Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Curiosidades sobre a Turma da Mônica

24 de abril de 2019
  1. Foi criada pelo desenhista Mauricio de Sousa. Ele inventou o cachorrinho Bidu quando era repórter policial. A primeira história com o nome Bidu saiu no jornal “Folha da Tarde”, em 18 de julho de 1959.

  2. O nome Turma da Mônica pode se referir a todos os personagens criados por Mauricio. Mas há também as “mini-turmas”, como Turma do Penadinho, Turma do Chico Bento e Turma do Astronauta.
  3. A revista da Mônica foi lançada em 1970, com tiragem de 200 mil exemplares. Três anos mais tarde, foi a vez da revista do Cebolinha. Em 1982, vieram revistas do Cascão e do Chico Bento. A da Magali foi publicada em 1989.

  4. Cebolinha foi inspirado num garoto da turma de infância de Mauricio. Ele realmente tinha cabelos espetados trocava os “erres” pelos “eles”.
  5. Horácio é o personagem favorito de Mauricio e o único que ainda é desenhado por ele próprio.

  6. Em 1976, Mauricio criou o personagem Pelezinho, inspirado em Pelé. O jogador preferia “Pelezão”, um personagem que fosse semelhante a ele naquele momento, adulto, quando ainda jogava e estava no Cosmos de Nova York. Mas Mauricio insistia que o personagem deveria ser uma criança. Então, o desenhista foi até Nova York e, na sala do Pelé, rabiscou alguns Pelezinhos. Sem sucesso. A saída, então, foi deixar a decisão para os filhos do jogador, Kelly e Edinho. Mauricio tinha certeza de que, se dependesse das crianças, o Pelezinho venceria. Não deu outra.

  7. Mauricio tentou também emplacar Dieguito, personagem inspirado no argentino Maradona. Entrou em contato com o jogador pela primeira vez em 1985. Invadiu a concentração secreta onde a seleção argentina se preparava para a Copa do Mundo e conversou com Maradona.  O personagem até foi criado, mas não passou da fase de projeto. Quando Mauricio começou a preparar o lançamento, Maradona foi para a Espanha. Quando começou a planejar o contato na Espanha, o jogador foi para a Itália. O desenhista acabou desistindo.


  8. As tirinhas da Turma da Mônica são publicadas em quase 80 jornais do mundo todo. Nos Estados Unidos, a revista virou “Monica’s Gang”. Por lá, Magali se chama Maggy e Chico Bento é Chuck Billy. Na Grécia, a Mônica virou Monika. Na Indonésia, onde se fala javanês, o Cascão foi rebatizado de Dekil.
  9. As aventuras dos personagens viraram desenho animado em 26 de junho de 2004. Elas são exibidas pelo canal de televisão Cartoon Network.
  10. No mesmo ano, a turminha ganhou novos integrantes: Dorinha (uma menininha deficiente visual), Paralaminha (um garoto com deficiência física), Xaveco (filho de pais separados) e Bloguinho (garoto aficcionado pela internet).

  11. Em 2006, Mauricio lançou uma revista inspirada no jogador Ronaldinho Gaúcho. O personagem tinha o mesmo nome do craque.
  12. Em 2008, a edição número 4 da nova revista “Turma da Mônica Jovem” tinha na capa o beijo entre os  personagens Mônica e Cebolinha. A série mostra os personagens mais crescidos e mistura o traço de Mauricio com elementos de mangá.

  13. Em 1993, foi inaugurado no Shopping Eldorado o Parque da Mônica com vários brinquedos e atrações envolvendo os personagens do gibi. O parque funcionou até 2010, sendo reaberto em 2015 no SP Market. Entre 1998 e 2000 funcionou uma filial em Curitiba e entre 2000 e 2005 uma no Rio de Janeiro.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Os 50 anos do “Manual do Escoteiro Mirim” no Brasil

Os 50 anos do “Manual do Escoteiro Mirim” no Brasil

A Editora Abril lançou no Brasil o primeiro "Manual do Escoteiro Mirim" em julho de 1971. A edição de capa dura, com 13cm x 19,5cm, tinha um total de 264 páginas. A edição original - "Manuale delle Giovani Marmotte" - tinha sido publicada na Itália pela Editora...

Caubóis e dinossauros no Vale de Gwangi

Caubóis e dinossauros no Vale de Gwangi

Em 1969, Jim O'connolly dirigiu o filme “O Vale de Gwangi”. Ambientado no final do século XIX, no novo México, “O Vale de Gwangi" colocou, lado a lado, caubóis e dinossauros! O filme é estrelado por James Franciscus, que vive o papel do vigarista Tuck Kirby. O vilão...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This