Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

As 10 palavras mais difíceis de traduzir

24 de abril de 2019

1. Ilunga (tshiluba – idioma africano)
Uma pessoa que está disposta a perdoar qualquer maltrato pela primeira vez, a tolerar o mesmo pela segunda, mas não pela terceira. 

2. Shlimazi (ídiche)
Uma pessoa cronicamente azarada.

3. Radioukacz (polonês)
Pessoa que trabalhou como telegrafista para os movimentos de resistência durante o domínio soviético nos países da antiga Cortina de Ferro.

4. Naa (japonês)
Palavra utilizada para enfatizar declarações ou concordar com alguém.

5. Altahmam (árabe)
Um tipo de tristeza profunda.

6. Gezelling (holandês)
Qualidade semelhante a aconchegante.

7. Saudade (português)
Sentimento nostálgico.

8. Serathirupavar (tâmil – idioma indiano)
Palavra que define um certo tipo de ausência não autorizada frente a deveres.

9. Pochemuchka (russo)
Uma pessoa que faz perguntas demais.

10. Klloshar (albanês)
Semelhante a perdedor.

Isso foi tema de um livro feito pela inglesa Ella Frances Sanders. Veja a matéria no Blog.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

A origem dos acentos e símbolos gramaticais

A origem dos acentos e símbolos gramaticais

O surgimento e a história do sistema de pontuação têm acompanhado o desenvolvimento da escrita. No começo, os textos eram redigidos em letra maiúscula  e de forma contínua, sem espaço entre os vocábulos. Zénodoto de Éfeso (320-240 a.C.), responsável pela Biblioteca de...

Quando começamos a colocar o pingo no i?

Quando começamos a colocar o pingo no i?

A adição do ponto sobre a letra i data do século XVI. Quando os caracteres góticos foram adaptados, os dois is (ii) eram frequentemente confundidos com a letra u. Para evitar esse problema, criou-se o costume de acrescentar a ele o acento gráfico til, o apóstrofo e...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This