Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

10 famosos que já se aventuraram na política

24 de abril de 2019

1. Com a promessa de “levar pão e circo ao povo”, Sílvio Santos foi um dos 22 candidatos à presidência em 1989. Ele entrou no páreo 15 dias antes da eleição pelo Partido Municipalista Brasileiro (PMB), mas teve sua candidatura impugnada pelo Tribunal Superior Eleitoral por irregularidades nos registros do partido.

2. O cantor Agnaldo Timóteo entrou para a política em 1982, quando se elegeu deputado federal pelo PDT de Leonel Brizola, com quem se desentendeu no mesmo ano. De lá foi para o PDS de Paulo Maluf onde, em 1986, tentou um passo ousado: ser governador do Rio de Janeiro. Com apenas 1,77% dos votos válidos, naufragou. Depois, conseguiu mais dois mandatos de deputado federal em 1990 e 1994, dois de vereador do Rio de Janeiro em 1996 e 2000 e, depois, foi para São Paulo, onde se elegeu vereador em 2004, 2008 e 2012.

3. Um dos empresários mais ricos do Brasil, o líder do grupo Votorantim, Antônio Ermírio de Moraes, foi candidato à governador de São Paulo em 1986. Ele liderou a maior parte da campanha, mas acabou superado por Orestes Quércia, do PMDB.

4. Depois de pendurar as chuteiras, o ex-goleiro do Atlético Mineiro João Leite Neto foi vereador e deputado estadual em Minas Gerais, além de candidato à prefeitura de Belo Horizonte em duas oportunidades. Na última em 2016, foi derrotado pelo ex-presidente do clube, Alexandre Kalil.

5. Ídolo do basquete brasileiro, Oscar Schmidt passou 13 anos na Europa e voltou ao Brasil com a pretensão de ser presidente da República. O primeiro passo foi uma candidatura ao Senado por São Paulo em 1998. Concorrendo pelo PPB de Paulo Maluf, ele ficou em segundo lugar, menos de 1 milhão de votos atrás do eleito Eduardo Suplicy, do PT.

6. Após atingir projeção nacional graças a “patrulha do consumidor” na televisão, o jornalista Celso Russomanno se elegeu deputado federal pela primeira vez em 1994, sendo o mais votado do Brasil e reeleito em 1998, 2002 e 2006. Em 2010, foi candidato à governador de São Paulo, mas ficou em terceiro lugar. Em 2012, liderou as pesquisas de intenção de voto para prefeito de São Paulo, mas despencou nas últimas semanas e acabou em terceiro lugar. Quatro anos depois, em 2016, ele de novo passou a maior parte da campanha na liderança, mas acabou em terceiro.

7. Em 1983, o cantor Moacyr Franco foi eleito deputado federal, em mandato que cumpriu até 1987. Depois disso, ficou 23 anos afastado da política até 2010, quando tentou uma vaga de Senador por São Paulo. Com apenas 400 mil votos, não esteve nem perto de ser eleito.

8. Também em 2010, o candidato a deputado federal mais votado do Brasil foi o humorista Tiririca, do PR, que representava São Paulo. A maioria de seus eleitores declarou tratar-se de “voto de protesto”, usando o próprio slogan do candidato como mote: “Pior do que está não fica”.

9. Outro destaque da disputa de 2010 foi a conquista do ex-jogador de futebol Romário de uma vaga como deputado federal pelo Rio de Janeiro. Ele havia entrado para a política um ano antes, quando se filiou ao PSB. Quatro anos depois, foi eleito senador pelo Rio de Janeiro com expressivos 63,43% dos votos válidos.

10. Após começar a corrida eleitoral com inexpressivos 5% nas pesquisas, o empresário e apresentador João Dória Júnior disparou na reta final e se tornou o primeiro prefeito eleito em primeiro turno na cidade de São Paulo desde que a legislação eleitoral passou a exigir mais de 50% dos votos para tal.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Arremesso de ovos na Dama de Ferro

Arremesso de ovos na Dama de Ferro

Um grupo de Facebook reuniu cerca de 15 mil interessados em participar de uma competição de arremessos de ovos na nova estátua da ex-primeira-ministra britânica Margareth Thatcher. Foi a forma que encontraram para protestar contra a estátua de bronze de 6 metros de...

Debates curiosos

Debates curiosos

  Em 1985, durante as eleições municipais, Eduardo Suplicy (PT), que disputava a prefeitura de São Paulo, compareceu ao debate da Globo levando consigo uma tartaruga e um coelho de pelúcia, símbolos de sua campanha. No mesmo pleito, o jornalista Boris Casoy...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This