Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

A independência do Texas e outras lutas separatistas

29 de novembro de 2012

Depois da vitória do democrata Barack Obama nas eleições presidenciais norte-americanas, a população de sete Estados (seis deles de maioria republicana) tomou uma decisão um tanto radical. Anunciaram que querem se separar dos Estados Unidos. Quem comanda a onda separatista é o Texas, que acumula 100 mil assinaturas em uma petição. O governo do Estado, comandado pelo republicano Rick Perry, há tempos tem batido de frente com o governo federal.

Simulação do mapa dos Estados Unidos sem o Texas

O Texas tem histórico separatista. Conseguiu sua independência em 1835, depois de ter sido tomado do México pelos norte-americanos. Mas, uma década depois, devido às condições econômicas precárias em que se viu, o estado voluntariamente decidiu se integrar aos Estados Unidos. Agora, o Texas tenta voltar atrás da decisão. Alabama, Louisiana, Geórgia, Carolina do Norte, Tennessee e Flórida (o único no grupo com população majoritariamente democrata) também têm petições com número de adesões suficiente para levar a causa separatista adiante (a Casa Branca promete responder a qualquer petição que tenha mais de 25 mil assinaturas).

Rick Perry, governador do Texas

Curiosamente, Porto Rico, território americano não incorporado ao país (é posse norte-americana, mas tem governo independente), passa por situação inversa. Lá, no início deste mês, 65% da população aprovou por plebiscito uma medida que prevê a adesão de Porto Rico aos Estados Unidos. A decisão agora só depende do Congresso norte-americano.
Outras regiões do mundo, geralmente por motivos de ordem econômica, também sonham com a independência. Com as recentes crises nas economias da Europa e dos Estados Unidos, esses movimentos têm ganhado força. Conheça alguns exemplos aqui no Blog do Curioso:

Flandres (Bélgica)

A Bélgica é composta basicamente por dois grupos: os flamengos, que falam holandês, e os valões, que falam francês. Os flamengos, que ocupam a região dos Flandres, correspondem a 59% da população belga, compondo a grande maioria da mão-de-obra ativa do país. O movimento separatista clama que os flamengos não deveriam ser obrigados a sustentar os valões, que participam pouco da força econômica do país.

Catalunha (Espanha)

O movimento separatista que ocorre atualmente na Espanha é um dos mais fortes do mundo. A região da Catalunha, habitada por um povo de língua e cultura próprias, é a mais economicamente ativa do país, mas, ao mesmo tempo, a que acumula a maior dívida. A Espanha está fazendo o possível para que a separação não aconteça: em outubro, o Parlamento votou um referendo para impedir o movimento e no início deste mês uma ajuda de mais de 3 bilhões de euros foi aprovada para suprir as necessidades da região. A cidade de Barcelona é uma das potências catalãs. Já pensou o que iria acontecer com o futebol espanhol se a Catalunha declarasse independência? 

Escócia (Reino Unido)

No início deste ano, um anúncio pegou o Reino Unido de surpresa: a Escócia quer se separar do país. A intenção é tomar a decisão em 2014, por meio de um referendo público. Há 305 anos, a Escócia, que tem 5,2 milhões de habitantes, faz parte do Reino Unido. Em 1990, a nação ganhou o direito de ter um autogoverno limitado, hoje assumido pelo Partido Nacional Escocês, mas ainda responde ao parlamento britânico.

País Basco (Espanha e França)


Desde 1959, o grupo separatista ETA (sigla em basco para “pátria basca e liberdade”) luta pela independência de uma região que engloba parte do norte da Espanha e do sudoeste da França, ocupada pelo povo basco, de língua e cultura próprias. Em 1968, o grupo adotou a violência como forma de chamar a atenção do mundo para sua causa, medida que só foi abolida em 2011. Entre as vítimas, está o ex-primeiro-ministro espanhol Luis Carrero Blanco, morto na explosão de um carro-bomba em 1973.

Caxemira (Índia)

Desde 1947, quando foi declarada a independência da Índia e do Paquistão, as duas nações brigam pela posse da região da Caxemira. Em 1972, depois de um conflito, a Índia ganhou o controle de 45% da região, ficando 33% destinados ao Paquistão e o restante à China. Desde 1989, um movimento separatista islâmico apoiado pelo Paquistão luta pela adesão da porção indiana à parte paquistanesa da Caxemira. Mais de 30 mil pessoas já morreram nas investidas violentas do movimento.

