SABÃO INVENÇÃO

  • O sabão foi inventado pelos fenícios, 600 anos a.C., que usavam terra argilosa contendo calcário ou cinzas de madeira, obtendo um sabão pastoso.
  • Ele chegou à Roma no século IV, utilizado no príncipio apenas para lavar os cabelos.
  • O sabão sólido apareceu no século XIII. quando os árabes descobriram o processo de saponificação – mistura de óleos naturais, gordura animal e soda cáustica que depois de fervida endurece.
  • Os espanhóis, tendo aprendido a lição com os árabes, acrescentaram-lhe óleo de oliva, para dar ao sabão um cheiro mais suave. Nos séculos XV e XVI, enfim, várias cidades européias tornaram-se centros produtores de sabão – entre elas, Marselha, na França, e Savona, na Itália.
  • O sabão ainda era um produto usado apenas por pessoas ricas. Até que, em 1792, o químico francês Nicolas Leblanc (1742-1806) conseguiu obter soda caústica do sal de cozinha e, pouco depois, criou-se o processo de saponificação das gorduras, o que deu um grande avanço na fabricação de sabão.