Yakutsk, na Rússia, ocupa o posto de cidade mais fria do mundo. Em um típico janeiro, mês mais frio do ano, a temperatura máxima não passa dos -40ºC, atingidos durante as três horas diárias de claridade. No inverno, uma constante neblina de gelo limita a visibilidade humana à distância de 10 metros. Por isso, é desaconselhável dirigir automóveis nesses meses, e o acesso à cidade é feito preferencialmente por avião. Mas os 200 mil habitantes de Yakutsk têm um consolo ao inverno rigoroso: um verão com um calor de até 30ºC. Não dá para negar que, em Yakutsk, vive-se em condições extremas: a mínima temperatura já registrada na cidade foi de -64,4ºC e a máxima, de 38,4ºC. A área é rica em minerais: 20% de todos os diamantes do mundo e 40% do ouro russo são extraídos lá.