Tamil (Sri Lanka)


Dois grupos étnicos compõem a população do Sri Lanka: os cingaleses, que são maioria absoluta, e os tâmeis, que correspondem a apenas 12% dos habitantes do país. Esta última etnia fundou o LTTE, grupo separatista violento que vem travando uma sangrenta guerra com o governo do Sri Lanka em busca da independência da região nordeste do país.

Chechênia (Rússia)

A Chechênia é uma das repúblicas da Federação da Rússia. Depois do fim da União Soviética, em 1991, a Chechênia se autodeclarou independente, formando um parlamento próprio. No entanto, nenhum país do mundo reconhece essa separação. Por causa disso, desde então um grupo de militantes chechenos luta pela legitimidade de sua independência. O grupo é formado por extremistas islâmicos que consideram o domínio russo um dificultador da expansão da fé muçulmana na região.

Tibete (China)


Apesar de abrigar um povo de cultura própria, a região do Tibete pertence à China. Em 1913, sob o comando do 13º Dalai Lama, os tibetanos conseguiram expulsar as tropas chinesas da região, declarando independência. No entanto, isso nunca foi reconhecido pelos outros países do mundo. Os tibetanos continuam lutando (sem o uso da violência) contra a  falta de liberdade de expressão, a resistência em aceitar a cultura tibetana e o estímulo da migração chinesa para o Tibete impostos pelo governo chinês.  Hoje, eles clamam mais pela liberdade do que pela independência propriamente dita.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Mulheres podem fazer sushi?

Mulheres podem fazer sushi?

Há muita gente que acredita que não. O motivo seria a oscilação da temperatura das mulheres no período fértil. A temperatura do corpo não sobe mais que meio grau. Isso seria o suficiente para o sushi sofrer alterações de sabor? O mito nasceu do conservadorismo da...

Balas de borracha não são feitas de borracha

Balas de borracha não são feitas de borracha

As balas de borracha foram usadas pela primeira vez pelo exército britânico em 1970 durante o conflito etnonacionalista "The Trouble" (O Problema), na Irlanda do Norte.  O projétil de borracha duro, de 15 centímetros, parecia um pequeno míssil e tinha o nome de...

61 Comentários

61 Comentários

  1. odenicio

    Estes movimentos separatistas, de
    certa forma torna se perigoso para a desestabilização de uma nação.
    Exemplo e o Estados unidos, que e a maior potencia do mundo, se perder parte de seu corpo se tornara uma nação fraca.

    Responder
  2. odenicio

    Estes movimentos separatistas, de
    certa forma torna se perigoso para a desestabilização de uma nação.
    Exemplo e o Estados unidos, que e a maior potencia do mundo, se perder parte de seu corpo se tornara uma nação fraca.

    Responder
  3. Giovane

    e o Rio-Grande do Sul? e São Paulo?
    o nordeste precisa mas quem de la se importa?

    Responder
  4. Giovane

    e o Rio-Grande do Sul? e São Paulo?
    o nordeste precisa mas quem de la se importa?

    Responder
  5. Luis Bren Dias

    REALMENTE NINGUÉM É OBRIGADO A VIVER COM QUEM NÃO QUER.
    A ONU SANCIONOU A DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS.
    E ASSIM SE FÊZ O DIREITO A LIBERDADE DOS GRUPOS HUMANOS QUE DESEJAM VIVER COM SEUS PRÓPRIOS PARES.
    A LIBERDADE EM BUSCAR O MELHOR PARA SUA VIDA CONTRA A OPRESSÃO OU POR DIFERENÇAS DIVERSAS, ECOA NO MUNDO. CADA GRUPO SOCIAL PODE LUTAR E PEDIR PARA VIVER NO SEU TERRITÓRIO COMO BEM MELHOR SE SENTIR.

