Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

Trágédias em escolas

24 de abril de 2019

 

1996
Um homem armado invadiu um jardim-de-infância na Escócia e matou 16 crianças e uma professora antes de cometer suicídio. Thomas Watt Hamilton, de 43 anos, era considerado um pedófilo e pervertido sexual pelos membros de Dunblane, uma cidade que na época tinha apenas 7.300 habitantes. Além dos mortos, outras 12 crianças e duas professoras foram atingidas. O assassino já entrou na escola atirando e, quando chegou ao ginásio, encontrou a turma do Primário 1 tendo aulas de ginástica. As vítimas eram crianças de 5 e 6 anos.

1997
Em Saana,capital do Iêmen, um homem invadiu duas escolas e abriu fogo contra alunos e professores no dia 30 de março. Mohammed Ahmad al- Nazeri matou duas professoras e seis crianças com seu fuzil e foi condenado à morte no dia seguinte.

Um jovem de 16 anos esfaqueou a mãe e matou a tiros dois colegas, no dia 1º de outubro. O adolescente estudava no Colégio Pearl High, na cidade americana de Pearl, no Mississippi e uma das vítimas era sua ex-namorada.

1998
Munido de um rifle semi-automático e duas pistolas, um jovem de 15 anos da cidade de Springfield, em Oregon, Estados Unidos, assassinou seus pais e partiu armado para o colégio que estudava. Na Escola Pública Thurston matou 2 alunos e feriu outros 22.

1999
No dia 20 de abril, em Colorado, Estados Unidos, os estudantes Eric Harris, de 18 anos, e David Keblod, de 17, atiraram em vários colegas e professores. No massacre da Escola Secundária de Columbine, um professor e 14 alunos morreram – incluindo os dois atiradores que se suicidaram. A tragédia foi tema de um documentário de Michael Moore, Tiros em Columbine.

2000
Em Uruguaiana, no Rio Grande do Sul, 12 crianças de 2 a 4 anos morreram carbonizadas em uma creche. O incêndio foi causado por um curto-circuito no aquecedor enquanto elas dormiam. Márcia Machado e Ana Luíza Vilela, responsáveis por tomar conta da sala, tinham recebido a ordem de trancá-la e sair para receber donativos para uma quermesse. O único sobrevivente foi Matheus Bittencourt Rodrigues, de 3 anos, que não tinha o hábito de dormir após o almoço e estava no parquinho.
2001
O japonês Mamoru Takuma invadiu a escola elementar de Ikeda, um subúrbio de Osaka, a cerca de 400 quilômetros de Tóquio. Armado com uma faca, matou setemeninas e um menino, além de ferir outros 13 estudantes e dois professores. O agressor foi executado em junho de 2003.

2002
Um adolescente de 19 anos entrou armado no colégio Johann Guttenberg, na cidade alemã de Erfurt, no dia 26 de abril O aluno havia sido reprovado duas vezes (o que significa o fim da vida escolar) e decidiu se vingar atirando pelos corredores e salas de aula: matou 12 professores, a vice-diretora, uma secretária e duas alunas da escola que freqüentava. Um policial também foi morto e outras 6 pessoas ficaram feridas antes de o jovem se suicidar.

2004
300 terroristas islâmicos chechenos invadiram uma escola em Beslan, no interior da Rússia, e fizeram 1.200 reféns, a maioria crianças. Eles exigiam a retirada das forças russas da Chechênia e a libertação de todos os membros de seu grupo que estão presos. A ação terminou três dias depois, quando as forças policiais invadiram o prédio e libertaram os sobreviventes. Houve 335 mortos e 700 feridos.

2005
Um garoto matou nove pessoas de sua escola na reserva indígena Red Lake, em Minnesota, e depois se suicidou. Seu avó, cinco colegas, uma professora e um segurança foram as vítimas do tiroteio, que deixou outros 12 feridos.

2007
Cho Seung-Hui, estudante da Universidade da Virgínia, nos Estados Unidos, matou 32 pessoas em dois ataques. O primeiro aconteceu às 7 da manhã em um alojamento do campus. Duas pessoas morreram nessa investida. A polícia pensou que fosse apenas um ataque isolado e não alertou o resto da universidade. Duas horas depois, no campus de Engenharia, do outro lado da universidade, o atirador matou mais 30 pessoas. O assassino se suicidou em seguida.

2007
O estudante finlandês Pekka-Eric Auvinen invadiu a uma escola secundária do vilarejo de Jokela e matou seis colegas e a enfermeira do local. Depois, tentou tirar a própria vida e acabou falecendo no hospital. Antes do incidente, ele tinha publicado um vídeo no YouTube anunciando o massacre.

2009
Em 11 de março, a escola secundária Albertville, na cidade alemã de Winnenden, foi invadida pelo ex-aluno Tim Kretschmer, que havia se formado no ano anterior. Ele matou 15 pessoas e se suicidou logo depois. Durante todo o evento, Kretschmer disparou 112 tiros.

2011
Um homem entrou armado na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, no Rio de Janeiro, e atirou nas crianças que ali estudavam. Cerca de quinze pessoas ficaram feridas e nove morreram, incluindo o próprio atirador.

 

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Sequestro do ônibus 174

Sequestro do ônibus 174

  Sandro Barbosa do Nascimento, 21 anos, sequestrou um ônibus da linha 174 (Central – Gávea) no Rio de Janeiro, no dia 12 de junho 2000, uma segunda-feira. O caso ficou conhecido como " Sequestro do ônibus 174". O sequestro durou cerca de cinco horas. Sandro...

Crimes em  família

Crimes em família

  31 de novembro de 2002 – A estudante de direito Suzane von Richthofen, então com 19 anos, seu namorado Daniel Cravinhos e o irmão dele, Cristian Cravinhos, na época com 21 e 26 anos, mataram os pais da universitária, o engenheiro Manfred Albert von Richthofen e...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This