Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Curiosidades sobre a trajetória do Cristo Redentor

24 de abril de 2019
  1. A inauguração do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, aconteceu às 19h15 do dia 12 de outubro de 1931, depois de cinco anos de obras.
  2. Depois da abolição da escravatura, iniciou-se uma campanha para a construção de uma estátua em homenagem à Princesa Isabel. Ela rejeitou de imediato a proposta. No lugar, ela, bastante católica, sugeriu a construção de uma imagem do Sagrado Coração de Jesus.
  3. A primeira pessoa a falar sobre uma estátua de Cristo nesse cartão-postal do Rio de Janeiro foi o padre francês Pierre-Marie Bos, em 1903.
  4. A ideia de prestar uma homenagem a Cristo com uma estátua foi lançada em 1921, como parte das comemorações do centenário da Independência do Brasil. Foi organizada uma campanha de doações chamada “Semana do Monumento” para a viabilização do projeto junto aos católicos. A coisa só caminhou mesmo quando o arcebispo Dom Sebastião Leme assumiu a coordenação da campanha.
  5. O Morro do Corcovado concorreu com o Pão de Açúcar e o Morro de Santo Antônio em uma assembleia para decidir onde seria colocada a estátua.
  6. Os primeiros esboços da imagem pertencem ao pintor Carlos Oswaldo. Ele a imaginou sobre um pedestal, carregando uma cruz e um globo terrestre. Os cariocas pensaram que o globo era uma bola de futebol e apelidaram o projeto de “Cristo da Bola”. No final, a população carioca optou pela forma de braços abertos. O projeto de construção foi assinado pelo engenheiro Heitor da Silva. Sua realização efetiva, no entanto, começou em 1926 com a ajuda do francês Albert Caquot (engenheiro) e do polonês Paul Landowski (escultor).
  7. A obra não pôde ser concluída no Brasil. Os desenhos de Heitor acabaram sendo levados para a França, onde Landowski finalizou o trabalho. Além de fazer os moldes da cabeça e das mãos, o escultor também assinou os afrescos com cenas do martírio de Cristo que enfeitam a parte externa da capela na base da estátua.
  8. No dia de sua inauguração, diz a lenda, a iluminação da escultura foi acionada diretamente da Itália por Guglielmo Marconi, inventor e físico italiano. Por meio de ondas elétricas irradiadas de uma estação telegráfica em Gênova, o cientista efetuou a ligação do circuito de lâmpadas. A história, espalhada pelo empresário Assis Chateaubriand, foi desmentida. A experiência com Marconi não funcionou. Quem acionou a iluminação foi o engenheiro Gustavo Corção, na Estação Jacarepaguá.
  9. O Papa Pio XI enviou a seguinte mensagem por ocasião da inauguração do monumento: “Contemplem todos a sua imagem, os que em terra vivem atormentados por cuidados e solicitudes da vida e também os viajantes que, batidos pelas ondas do mar agitado, desejam chegar a um porto feliz”.
  10. Nas comemorações de 50 anos do Cristo, em 1981, o papa João Paulo II acionou a nova iluminação de sua casa em Castelgandolfo (Roma).
  11. No dia 7 de julho de 2007 o Cristo Redentor foi eleito uma das 7 Novas Maravilhas do Mundo. O monumento brasileiro ficou em terceiro lugar na votação. No dia 9 do mesmo mês foi organizada uma missa aos pés do monumento para comemorar o título.
  12. No dia 16 de abril de 2010, o cartão postal do Rio de Janeiro amanheceu pichado pela primeira vez na história. O monumento estava fechado para visitação e cercado por andaimes e telas para reformas desde o início de março. Vândalos escreveram as frases “Onde está a engenheira Patrícia?” e “quando os gatos saem, os ratos fazem a festa”.
  13. A estátua do Cristo Redentor, situada a 709 metros acima do nível do mar, tem os braços abertos, em forma de cruz, para ser admirada à distância.
  14. Ela possui 8 metros de pedestal e mais 30 metros de altura. Tem 28 metros de distância entre as mãos, medida a partir das extremidades dos dedos.
  15. Seu peso é de 1145 toneladas.
  16. As peças que compõem a estátua chegaram ao Corcovado de trem.
  17. Uma grande restauração do monumento foi feita em 1990, numa parceria da Rede Globo com a Shell Brasil, e custou 2 milhões de dólares.
  18. Um total de 220 degraus ligavam o chão à base do Cristo. Mais tarde, foram instalados um elevador e duas escadas rolantes para facilitar o acesso. O mecanismo de ambos sistemas é silencioso, evitando assim que os macaquinhos da floresta da Tijuca fossem afetados pelo som.
  19. O modelo original da cabeça do Cristo foi adquirido pela Prefeitura do Rio de Janeiro em 2001 por 84 mil reais.
  20. O escultor Paul Landowski assina a peça, feita em terracota.
  21. Em 2004, a Sociedade de Autores e Compositores Dramáticos da França, por solicitação da família de Ladowsky, encaminhou à Sociedade Brasileira de Autores um pedido de cobrança de direitos autorais pelo uso da imagem do Cristo. Segundo a lei brasileira, não seria necessário pagar o valor requerido porque, depois de 15 anos, a obra se tornou objeto de domínio público.
  22. Em 2021, o Cristo ganhou uma “biografia” escrita pelo jornalista Rodrigo Alvarez: “Redentor” (Globo Livros). Ele conta que a obra custou 2.076 contos de réis, que seriam equivalentes a 6,5 milhões de dólares.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Qual é o colégio mais antigo do Brasil?

Qual é o colégio mais antigo do Brasil?

Os colégios mais antigos do país ainda em atividade foram todos fundados ainda na época do Império. O primeiro da lista é o Ginásio Pernambucano, instituição de ensino médio de Recife, que abriu as portas em 1825. Há uma discussão aí sobre a primazia porque a escola...

Livros homenageiam Independência do Brasil

Livros homenageiam Independência do Brasil

O jornalista Marcelo Duarte apresenta dois lançamentos que comemoram a Independência do Brasil. "Memória póstumas do burro da Independência", dedicado ao público infantil (que os papais vão se divertir também) e "Independência ou zero!", uma nova aventura juvenil do...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This