    Responder
  6. Luis Bren Dias

    REALMENTE NINGUÉM É OBRIGADO A VIVER COM QUEM NÃO QUER.
    A ONU SANCIONOU A DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS.
    E ASSIM SE FÊZ O DIREITO A LIBERDADE DOS GRUPOS HUMANOS QUE DESEJAM VIVER COM SEUS PRÓPRIOS PARES.
    A LIBERDADE EM BUSCAR O MELHOR PARA SUA VIDA CONTRA A OPRESSÃO OU POR DIFERENÇAS DIVERSAS, ECOA NO MUNDO. CADA GRUPO SOCIAL PODE LUTAR E PEDIR PARA VIVER NO SEU TERRITÓRIO COMO BEM MELHOR SE SENTIR.

    Responder
  7. vick lourenço

    Como bem diz a Declaração Universal dos Direitos Humanos a Liberdade é essencial para os povos.
    Começa a chegar o entendimento que o mundo não precisa de um imperialismo de um território a subjugar um grupo, parte ou minoria a para manter um ideal de potência a base da manipulação, exploração de um contra o outro, que nitidamente só favorece a quem exercer esse poder imperialista e os beneficiados desse mesmo sistema.
    Não temos mas medo de fantasma, de mula sem cabeça, que comunismo comia criancinha e lobisomem.
    Deixem os povos viverem felizes com suas competências e responsabilidades de seus atos.
    A descentralização é vital para liberdade de cada grupo social.
    Que venha todas as liberdades e o fim desse modelo imperialista a sufocar o sr humano.

    Responder
  8. vick lourenço

    Como bem diz a Declaração Universal dos Direitos Humanos a Liberdade é essencial para os povos.
    Começa a chegar o entendimento que o mundo não precisa de um imperialismo de um território a subjugar um grupo, parte ou minoria a para manter um ideal de potência a base da manipulação, exploração de um contra o outro, que nitidamente só favorece a quem exercer esse poder imperialista e os beneficiados desse mesmo sistema.
    Não temos mas medo de fantasma, de mula sem cabeça, que comunismo comia criancinha e lobisomem.
    Deixem os povos viverem felizes com suas competências e responsabilidades de seus atos.
    A descentralização é vital para liberdade de cada grupo social.
    Que venha todas as liberdades e o fim desse modelo imperialista a sufocar o sr humano.

    Responder
  9. julia silva coleho

    Realmente os fantasmas que todos olham na separação não mais se justifica. A exceção dos países que ainda vivem sob uma cortina de ferro, a maioria respira liberdade e mais pedidos de separação surgem, e outros represados na encubadora.
    Não subsiste mais a doutrina que catequizou os povos para subjuga-los a um dono que esteja longe do território da sua casa.
    A Europa por ser mais antiga fragmentou-se e continua, o que é bom.
    Africa, Asia, Oceania e Oriente também.
    Quem resite equivocadamente é a America, que carrega a doutrina imperialista como dogma tanto ou Brasil e Estados Unidos com extensas.
    Que venha as Repúblicas do Alabama, Texa, Florida, São Paulo, Rio Grande do Sul, Parana, Pernambuco, Bahia, Maranhão e, Minas Gerais, Rio de Janeiro etc… .
    Libertem da escravidão os grupos que não querem mais e deixem vir União Brasileira de Países Independentes que será muito bom para os brasileiros, tal como os Europeus – União Europeia.
    E viva liberdade de expressão e viva com quem você quer viver.

    Responder
  10. julia silva coleho

    Realmente os fantasmas que todos olham na separação não mais se justifica. A exceção dos países que ainda vivem sob uma cortina de ferro, a maioria respira liberdade e mais pedidos de separação surgem, e outros represados na encubadora.
    Não subsiste mais a doutrina que catequizou os povos para subjuga-los a um dono que esteja longe do território da sua casa.
    A Europa por ser mais antiga fragmentou-se e continua, o que é bom.
    Africa, Asia, Oceania e Oriente também.
    Quem resite equivocadamente é a America, que carrega a doutrina imperialista como dogma tanto ou Brasil e Estados Unidos com extensas.
    Que venha as Repúblicas do Alabama, Texa, Florida, São Paulo, Rio Grande do Sul, Parana, Pernambuco, Bahia, Maranhão e, Minas Gerais, Rio de Janeiro etc… .
    Libertem da escravidão os grupos que não querem mais e deixem vir União Brasileira de Países Independentes que será muito bom para os brasileiros, tal como os Europeus – União Europeia.
    E viva liberdade de expressão e viva com quem você quer viver.

