante temático mais bizarro do mundo. Ele fica em Taiwan e se chama Modern Toilet. A temática do restaurante é o banheiro. E tudo que se faz lá dentro. Cadeiras? Não. Os clientes sentam-se em privadas...

1 Comentários

1 Comentário

  1. Vitoria ferreira silva

    Muito loco
    Rssssss

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This