Ela foi a primeiríssima estrela da TV brasileira. Tanto que, na noite de estreia, foi escalada para cantar o Hino da TV. Nasceu na cidade de Santos (SP), em 10 de março de 1929, e hoje vive com a filha no Nordeste brasileiro. Seu nome de batismo é Sylvia Gonçalves. Mas o mundo da televisão sempre a conheceu como Lolita Rodrigues.

Lolita começou como cantora de rádio. Seu primeiro contrato foi com a Rádio Bandeirantes em 1944, depois de ter participado de vários programas de calouros. Em 1948, ela seria contratada pela Rádio Tupi. Nesse mesmo ano, ela participaria do filme “Quase no céu”, mas ainda com destaque de cantora. Por ser descendente de espanhóis, Lolita cantava música espanhola, dançando e tocando castanholas. Quando é que Sylvia Gonçalves passou a ser Lolita Rodrigues? A ideia do nome artístico foi da mãe. Antes de participar do seu primeiro concurso de calouros, a mãe sugeriu que ela mudasse o nome. Sugeriu Lolita, nome de uma prima sua na Espanha. E Rodrigues, por causa do sobrenome de primos que moravam em Santos.

Logo depois da inauguração da TV Tupi, em setembro de 1950, Lolita Rodrigues já começou a participar de programas musicais da emissora, como “Álbum de música” (outubro de 1950), “Ritmo para três” (outubro de 1950) e “Alegria” (novembro de 1950). Por se apresentar sempre cantando música espanhola, Lolita Rodrigues era chamada de “La Salerosa”, que, em português, significa graciosa.

Lolita Rodrigues DE ESPANHOLA
Em suas declarações, Lolita sempre deixou claro que seu sonho era ser atriz. Mas, antes que isso acontecesse, ela foi apresentadora de programas. O primeiro deles: “Música e Fantasia”, em 1956, na TV Tupi,  programa criado por Theophilo de Barros e que ela apresentou ao lado de J Silvestre. Outro programa apresentado por Lolita foi “Campeões do Disco”, na TV Tupi, ao lado de Roberto Corte Real, um hit parade produzido por Ayrton Rodrigues, que ficou no ar entre 1958 e 1960.

Lolita Rodrigues NO aÇMOÇO COM AS eSTRELAS

Como atriz, as oportunidades começaram a surgir ainda nos anos 1950, na própria TV Tupi. Aos poucos, ela foi sendo escalada como figurante em alguns teleteatros, como o “TV de Vanguarda”. Depois conseguiu papéis com algumas falas no próprio “TV de Vanguarda” e também no “TV de Comédia”. Até que surge a grande oportunidade, numa novela semanal, que tinha o nome de “Romances Kolynos”. Em “O Corcunda de Notre Dame”, exibida em 1957, Lolita fez o papel da protagonista Esmeralda, atuando ao lado do ator Douglas Morris, o Quasímodo.
Lolita Rodrigues
Entre 1961 e 1963, pela TV Excelsior, ela participou como cantora e comediante do programa “Simonetti Show”, apresentado pelo maestro Enrico Simonetti. Em 1963, Lolita fez parte do elenco do humorístico “São Paulo se Diverte” e depois, em 1964, do “Moacyr Franco Show”.
No final dos anos 1950, Lolita se desvinculou da TV Tupi, assinou com a TV Excelsior, mas o contrato não era de exclusividade. Assim ela pôde continuar trabalhando, na Tupi, como freelancer, ao lado do marido, Ayrton Rodrigues, na apresentação do programa que foi sua marca registrada: “Almoço com as estrelas”. Exibido aos sábados, Lolita e  Ayrton recebiam convidados para um grande almoço, ao vivo. A partir dos anos 1960, o casal passou a apresentar, nas noites de sextas-feiras, o “Clube dos Artistas”, uma espécie de aperitivo para o programa de sábado.