    Responder
  11. Neyomar

    Quero o meu Nordeste como nação independente, afinal é rico e assim auto suficiente.

    Responder
  12. Neyomar

    Quero o meu Nordeste como nação independente, afinal é rico e assim auto suficiente.

    Responder
  13. João Pedro

    O SUL É O MEU PAÍS.Movimento separatista do sul do Brasil.

    Responder
  14. João Pedro

    O SUL É O MEU PAÍS.Movimento separatista do sul do Brasil.

    Responder
  15. Rafael Tavares

    isso msm todos que vivercom quem queremos que um dia todos os movimentos separatistas se concretizem e a violência no mundo diminuira 90%
    Viva A Republica Paulista

    Responder
  16. Rafael Tavares

    isso msm todos que vivercom quem queremos que um dia todos os movimentos separatistas se concretizem e a violência no mundo diminuira 90%
    Viva A Republica Paulista

    Responder
  17. Elias

    Quero O Rio grande do norte Livre, somos suto-suficientes em tudo, principalmente em petróleo.Chega de Fazer parte desse lixo de país.Viva a República Popular Potiguar.

    Responder
  18. Elias

    Quero O Rio grande do norte Livre, somos suto-suficientes em tudo, principalmente em petróleo.Chega de Fazer parte desse lixo de país.Viva a República Popular Potiguar.

    Responder
  19. Elias

    Afinal de Contas eu Gostaria de viver num país onde a imagem que se tem dele no exterior não é a do Rio de Janeiro e São paulo, Drogas, Prostituição e libertinagem. Temos nossa própria História e cultura, Lutamos pela nossa liberdade e conseguimos, contra os holandeses e colocamos eles pra correr, lutamos também contra os Franceses e colocamos eles pra correr também. Rio Grande do Norte Independente Já.

    Responder
  20. Elias

    Afinal de Contas eu Gostaria de viver num país onde a imagem que se tem dele no exterior não é a do Rio de Janeiro e São paulo, Drogas, Prostituição e libertinagem. Temos nossa própria História e cultura, Lutamos pela nossa liberdade e conseguimos, contra os holandeses e colocamos eles pra correr, lutamos também contra os Franceses e colocamos eles pra correr também. Rio Grande do Norte Independente Já.

    Responder
  21. Gabriel

    São Paulo Independente Já,Somos o Estado mais rico e com o Maior IDH do País. Auto-Suficientes, Diferente de TODOS os outros. Um dia seremos Independentes!

    Responder
  22. Gabriel

    São Paulo Independente Já,Somos o Estado mais rico e com o Maior IDH do País. Auto-Suficientes, Diferente de TODOS os outros. Um dia seremos Independentes!

    Responder
  23. eduardo

    Florianópolis é meu país.

    Responder
  24. eduardo

    Florianópolis é meu país.

    Responder
  25. Felipe

    Dessa lista ficou faltando outros países que querem independência :
    – Guiana Francesa
    – Groelândia
    – Alasca
    – Quebeque
    – País Basco
    – Porto Rico
    – Pandânia

    Responder
  26. Felipe

    Dessa lista ficou faltando outros países que querem independência :
    – Guiana Francesa
    – Groelândia
    – Alasca
    – Quebeque
    – País Basco
    – Porto Rico
    – Pandânia

    Responder
  27. Ricardo

    Sul livre já!!!!!

    Responder
  28. Ricardo

    Sul livre já!!!!!

    Responder
  29. FÁBIO

    REPÚBLICA DO AMAZONAS – VIVA AO AMAZONAS, MAIOR ESTADO DO NORTE, MANAUS É 5º MAIS POPULOSA, 6º CIDADE MAIS RICA DO BRASIL. ESPERO QUE OS MOVIMENTOS SE TORNEM MAIS FORTES. P BRASIL NÃO TEM MAIS JEITO.

    Responder
  30. FÁBIO

    REPÚBLICA DO AMAZONAS – VIVA AO AMAZONAS, MAIOR ESTADO DO NORTE, MANAUS É 5º MAIS POPULOSA, 6º CIDADE MAIS RICA DO BRASIL. ESPERO QUE OS MOVIMENTOS SE TORNEM MAIS FORTES. P BRASIL NÃO TEM MAIS JEITO.

