Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

As seis mulheres do Rei Henrique VIII

19 de maio de 2021

Um meme correu a internet recentemente: Rodrigo Hilbert não fez nada de extraordinário ao construir a capela onde se casou com Fernanda Lima. Bom mesmo foi o rei inglês Henrique VIII: para casar com Ana Bolena, ele construiu uma igreja inteira! Sentiu o drama? Aí tem História!

Prev 1 of 1 Next
Prev 1 of 1 Next

Henrique VIII foi um rei importante, num momento muito especial. Dá pra dizer que, em grande medida, foi ele quem começou com essa ideia de transformar a Inglaterra em potência mundial. Quer um exemplo? Lembra-se do Tratado de Tordesilhas? Terras descobertas daqui pra lá são da Espanha, de lá pra cá, de Portugal. O acordo foi assinado pelos dois países e sacramentado pelo Papa. Henrique não gostou e foi à luta: começou a construir o império britânico de ultramar.

Ele ficou famoso também por ter tido seis esposas: Catarina de Aragão, Ana Bolena, Jane Seymour, Ana de Cleves, Catarina Howard e Catarina Parr, na ordem. Divorciou-se da primeira e da quarta, mandou executar a segunda e a quinta, e morreram de causas naturais a terceira e a sexta (mas ele morreu antes dela).

Apesar de ter sido uma excelente rainha, Catarina deu à luz um menino, que morreu em poucas semanas (a filha, Maria, chegou a reinar por um tempo), e, por causa disso, foi rejeitada. Mesmo antes da separação, Henrique vinha tendo um caso com Ana Bolena. Pediu então ao Papa a anulação do casamento com Catarina de Aragão. Só que o então governante de Roma era o imperador Carlos V – sobrinho e protetor de Catarina… Ou seja, ele não concordou com a anulação. Isso foi o estopim para que Henrique VIII (até então um bom católico) embarcasse na nova onda europeia, o rompimento com o papado, que tinha começado em 1517, com Martinho Lutero. Henrique fundou a Igreja Anglicana, da qual ele era o chefe.

Separou-se de Catarina para se casar com Ana Bolena em 1533. Ela dá à luz uma filha. O rei continuava esperando a chegada de um herdeiro masculino. Sabendo que sua permanência no trono dependia disso, Ana teria tentado engravidar de outros homens – cinco, incluindo o irmão dela. O “teria” é por conta das torturas que esses homens sofreram. Ela foi acusada de traição e condenada à morte. Seu posto como mulher do rei da Inglaterra durou pouco, tanto que a chamaram de “Ana dos Mil Dias”.

Ana Bolena tinha sido dama de companhia da rainha anterior. Pois a história se repetiu. Antes da execução, em 19 de maio de 1536, o rei já tinha um caso com Jane Seymour, dama de companhia de Ana. Seymour deu o esperado filho a Henrique e morreu devido a complicações no parto.

Dos três filhos de Henrique VIII que chegaram ao trono, Eduardo, filho de Jane, e Maria, filha de Catarina de Aragão, tiveram reinados curtos: seis anos para ele, cinco para ela. 0 Curiosamente, Elizabeth I, filha de Ana Bolena, foi quem teve o maior e mais próspero reinado. Foram 45 anos no poder.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Alfarrábio, o homem que virou sinônimo de livro velho

Alfarrábio, o homem que virou sinônimo de livro velho

Alfarrábio vem do latim "Alpharabus", nome latino do grande filósofo árabe Abu Nasr Mohammad Ibn al-Farakh al-Farabi, assim chamado por ter nascido numa aldeia próxima a Farab, no Turquistão, em território hoje pertencente ao Irã. Fez seus primeiros estudos em Farab e...

Como a Mitologia Grega explica a origem das estações do ano

Como a Mitologia Grega explica a origem das estações do ano

"No Hemisfério Norte, a Primavera é a primeira estação do ano", diz o professor Warde Marx. "Para nós, no Hemisfério Sul, é o começo do fim do ano". Qual é a origem das estações do ano? De onde vieram seus nomes? Aí tem História. A princípio, os termos latinos "ver" e...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This