Um pai como personagem principal? Uma das séries mais famosas do gênero foi “Papai Sabe Tudo”. Ela surgiu como um programa de rádio, a americana NBC, em 1949, com o título “Father Knows Best”. Chegou à TV em 1954 e teve 203 episódios divididos em seis temporadas. No Brasil, “Papai Sabe Tudo” estreou em 1960 pela TV Tupi, ainda Canal 3, e mostrava o cotidiano da família Anderson, que morava em Springfield, uma cidade do estado de Oregon.

PAPAI SABE TUDO

O pai, Jim, interpretado por Robert Young, era um vendedor de seguros. Casado com Margareth, tinha três filhos: Beth, a mais velha; Bud, o adolescente; e Katy, ainda uma criança. As histórias sempre se baseavam na moral, na ética, na importância dos valores familiares. O personagem do pai era de fato um catalizador de toda a família. Mas a figura da mãe não ficava em segundo plano porque era a ela a quem ele recorria em momentos de dúvida ou mesmo de certa indecisão.

Jim Anderson foi dublado por Ribeiro Filho. Mas a maior curiosidade é o dublador de Bud: Marcelo Gastaldi, que foi também o primeiro dublador do personagem Chaves.

Outras séries com pais protagonistas:

“E agora, papai?” (1960 a 1961)

Os advogados Harrigan, pai e filho, dividem o mesmo escritório e tem maneiras diferentes de defender seus clientes. A série de 34 episódios foi estrelada por um ator veterano, Pat O’Brien. O título original era “Harrrigan and Son”. Era exibido pela rede ABC às sextas-feiras, 20h, antes do desenho “Os Flinstones”.

E AGORA, PAPAI?

“Papai Sabe Nada” (1962 a 1966)

PAOAI SABE NADA

Sátira ao “Papai Sabe Tudo” criada por Renato Côrte Real, protagonizada por sua família na vida real. A saber: Renato, a esposa, Bisu, e os dois filhos, Junior e Ricardo Côrte Real. Em 2017, a TV Cultura colocou no ar o seriado “Máximo e Confúcio”, uma homenagem ao antigo programa. Máximo e Confúcio eram os nomes de Ricardo e Renato na atração original. A nova versão foi estrelada por Ricardo Côrte Real e Leonardo Cortez.

“Meus Três Filhos” (1960)

MEUS TRÊS FILHOS

Série estrelada por Fred MacMurray, que fazia o papel de um viúvo que, com a ajuda do sogro, criava três filhos: um jovem, um adolescente e uma criança.

“Os Waltons” (1972 a 1981)

OS WALTONS

Apesar de a série ser baseada nas memórias de John Boy, o pai, John Walton, e o avô, Zeb Walton, eram personagens marcantes. “Os Waltons” teve 221 episódios.

“O Grande Pai” (1992 e 1993)

O GRANDE PAI

Foi exibida pelo SBT. A adaptação da série argentina “Grande Pá”, criada por Giusi, Gustavo Barrios e Ricardo Rodrigues, foi feita por Crayton Sarzi e dirigida por Walter Avancini e depois por Antonino Seabra. O personagem central era o viúvo Artur (Flávio Galvão), que criava três filhas: a jovem Jô (Patrícia Lucchesi, revelada no comercial do “primeiro sutiã”), a adolescente Ana (Paloma Duarte) e a ainda criança Flor (Wanessa Rubi). Artur contava com a ajuda da governanta, Maria (Débora Duarte), que era secretamente apaixonada por ele. Além disso, Artur tinha uma namorada, Júlia (Sônia Lima).