Em suas pesquisas, o professor Fábio Dias, autor do livro “Jingle é a alma do negócio” (Panda Books), encontrou um jingle da esponja de aço Q’Lustro do final da década de 1960. O comercial é curioso por ser totalmente desconectado com os cuidados que a publicidade precisa tomar hoje em dia. Uma garotinha passa a esponja de aço nos dentes de seu cachorro, prometendo que vai deixá-los mais branquinhos. Depois ela esfrega os cabelos da boneca com o produto, imitando o gesto da mãe, que está limpando uma panela.

A Q’Lustro detinha 25% do mercado nacional de esponja de aço quando foi comprada pela Bombril em 1973.

Leia também: O Bombril tem mesmo 1001 utilidades?