Tudo começou em 1305. O rei Eduardo I, da Inglaterra, decretou que se considerasse como uma polegada a medida de três grãos secos de cevada alinhados. Os sapateiros ingleses se entusiasmaram com a ideia e passaram a fabricar, pela primeira vez na Europa, sapatos de tamanho-padrão, baseando-se nos tais grãos de cevada. Um calçado que medisse, por exemplo, 37 grãos de cevada era conhecido como tamanho 37. Hoje, as formas utilizadas para modelar os calçados fazem uso de uma unidade métrica chamada ponto. O ponto francês, que é adotado no Brasil e na Europa em geral, tem 0,666 centímetro. Os Estados Unidos utilizam o ponto inglês. Por isso, o formato dos sapatos norte-americanos é mais fino e comprido.