Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Como surgiu a numeração de calçados?

24 de abril de 2019

Tudo começou em 1305. O rei Eduardo I, da Inglaterra, decretou que se considerasse como uma polegada a medida de três grãos secos de cevada alinhados. Os sapateiros ingleses se entusiasmaram com a ideia e passaram a fabricar, pela primeira vez na Europa, sapatos de tamanho-padrão, baseando-se nos tais grãos de cevada. Um calçado que medisse, por exemplo, 37 grãos de cevada era conhecido como tamanho 37. Hoje, as formas utilizadas para modelar os calçados fazem uso de uma unidade métrica chamada ponto. O ponto francês, que é adotado no Brasil e na Europa em geral, tem 0,666 centímetro. Os Estados Unidos utilizam o ponto inglês. Por isso, o formato dos sapatos norte-americanos é mais fino e comprido.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Roupas femininas que caíram em desuso

Roupas femininas que caíram em desuso

Em tempos passados, diversas roupas femininas, assim como os espartilhos, apertavam tanto que muitas mulheres precisavam cheirar amoníaco para não desmaiar no meio do salão. Veja a seguir este e outros itens do vestuário que também incomodavam bastante. Anágua...

Como o vestuário brasileiro poderia ser padronizado?

Como o vestuário brasileiro poderia ser padronizado?

“Estou procurando uma calça jeans feminina, tamanho 42, corte reto, o modelo mais clássico possível”. As vestimentas são parecidas: possuem o mesmo número de botões e bolsos – até os tons de azul não são tão distintos. Por dentro, há costuras de diferentes qualidades,...

Histórias e curiosidades da invenção do biquíni

Histórias e curiosidades da invenção do biquíni

No dia 1º de julho de 1946, os Estados Unidos inauguraram os testes nucleares em tempo de paz ao lançar uma bomba atômica sobre o atol de Bikini, no Pacífico. Atol é o nome que recebe uma ilha em formato circular com uma lagoa no meio. Os preparativos e a explosão do...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This