Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

A primeira mulher a alcançar o ponto mais profundo da Terra

8 de junho de 2020

A ex-astronauta e geóloga americana Kathryn Sullivan, 68 anos, se tornou ontem a primeira mulher a alcançar o Challenger Deep – o ponto mais profundo conhecido da Terra. Ela atingiu 11 mil metros abaixo da superfície, em um submersível chamado Fator Limitador (Limiting Factor), junto com o piloto-chefe Victor Vescovo, 54 anos, oficial aposentado da Marinha americana. O ponto fica dentro da Fossa das Marianas, a 240 quilômetros a leste das Ilhas Marianas, na costa das Filipinas.  Em tais profundidades, caracterizadas por imensas pressões, escuridão extrema e temperaturas congelantes, apenas microrganismos podem sobreviver.  O FL, construído pela empresa Triton Submarines, com sede na Flórida, é o primeiro veículo da história que foi repetidamente ao ponto mais profundo do oceano. Ele tem 3,7 metros de comprimento por 3,7 metros de altura e é especializado na zona hadal do oceano profundo. Hadal vem do nome de Hades – o Reino de Hades corresponde à terra dos mortos na mitologia grega.


Na noite passada, os dois explorados voltaram em segurança para a nave-mãe da expedição, o DSSV Pressure Drop, no Oceano Pacífico, a 18 metros de profundidade. Em 11 de outubro de 1984, Kathy tornou-se a primeira mulher americana a andar no espaço – a primazia foi da soviética Svetlana Savitskaya, três meses antes. Kathy viajou em três missões de ônibus espaciais e somou 532 horas em órbita. No outro extremo, ela foi a oitava pessoa a chegar ao fundo do Challenger Deep – número menor do que os 12 astronautas que pisaram na Lua. Os dois primeiros a desafiar as profundezas da Fossa das Marianas foram o tenente da Marinha americana Don Walsh e o oceanógrafo suíço Jacques Piccard em 23 de janeiro de 1960.

Kathy Sullivan fez ligação para a Estação Espacial


Vescovo contabilizou sua terceira viagem ao Challenger Deep. O mais incrível é que, de volta à nave-mãe, Kathy e Vescovo ligaram para a Estação Espacial Internacional (ISS). “Fizemos mais história hoje. Foi um prazer ter Kathy junto como oceanógrafo durante o mergulho e depois como astronauta para conversar com a ISS”, escreveu o piloto-chefe no Twitter. “Este foi um dia extraordinária, vendo a paisagem lunar do Challenger Deep e comparando observações com meus colegas da ISS sobre nossa notável nave espacial reutilizável e reutilizável “, declarou Kathy.



O canadense James Cameron, diretor dos premiados “Titanic” e “Avatar” fez essa exploração em 2012. Ele estava sozinho a bordo do batiscafo Deepsea Challenger, projetado por ele mesmo. Levou 2 horas e 36 minutos para chegar ao Challenger Deep e ficou lá por 70 minutos – bem mais que os 20 minutos de Walsh e Picard. As imagens foram utilizadas num documentário 3-D que ele produziu em parceria com a National Geographic.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Por que a água do mar é salgada?

Por que a água do mar é salgada?

A gente deve entender dois fenômenos: o ciclo da água e o desgaste das rochas. Há milhares de anos a água vem desgastando as rochas e, com isso, ela retira alguns sais minerais existentes nelas. Esse fenômeno acontece tanto com as rochas litorâneas, que são...

Acidentes com aviões Tupolev

Acidentes com aviões Tupolev

  10 de abril de 2010 Avião da Força Aérea Polonesa Rota: de Varsóvia para a cidade russa de Smolensk Mortes: 97 pessoas 15 de julho de 2009 Empresa: Caspias Rota: do Irã para a Armênia Mortes: 168 pessoas. 1º de setembro de 2006 Empresa: Iran Air Tour Acidente:...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This