    Responder
  31. Bezerra

    Paraíba é meu país. Separar do Brasil e fundar a R.I.P = República Independente da Paraíba.

    Responder
  32. Bezerra

    Paraíba é meu país. Separar do Brasil e fundar a R.I.P = República Independente da Paraíba.

    Responder
  33. Lucas Chan

    É direito de um ser humano viver em um local onde as demais pessoas são pelo menos ligeiramente semelhantes a ti. Não se vive bem onde não se reconhece pessoas semelhantes, onde você se sente E.T..
    A ideia de multiculturalismo está se distorcendo e fazendo com que os habitantes originais de várias regiões deixem de ser maioria para que imigrantes (muitas vezes de cultura extremamente diferente) os substituam.
    As minorias estão sendo sufocadas e manipuladas para que sejam absorvidas pela maioria.
    É a diferença que move o mundo, não a padronização. Mas a padronização ocorre de qualquer modo quando diferentes pessoas estão em um mesmo país. E se você não se padroniza é pressionado psicologicamente para que mude, senão você é excluído. E então várias pessoas mudam aquilo que eram para se “adequarem”.
    Desse modo vamos acabar iguais, não no bom sentido, mas no mau. Pareço pessimista? Talvez. Creio que estaremos tão iguais que fronteiras só serão políticas, não serão mais culturais ou mesmo linguísticas.
    Espero que esteja errado sobre minhas previsões… De qualquer modo, viva o Nacionalismo e viva a independência de Minas Gerais, do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, São Paulo, de todos os estados brasileiros, Escócia, País Basco, Leste da Ucrânia, Palestina, Transnístria, Adjar, Abkhazia, Catalunha, Veneza, Nagorno-Karabakh, Quebec, Arunachal Pradesh, Sikkim, dos indígenas, dos povos siberianos, das diversas etnias africanas e todos aqueles que desejam ter um país onde se sintam livres e onde não sejam oprimidos psicologicamente.
    Mesmo sendo 1/2 chinês, queria mais liberdade para Tibet, Hong Kong e Sinkiang, porque é triste o que acontece com esses povos. E mais triste ainda pois sei que as nações do centro capitalista querem suas independências para sugar seus recursos e os transformarem em escravos como já fazem no Sudeste Asiático.

    Responder
  34. Lucas Chan

    É direito de um ser humano viver em um local onde as demais pessoas são pelo menos ligeiramente semelhantes a ti. Não se vive bem onde não se reconhece pessoas semelhantes, onde você se sente E.T..
    A ideia de multiculturalismo está se distorcendo e fazendo com que os habitantes originais de várias regiões deixem de ser maioria para que imigrantes (muitas vezes de cultura extremamente diferente) os substituam.
    As minorias estão sendo sufocadas e manipuladas para que sejam absorvidas pela maioria.
    É a diferença que move o mundo, não a padronização. Mas a padronização ocorre de qualquer modo quando diferentes pessoas estão em um mesmo país. E se você não se padroniza é pressionado psicologicamente para que mude, senão você é excluído. E então várias pessoas mudam aquilo que eram para se “adequarem”.
    Desse modo vamos acabar iguais, não no bom sentido, mas no mau. Pareço pessimista? Talvez. Creio que estaremos tão iguais que fronteiras só serão políticas, não serão mais culturais ou mesmo linguísticas.
    Espero que esteja errado sobre minhas previsões… De qualquer modo, viva o Nacionalismo e viva a independência de Minas Gerais, do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, São Paulo, de todos os estados brasileiros, Escócia, País Basco, Leste da Ucrânia, Palestina, Transnístria, Adjar, Abkhazia, Catalunha, Veneza, Nagorno-Karabakh, Quebec, Arunachal Pradesh, Sikkim, dos indígenas, dos povos siberianos, das diversas etnias africanas e todos aqueles que desejam ter um país onde se sintam livres e onde não sejam oprimidos psicologicamente.
    Mesmo sendo 1/2 chinês, queria mais liberdade para Tibet, Hong Kong e Sinkiang, porque é triste o que acontece com esses povos. E mais triste ainda pois sei que as nações do centro capitalista querem suas independências para sugar seus recursos e os transformarem em escravos como já fazem no Sudeste Asiático.

