Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

O sucesso dos “Food Tokers” e suas receitas em 1 minuto

10 de junho de 2021

Sabe aquela história que o TikTok é uma plataforma só de dancinhas? Pode esquecer! Há muito conteúdo – mesmo em vídeos tão curtos. Receitas culinárias estão em alta. Elas ensinam o preparo de pratos em apenas 1 minuto – ou seja: um terço do tempo que você precisaria para preparar um miojo.

Prev 1 of 1 Next
Prev 1 of 1 Next

Os foodtokers ganharam força de um ano para cá quando mais gente resolveu se aventurar na cozinha. Quem aí não se arriscou a fazer uma receita de pão? A hashtag TikTokFood acumulou 25,2 bilhões de visualizações. Nos Estados Unidos chegou a faltar queijo feta nos supermercados por causa de uma receita que viralizou na plataforma, a fetapasta.

Separei os perfis de três foodtokers que comecei a seguir e que já me salvaram na hora da fome.

Eitan Bernath começou a postar receitas em 2019 e hoje tem 1,7 milhão de seguidores. O americano de 19 anos disse que aprendeu a cozinhar sozinho assistindo a vídeos no YouTube. São receitas curtas e fáceis para que todos consigam fazer. De um queijo quente colorido até um bife preparado no ferro de passar.

A chef Poppy O’Toole estava trabalhando em um restaurante estrelado pelo Guia Michelin e sonhava em abrir o seu próprio negócio. Ela perdeu o emprego quando o lockdown foi decretado no Reino Unido. Somando 1,5 milhão de seguidores, Poppy ficou conhecida no TikTok como a rainha da batata, ensinando a fazer desde batatas fritas iguais às do McDonald’s, até batatas assadas perfeitas. O seu sucesso na plataforma até rendeu um contrato de livro de receitas.

Vivian Aronson é uma influenciadora de culinária chinesa baseada nos EUA. Ela dirige o canal Cooking Bomb, onde posta vídeos de refeições asiáticas e lanches. Vivian tem um ótimo engajamento no Instagram, mas o TikTok é mesmo a sua maior plataforma. Tem 1,7 milhão de fãs. Vivian trocou a China pelos Estados Unidos em 2005. Ela já ensinou receitas fáceis de sushi, transformou macarrão instantâneo em um belo ramen e mostrou que uma panela elétrica não serve só para fazer arroz.

Entre os brasileiros, eu gosto demais do “Downlícia”. Gabriel Bernardes de Lima é portador de síndrome de down e cozinha desde os 10 anos. Começou a vender brigadeiros gourmet aos 21 anos e agora ensina receitas doces e salgadas para os seus 1 milhão de seguidores.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Quem é a Maria que deu nome à Bolacha Maria?

Quem é a Maria que deu nome à Bolacha Maria?

A Bolacha Maria foi criada em 1874 por uma padaria inglesa, a Peek Freans, para celebrar o casamento de Alfredo Ernesto Alberto, o Duque de Edimburgo, com a grã-duquesa Maria Alexandrovna, da Rússia, no dia 23 de janeiro daquele ano. Todas as bolachas servidas na...

A verdadeira história da bala 7 Belo

A verdadeira história da bala 7 Belo

Escrevi para a assessoria de imprensa da Arcor, dona da marca 7 Belo desde 2001, pedindo ajuda para contar a história da bala cinquentenária. O departamento de marketing não quis passar informações. No jogo de cartas, 7 Belo é o apelido que a carta “7 de ouros” ganhou...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This