Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

“Papai Sabe Tudo” e outras séries que homenageiam os pais

12 de agosto de 2020

Um pai como personagem principal? Uma das séries mais famosas do gênero foi “Papai Sabe Tudo”. Ela surgiu como um programa de rádio, a americana NBC, em 1949, com o título “Father Knows Best”. Chegou à TV em 1954 e teve 203 episódios divididos em seis temporadas. No Brasil, “Papai Sabe Tudo” estreou em 1960 pela TV Tupi, ainda Canal 3, e mostrava o cotidiano da família Anderson, que morava em Springfield, uma cidade do estado de Oregon.

O pai, Jim, interpretado por Robert Young, era um vendedor de seguros. Casado com Margareth, tinha três filhos: Beth, a mais velha; Bud, o adolescente; e Katy, ainda uma criança. As histórias sempre se baseavam na moral, na ética, na importância dos valores familiares. O personagem do pai era de fato um catalizador de toda a família. Mas a figura da mãe não ficava em segundo plano porque era a ela a quem ele recorria em momentos de dúvida ou mesmo de certa indecisão.

Jim Anderson foi dublado por Ribeiro Filho. Mas a maior curiosidade é o dublador de Bud: Marcelo Gastaldi, que foi também o primeiro dublador do personagem Chaves.

Outras séries com pais protagonistas:

“E agora, papai?” (1960 a 1961)

Os advogados Harrigan, pai e filho, dividem o mesmo escritório e tem maneiras diferentes de defender seus clientes. A série de 34 episódios foi estrelada por um ator veterano, Pat O’Brien. O título original era “Harrrigan and Son”. Era exibido pela rede ABC às sextas-feiras, 20h, antes do desenho “Os Flinstones”.

“Papai Sabe Nada” (1962 a 1966)

Sátira ao “Papai Sabe Tudo” criada por Renato Côrte Real, protagonizada por sua família na vida real. A saber: Renato, a esposa, Bisu, e os dois filhos, Junior e Ricardo Côrte Real. Em 2017, a TV Cultura colocou no ar o seriado “Máximo e Confúcio”, uma homenagem ao antigo programa. Máximo e Confúcio eram os nomes de Ricardo e Renato na atração original. A nova versão foi estrelada por Ricardo Côrte Real e Leonardo Cortez.

“Meus Três Filhos” (1960)

Série estrelada por Fred MacMurray, que fazia o papel de um viúvo que, com a ajuda do sogro, criava três filhos: um jovem, um adolescente e uma criança.

“Os Waltons” (1972 a 1981)

Apesar de a série ser baseada nas memórias de John Boy, o pai, John Walton, e o avô, Zeb Walton, eram personagens marcantes. “Os Waltons” teve 221 episódios.

“O Grande Pai” (1992 e 1993)

Foi exibida pelo SBT. A adaptação da série argentina “Grande Pá”, criada por Giusi, Gustavo Barrios e Ricardo Rodrigues, foi feita por Crayton Sarzi e dirigida por Walter Avancini e depois por Antonino Seabra. O personagem central era o viúvo Artur (Flávio Galvão), que criava três filhas: a jovem Jô (Patrícia Lucchesi, revelada no comercial do “primeiro sutiã”), a adolescente Ana (Paloma Duarte) e a ainda criança Flor (Wanessa Rubi). Artur contava com a ajuda da governanta, Maria (Débora Duarte), que era secretamente apaixonada por ele. Além disso, Artur tinha uma namorada, Júlia (Sônia Lima).

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Todos os talentos de Lolita Rodrigues

Todos os talentos de Lolita Rodrigues

Ela foi a primeiríssima estrela da TV brasileira. Tanto que, na noite de estreia, foi escalada para cantar o Hino da TV. Nasceu na cidade de Santos (SP), em 10 de março de 1929, e hoje vive com a filha no Nordeste brasileiro. Seu nome de batismo é Sylvia Gonçalves....

Voyage: curiosidades da volta do ABBA

Voyage: curiosidades da volta do ABBA

Depois de 40 anos, o quarteto sueco ABBA lança um novo álbum: "Voyage". O nono álbum de Björn, Benny, Agnetha e Anni-Frid, com 10 faixas em 37 minutos, teve lançamento mundial no dia 5 de novembro. O último tinha sido "Visitors" em 30 de novembro de 1981. A banda,...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This