    Responder
  35. Wéder- TOCANTINS

    O que esses bandos de retardados estão falando kkkkkk vcs querem o Brasil como a europa sim? Com a metade das nações quebradas, minúsculas, despovoadas e sem foco no mundo.
    o Brasil é jigante e sempre será assim. O sexto mais rico do mundo o quarto mais populoso e o 4 mais grande do mundo. Somos os queridinhos da america. Amo meu pais como é jigante e imponente. O Brasil é meu País.
    sou Tocantinense e tenho vergonha de Brasileiros como vocês. Vcs me dão nojo.

    Responder
  36. Wéder- TOCANTINS

    O que esses bandos de retardados estão falando kkkkkk vcs querem o Brasil como a europa sim? Com a metade das nações quebradas, minúsculas, despovoadas e sem foco no mundo.
    o Brasil é jigante e sempre será assim. O sexto mais rico do mundo o quarto mais populoso e o 4 mais grande do mundo. Somos os queridinhos da america. Amo meu pais como é jigante e imponente. O Brasil é meu País.
    sou Tocantinense e tenho vergonha de Brasileiros como vocês. Vcs me dão nojo.

    Responder
  37. Ronaldo

    O RIO de JANEIRO É MEU PAIS.Aqui tem mulheres linda,petróleo…Mais… MEU BRASIL É LINDO E MARAVILHO QUÃO TANTOS DEFEITO, QUEM VOTA SOMOS NOS ENTÃO VAMOS MUDAR NOSSO BRASIL.

    Responder
  38. Ronaldo

    O RIO de JANEIRO É MEU PAIS.Aqui tem mulheres linda,petróleo…Mais… MEU BRASIL É LINDO E MARAVILHO QUÃO TANTOS DEFEITO, QUEM VOTA SOMOS NOS ENTÃO VAMOS MUDAR NOSSO BRASIL.

    Responder
  39. reynaldo monteiro

    o brasil não deu certo, todos deviam de forma pacifica e sem rancor ou xenofobia, sem preconceito racial, procurar o melhor para seu estado ou região, força as 5 regiões do brasil a viver juntas só beneficia uma corja de políticos safados,espero que o sul se separe assim como SP, e demais regiões ou estados, todos com seus governos soberanos,sem a pilantragem de Brasília,mas as relações comerciais sempre irão existir pois país algum vive sem interagir com outro,acho q só a Coreia do Norte.. devemos nos governas e seguir cada um o seu caminho.PARÁ MINHA NAÇÃO livre e soberana.

    Responder
  40. reynaldo monteiro

    o brasil não deu certo, todos deviam de forma pacifica e sem rancor ou xenofobia, sem preconceito racial, procurar o melhor para seu estado ou região, força as 5 regiões do brasil a viver juntas só beneficia uma corja de políticos safados,espero que o sul se separe assim como SP, e demais regiões ou estados, todos com seus governos soberanos,sem a pilantragem de Brasília,mas as relações comerciais sempre irão existir pois país algum vive sem interagir com outro,acho q só a Coreia do Norte.. devemos nos governas e seguir cada um o seu caminho.PARÁ MINHA NAÇÃO livre e soberana.

    Responder
  41. Mauricio Mendes

    Todos os países que vemos hoje no “mapa mundi”por certo não mais existirão por volta de 2.115.Visionarismo?Bola de cristal?Premonição?Nada disso.A dinâmica política de cada nação convive com as suas contradições internas,e logo,os modelos se esgotam e populações inteiras procuram novos caminhos.Assim,discordo do colega Odenício que diz que se os EUA se fragmentar em vários países ,estes ficarão enfraquecidos,pois a quantidade de armamentos que os atuais norte americanos possuem será dividido e surgirão no lugar da superpotência potências menores mas não necessariamente fracas.

