O povo japonês é cheio de tradições. Algumas são bastante curiosas. Todos os motoristas de táxi, por exemplo, usam luvas brancas. Um dos motivos é o higiene. Manipular o volante, a marcha e as malas dos clientes usando luvas previne o contato com germes e evita a contaminação do veículo com o suor das mãos do motorista.

TÁXI EM TÓQUIO

Além da questão sanitária, há também a cultural: nos países orientais, a individualidade é muito valorizada. As luvas, portanto, impedem o contato físico do profissional com seu cliente. O uso das luvas também protege as mãos do taxista da radiação solar. No Japão, a maior incidência de câncer de pele é em profissionais do transporte.

Não são apenas os motoristas de táxi que usam luvas brancas. Os de ônibus e caminhões e os pilotos de avião também aderiram à tradição. É um sinal de profissionalismo daqueles que utilizam as mãos para trabalhar.

Conheça mais algumas curiosidades sobre os táxis japoneses:
– Só em Tóquio, há 58 mil táxis registrados em 1.024 companhias.
– A maioria dos táxis japoneses é do modelo Toyota Crowns.
– Quem abre a porta para o passageiro entrar é o próprio motorista, por meio de um controle remoto.
– Luz verde indica táxi cheio, e a luz vermelha fica acesa quando o veículo está disponível.
– Os japoneses não aceitam gorjeta. Para a cultura local, a atitude é uma ofensa. Os motoristas, portanto, só recebem o que está marcado no taxímetro.

– Entenda os sinais dos táxis japoneses:
空車 Kusha – Táxi livre
賃走 Chinso – Táxi ocupado
支払い Shiharai – Cliente pagando
送迎 Sougei – Indo buscar cliente
自家用 Jikayou – Em uso particular
回走 Kaiso – Fora de serviço

Reparou que o taxista japonês da foto está dirigindo do lado direito, como na Inglaterra e na África do Sul? Leia post sobre o assunto.

(Esta viagem ao Japão foi feita a convite da Toyota)