Quem batizou a cidade foi o navegador florentino Américo Vespúcio, que desembarcou por lá em 1º de janeiro de 1502, a bordo da expedição do português Gonçalo Coelho. Quando avistou a Baía de Guanabara, Vespúcio exclamou, pensando tratar-se da foz de um rio: “Rio de Janeiro!”. O nome pegou.