Minha primeira refeição por aqui foi num restaurante italiano. Calma, não vou decepcionar você. Agora comecei a entrar no ritmo chinês. Vou contar onde é que eu fui amarrar meu burro hoje. Almocei no Qunshneg Shijia, especializado em carne de… burro! Duvida? Dê uma olhada na fachada do lugar.

Inaugurado há 28 anos, o Qunshneg ganhou um novo endereço há três anos. Está bem maior! Hoje tem capacidade para 900 pessoas! Existem várias salas privativas. Este é o salão principal, com lugar para 300 clientes. Aqui são realizadas muitas festas de casamento e também festas de 1 mês de bebês (Pela tradição chinesa, mãe e filho devem ficar fechadinhos em casa nos primeiros 30 dias depois do parto. Aí a mãe faz uma festa para festejar o momento em que o bebê pode ir para a rua).

O gerente Wang Wei Ming diz que são servidos de dois a três burros por dia. Nos finais de semana, há filas de espera. Os burros de no máximo 1 ano pesam, em média, 50 quilos. A carne, segundo Wang, é rica em proteínas e tem pouca gordura. Pelo visto, do burro, nada se perde. Há porções e pratos com orelha de burro, intestino de burro, fígado de burro, miolos de burro, estômago de burro. Tudo o que você puder imaginar do burro eles servem ali…

Sim, tudo! O item mais caro do cardápio é o pênis de burro. Enquanto os pratos custam entre 20 e 40 yuans (5 a 10 reais), o pênis custa 120 yuans (30 reais).

Comecei experimentando a orelha de burro (lado direito do pratinho) e um pouco da pele (lado esquerdo)do burro. Têm textura borrachuda e um sabor não muito diferente daquelas pertences estranhos de feijoada. Wang disse que as mulheres gostam da pele do burro porque faz bem para a pele delas. Eu não senti nenhuma diferença na minha…

Como prato principal, comi ainda a carne do burro ensopada, acompanhada de uma jarra de chá de suanmei, um tipo de ameixa.

Para finalizar, experimentei a carne de burro na versão hambúrguer. Não faltaram nem as sementinhas de gergelim em volta do pão. Mas a carne não era moída.

Na saída do restaurante, vi uma série de caixinhas com a mascote da casa. Perguntei se era embalagem para entrega. Disseram que não. Eram caixinhas para quem quiser dar carne de burro de presente.