Hoje foi dia de eleição. Embora a boca de urna seja proibida, as ruas ficaram cheias de santinhos espalhados pelo chão. Lixo? Bem, antes de reclamar, pense que um desses papéis jogados podem ser lembranças curiosas no futuro. Na semana passada, pedi aos ouvintes do “Você é Curioso?” para que enviassem propagandas antigas que tivessem guardadas.
Um dos primeiros a chegar foi esse folheto do brigadeiro Eduardo Gomes, enviado pela ouvinte Zilah Cruz, de São Paulo. Gomes foi candidato à Presidência da República pela UDN (União Democrática Nacional) duas vezes: uma em 1945, quando foi derrotado pelo general Eurico Gaspar Dutra, e outra em 1950, perdendo dessa vez para Getúlio Vargas.

 

Já o ouvinte João Batista Dias dos Santos guardou o boletim de urna das eleições de 2002. O documento mostra a vitória de Lula sobre Serra na seção em que João trabalhou como mesário. Mas o curioso é notar que, ali, José Genoíno (PT) venceu Geraldo Alckmin (PSDB) na disputa pelo governo de São Paulo. O placar foi de 283 x 202 para o petista. No fim das contas, considerando todas as seções, o tucano ganhou com 58,64% dos votos.

Outra raridade eleitoral é esse cartaz da campanha de Juscelino Kubitschek de 1955. JK teve apoio de João Goulart. A eleição, que aconteceu no dia 3 de outubro, foi uma das mais apertadas da História. Juscelino ganhou com 33, 82% dos votos (O segundo turno só passou a valer no Brasil com a Constituição de 1988).

E a campanha de JK também tinha jingle. Um dos trechos dizia: “Aparece como estrela radiosa neste céu azul de anil. Seu nome é uma bandeira gloriosa, pra salvar este Brasil”.

A próximo é a propaganda do marechal Henrique Lott, um dos candidatos a presidente em 1960. O militar ficou com 32,93% dos votos, perdendo a eleição para Jânio Quadros.

Agora compare com as propagandas do vencedor, que ficou com 48,27% dos votos. A primeira faz alusão ao slogan da campanha, “varre varre, vassourinha”:

O folheto de Jânio Quadros em forma de nota de dinheiro

O ouvinte Donizete Rabelo nos enviou por e-mail o título de eleitor de sua mãe, Maria Sorg Rabelo, emitido em 1958.

Título Eleitoral antigo - frente

Título Eleitoral antigo: verso
Você tem algum santinho de eleições presidenciais guardado? Compartilhe com o Blog do Curioso!