Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

11 curiosidades sobre o 11 de setembro

24 de abril de 2019
  1. Na manhã do dia 11 de setembro de 2001, quatro aviões foram sequestrados nos Estados Unidos. Três deles foram usados em atos terroristas, sendo lançados sobre prédios, causando a morte de 3.278 pessoas. O primeiro prédio foi atingido às 8h46.
  2. Às 8h10 do mesmo dia, o Boeing 757 da American Airlines partiu do aeroporto de Dulles, estado de Washington, para Los Angeles. Às 9h43, foi jogado sobre o Pentágono, a sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos e do comando das Forças Armadas. O avião atravessou três alas do edifício, que fica a cerca de 3 km da Casa Branca, residência oficial do presidente dos Estados Unidos. Cerca de 130 pessoas morreram. Às 10h10, um avião idêntico, mas da United Airlines, que havia levantado voo em Newark (Nova York) caiu em uma região desabitada a 130 km de Pittsburg, na Pensilvânia. As 45 pessoas que estavam a bordo morreram. Essas quedas também foram planejadas junto ao ataque ao WTC.
  3. Segundo a Federal Aviation Administration, que controla o tráfego aéreo nos Estados Unidos, às 9h49 de 11 de setembro, dia dos ataques terroristas, 3.667 aviões sobrevoavam o território americano. Ao meio-dia, é comum existirem cerca de 5.000 vôos. Às 11h40 daquele dia, apenas 290 vôos haviam sido registrados.
  4. O impacto causado pelos choques dos aviões e pelo desabamento das duas torres abalou as estruturas de prédios vizinhos. O prédio 7, que fazia parte do conjunto de sete prédios do World Trade Center, caiu às 17h25 do mesmo dia.
  5. O Pentágono, sede da Secretaria da Defesa dos Estados Unidos, terceiro alvo do atentado terrorista, tem acesso restrito em período integral. Todas as entradas são protegidas por guardas armados, detectores de metais e câmeras de vídeo. Visitantes devem ser acompanhados por alguém da segurança. Barreiras de concreto impedem que se estacione próximo às entradas.
  6. Em 2002, um integrante da lista oficial de desaparecidos foi encontrado em uma clínica de Nova York. Gerge Sims sofria de amnésia e apresentava sintomas de esquizofrenia. Segundo a família, ele estava “vendendo coisas” nas proximidades do WTC no dia do acidente.
  7. Na segunda metade da década de 40, quando os soldados que lutaram na Segunda Guerra voltaram para casa, houve o chamado “baby boom”, um aumento no número de nascimentos. Após o “11 de setembro”, Nova York viu nascer 25% mais crianças do que o normal. Para a ginecologista Joan Berman, que trabalha na cidade, são duas as causas para esse novo baby boom. “Mais pessoas estavam fazendo sexo sem proteção, já que tudo parecia tão perigoso”, disse ela à revista New York Magazine. “Além disso, por causa do estresse, entre setembro e outubro houve muitos ciclos menstruais irregulares, e muita gente foi pega de surpresa.” Até mesmo no Canadá ocorreu fenômeno semelhante. Mark Alwan, obstetra do Hospital Geral de Pomona Valley, observou que o número de nascimentos aumentou de 400 para 500 por mês, a partir de junho de 2002  – nove meses após os ataques. “Esses números se mantiveram até agosto”, disse ele ao jornal local The Daily Bulletin.
  8. Pelo menos 353 pessoas que ficaram presas nas torres gêmeas do World Trade Center no dia 11 de setembro conseguiram falar com pessoas fora dos prédios. Entre telefonemas e e-mails, houve mensagens de desespero, de despedida e até de tranquilização.
  9. Nos dias seguintes ao episódio, houve uma queda significativa no número de passageiros das companhias aéreas em todo o mundo. Por receio de voar, muita gente desistiu. E o medo ainda persistiu. Tanto é que empresas europeias alteraram escalas ou cancelaram voos para os Estados Unidos marcados para 11 de setembro de 2002. Só a British Airways, maior companhia do continente, suspendeu 24 voos de ida ou volta para os Estados Unidos. Por causa da pouca procura, a Air France cancelou um voo para Washington e outro para Nova York, agendados para a data. A pequena Spirit Airlines, sediada na Flórida (EUA), chegou até a prometer oferecer 13.000 bilhetes grátis para seus passageiros viajarem no dia.
  10. As torres gêmeas de 110 andares davam ao WTC o posto de 5º edifício mais alto do mundo. O World Trade Center foi construído em sete anos e custou 750 milhões de dólares. As torres gêmeas faziam parte de um complexo formado por outros sete edifícios, espalhados por 12 quarteirões. As torres, que viraram o cartão postal da cidade de Nova York, nos Estados Unidos, foram inauguradas no dia 4 de abril de 1973. O complexo inteiro foi aberto em 1975. Os dois edifícios tinham 95 elevadores e cerca de 45 mil janelas.
  11. O episódio de 11 de setembro de 2001 não foi o primeiro ataque terrorista enfrentado pelo World Trade Center. Em fevereiro de 1993, a explosão de uma bomba no complexo de prédios matou 6 pessoas.

Leia também:
World Trade Center: mensagens de desespero e de despedida
11 de Setembro: o ataque terrorista ao Pentágono
Como foi o ataque terrorista ao World Trade Center

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

A guerra mais rápida da história

A guerra mais rápida da história

Quanto tempo pode durar uma guerra? Bem, tivemos a Guerra dos Cem Anos, que durou mais de 100 anos (1337 a 1453).  A da Coreia está em cartaz há mais de 70 anos. Tem alguma curta, curtíssima? Aí tem História. No dia 27 de agosto de 1896, duas ilhas entraram em guerra....

O presente de grego nasceu com o Cavalo de Troia

O presente de grego nasceu com o Cavalo de Troia

Arqueólogos anunciaram na semana passada que teriam sido descobertos, em escavações na Turquia, restos de uma famosa construção... e, obviamente, aí tem História. A tal construção seria o Cavalo de Troia.  A Guerra de Troia teria acontecido por volta do século 12 a.C....

Laura Consulich: naufrágio explosivo

Laura Consulich: naufrágio explosivo

Um navio afunda, há poucas vítimas e, anos depois, ele é reencontrado, sua carga, em grande parte, é recuperada e pode ser reutilizada. É uma boa notícia? Não exatamente. E aí tem História. O navio é o cargueiro italiano Laura Cosulich. Em julho de 1941, com a Segunda...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This