    Responder
  42. Mauricio Mendes

    Todos os países que vemos hoje no “mapa mundi”por certo não mais existirão por volta de 2.115.Visionarismo?Bola de cristal?Premonição?Nada disso.A dinâmica política de cada nação convive com as suas contradições internas,e logo,os modelos se esgotam e populações inteiras procuram novos caminhos.Assim,discordo do colega Odenício que diz que se os EUA se fragmentar em vários países ,estes ficarão enfraquecidos,pois a quantidade de armamentos que os atuais norte americanos possuem será dividido e surgirão no lugar da superpotência potências menores mas não necessariamente fracas.

    Responder
  43. João Luís Reis Martins

    Acho que no caso do Texas depende não é como no RS ou o Sul, pois eles já foram realmente independentes e se integraram voluntariamente, então não sei o que pensar,porém o separatismo no Brasil pra mim é besteira.Sou maranhense e realmente acho que foi uma vergonha nosso estado ser um dos que mais votou na Dilma, porém para mim não é motivo.A cultura também não serve,pois não há nenhum país no mundo com apenas uma cultura e nenhum conseguiu fazê-lo usando apenas essa razão;o Paraguai por exemplo só ficou independente pelos interesses da Argentina. A economia é para mim um certo egoísmo, afinal somos um só país e o dinheiro arrecadado em cada estado é de todo o governo do Brasil, além de que se você repararem a maioria dos movimentos separatistas é de regiões ricas,estados que na verdade precisam de poucos investimentos por já terem boa qualidade de vida,mas querem mais.O grupo de estudos nordeste independente é a única exceção, e até concordo um pouco com eles,mas acho que a melhor solução seria o governo investir de melhor forma nas regiões mais pobres,dando emprego e educação, não dinheiro fácil.

    Responder
  44. João Luís Reis Martins

    Acho que no caso do Texas depende não é como no RS ou o Sul, pois eles já foram realmente independentes e se integraram voluntariamente, então não sei o que pensar,porém o separatismo no Brasil pra mim é besteira.Sou maranhense e realmente acho que foi uma vergonha nosso estado ser um dos que mais votou na Dilma, porém para mim não é motivo.A cultura também não serve,pois não há nenhum país no mundo com apenas uma cultura e nenhum conseguiu fazê-lo usando apenas essa razão;o Paraguai por exemplo só ficou independente pelos interesses da Argentina. A economia é para mim um certo egoísmo, afinal somos um só país e o dinheiro arrecadado em cada estado é de todo o governo do Brasil, além de que se você repararem a maioria dos movimentos separatistas é de regiões ricas,estados que na verdade precisam de poucos investimentos por já terem boa qualidade de vida,mas querem mais.O grupo de estudos nordeste independente é a única exceção, e até concordo um pouco com eles,mas acho que a melhor solução seria o governo investir de melhor forma nas regiões mais pobres,dando emprego e educação, não dinheiro fácil.

    Responder
  45. Lucas Tonini

    São Paulo é o estado mais rico do país, se o Brasil fosse como SP, seriamos uma potencia mundial, mas se ele não segue por vontade propria, eu acho que não devemos descer ladeira abaixo com ele, VIVA SÃO PAULO E SUA INDEPENDÊNCIA(mas eu também apoio a junção de São Paulo com o Sul, porque os dois lutam pela mesma coisa).

    Responder
  46. Lucas Tonini

    São Paulo é o estado mais rico do país, se o Brasil fosse como SP, seriamos uma potencia mundial, mas se ele não segue por vontade propria, eu acho que não devemos descer ladeira abaixo com ele, VIVA SÃO PAULO E SUA INDEPENDÊNCIA(mas eu também apoio a junção de São Paulo com o Sul, porque os dois lutam pela mesma coisa).

    Responder
  47. Joao

    Separatismo no Brasil não e coisa nem para se pensar,o que precisamos e de políticos mais honestos,fiscalizações em benefícios sociais, controle de natalidade e projetos para o desmantelamento do crime organizado seja ele político ou de tráfico de drogas etc

    Responder
  48. Joao

    Separatismo no Brasil não e coisa nem para se pensar,o que precisamos e de políticos mais honestos,fiscalizações em benefícios sociais, controle de natalidade e projetos para o desmantelamento do crime organizado seja ele político ou de tráfico de drogas etc

    Responder
  49. Tiago

    Todos os Estados do Brasil são ricos????, todos querem a independência, maneiro!! Avante… Deixe o Distrito federal para o Brasil….

