Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Bebês a bordo

24 de abril de 2019

 

Na segunda metade da década de 40, quando os soldados que lutaram na Segunda Guerra voltaram para casa, houve o chamado baby boom, aumento do número de nascimentos. Após o “11 de setembro”, Nova York viu nascer 25% mais crianças que o normal. Para a ginecologista Joan Berman, que trabalha na cidade, são duas as causas para esse novo baby boom. “Mais pessoas estavam fazendo sexo sem proteção, já que tudo parecia tão perigoso”, disse ela à revista New York Magazine. “Além disso, entre setembro e outubro houve muitos ciclos menstruais irregulares e muita gente foi pega de surpresa.”

Até mesmo no Canadá ocorreu fenômeno semelhante. Mark Alwan, obstetra do Hospital Geral de Pomona Valley, observou que o número de nascimentos aumentou de 400 para 500 por mês, a partir de junho de 2002  – nove meses após os ataques. “Esses números se mantiveram até agosto”, disse ele ao jornal local The Daily Bulletin.

 

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

A participação do Brasil na Primeira Guerra Mundial

A participação do Brasil na Primeira Guerra Mundial

Em 26 de outubro de 1917, o presidente Venceslau Brás declarou guerra contra a Alemanha, que afundara três navios brasileiros:  o Paraná (no canal da Mancha, em abril), o Tijuca (no litoral francês, em maio) e o Macau (no litoral espanhol, em outubro). Os 46 navios...

10 curiosidades sobre a Guerra de Canudos

10 curiosidades sobre a Guerra de Canudos

1. O cearense Antônio Vicente Mendes Maciel (1830-1897), professor primário, comerciante e advogado, sofreu uma grande decepção que mudou sua vida. Sua mulher, Brasilina, fugiu de casa com outro homem. A partir daí, ele iniciou uma...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This