Pode sim! E duas, três, muitas vezes. “Eles atingem os lugares mais elevados, como torres em locais planos e árvores no alto de morro”, conta Osmar Pinto Jr., coordenador do Grupo de Eletricidade Atmosférica do Instituto de Pesquisa Espaciais (Inpe). Outro fator que aumenta a incidência é a umidade do ar, que facilita a formação de tempestade. Assim, eles despencam mais nas regiões tropicais e é quase impossível ver um raio caindo nos desertos. A existência de jazidas mineiras no solo também pode atrair mais raios, mas, segundo Osmar Pinto, isso ainda não foi comprovado. E de onde vem essa lenda de apenas um raio no lugar? “Os índios tinham a crença de usar um pedaço das árvores atingidas como amuleto, para que nunca fossem pegos por um raio”, conta ele.