    Responder
  50. Tiago

    Todos os Estados do Brasil são ricos????, todos querem a independência, maneiro!! Avante… Deixe o Distrito federal para o Brasil….

    Responder
  51. ANTONIO

    Pura ilusão! a independência dos estados brasileiro não vai mudar em nada,pois a cultura do povo é a mesma, e as mazelas e o desgoverno seria o mesmo também…

    Responder
  52. ANTONIO

    Pura ilusão! a independência dos estados brasileiro não vai mudar em nada,pois a cultura do povo é a mesma, e as mazelas e o desgoverno seria o mesmo também…

    Responder
  53. Paulo

    São Paulo livre já!!! somos o estado com o maior PIB, maior PIB per capita e maior IDH do país. CHEGA DE SUSTENTAR BRASÍLIA E O RESTO DO PAÍS.
    PS: O mesmo vale pros irmãos do sul e do sudeste, LUTEM POR LIBERDADE.

    Responder
  54. Paulo

    São Paulo livre já!!! somos o estado com o maior PIB, maior PIB per capita e maior IDH do país. CHEGA DE SUSTENTAR BRASÍLIA E O RESTO DO PAÍS.
    PS: O mesmo vale pros irmãos do sul e do sudeste, LUTEM POR LIBERDADE.

    Responder
  55. Roberto

    Não entendo este blog!fala sobre separatismo no mundo,mas omite e não fala sobre separatismo em seu próprio país!

    Responder
  56. Roberto

    Não entendo este blog!fala sobre separatismo no mundo,mas omite e não fala sobre separatismo em seu próprio país!

    Responder
  57. João Cordeiro de Andrade

    ainda é muito cedo para que os estados brasileiros sejam divididos quanto mais em países observem a situação politica do nosso país, ainda não é hora para pensar neste absurdo. Isso só poderá acontecer daqui a um século ou mais. O Brasil é um país falido devido os políticos que não tem nenhum caráter, verdadeiros ladrões, marginais sobretudo alguns com doenças mentais. É um país gigante, rico porém recheado de imigrantes de toda a parte do mundo onde gera confusão em nosso Brasil. Na realidade o Brasil é um pais multifacetado onde aqui
    aportaram portugueses e espanhóis ( estes são produtos de dezenas de etnias culturas e valores)vieram como invasores com a intenção de roubar, extorquir mesmo assim, o Brasil é um pais riquíssimo com tanto roubo devido aos governantes desde aos municípios, estados da federação e da esfera federal. Necessitamos de pessoas íntegras e honestas para governar este país

    Responder
  58. João Cordeiro de Andrade

    ainda é muito cedo para que os estados brasileiros sejam divididos quanto mais em países observem a situação politica do nosso país, ainda não é hora para pensar neste absurdo. Isso só poderá acontecer daqui a um século ou mais. O Brasil é um país falido devido os políticos que não tem nenhum caráter, verdadeiros ladrões, marginais sobretudo alguns com doenças mentais. É um país gigante, rico porém recheado de imigrantes de toda a parte do mundo onde gera confusão em nosso Brasil. Na realidade o Brasil é um pais multifacetado onde aqui
    aportaram portugueses e espanhóis ( estes são produtos de dezenas de etnias culturas e valores)vieram como invasores com a intenção de roubar, extorquir mesmo assim, o Brasil é um pais riquíssimo com tanto roubo devido aos governantes desde aos municípios, estados da federação e da esfera federal. Necessitamos de pessoas íntegras e honestas para governar este país

    Responder
  59. Anônimo

    Aloprados, acustumem, o Brasil é será será sempre assim, somos um sobpovo, falamos a mesma língua, temos um passado de luta. Quem não será contente em ser brasileiro que vá para Síria, Iraque ou qualquer país que queira.

    Responder
  60. Anônimo

    Aloprados, acustumem, o Brasil é será será sempre assim, somos um sobpovo, falamos a mesma língua, temos um passado de luta. Quem não será contente em ser brasileiro que vá para Síria, Iraque ou qualquer país que queira.

    Responder
  61. Senhor independente

    Quero o meu bairro independente, bairro do Sta. Lídia….rsssss

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This