Com a popularização dos telefones celulares, acreditava-se que as famosas cabines telefônicas inglesas estariam condenadas ao ostracismo. Existem atualmente cerca de 21.000 cabines vermelhas em funcionamento em toda a Grã-Bretanha. O país já chegou a ter 92.000 cabines em 2002, mas agora 96% dos adultos do Reino Unido possuem um telefone celular. Das 21.000, calcula-se que apenas 5.000 delas sobreviverão.

 A ideia é garantir que os telefones públicos resistirão em áreas com altas taxas de acidentes, que não sejam cobertas por todas as quatro redes móveis ou que tenham sinais de celular deficientes, como zonas rurais. Para se manter em funcionamento, o telefone terá que ter feito ao menos 52 ligações nos últimos 12 meses. Segundo um relatório da empresa telefônica oficial, 4.000 fizeram menos de uma ligação por mês.

Cerca de 6.000 cabines vermelhas que foram desativadas se transformaram em pequenas lojas, cafés e até bibliotecas, como já mostramos aqui.