Centenas de teorias tentam explicar a extinção dos dinossauros, há 65 milhões de anos. A mais difundida é a de que o grande culpado seria um meteoro que teria caído na Terra. A julgar pelas evidências do impacto (a presença do irídio, elemento químico raro na Terra, mas comum em meteoros e asteroides), é provável, na verdade, que tenham sido vários meteoros. O impacto teria causado erupções vulcânicas e uma nuvem de fumaça que bloqueou a luz solar. Assim, morreram as plantas, das quais os herbívoros se alimentavam. Com o fim desses seres, os carnívoros deixaram de ter o que comer, sendo então fadados à extinção.