Novo Livro O Guia dos Curiosos - Edição Fora de Série

A primeira mulher a alcançar o ponto mais profundo da Terra

8 de junho de 2020

A ex-astronauta e geóloga americana Kathryn Sullivan, 68 anos, se tornou ontem a primeira mulher a alcançar o Challenger Deep – o ponto mais profundo conhecido da Terra. Ela atingiu 11 mil metros abaixo da superfície, em um submersível chamado Fator Limitador (Limiting Factor), junto com o piloto-chefe Victor Vescovo, 54 anos, oficial aposentado da Marinha americana. O ponto fica dentro da Fossa das Marianas, a 240 quilômetros a leste das Ilhas Marianas, na costa das Filipinas.  Em tais profundidades, caracterizadas por imensas pressões, escuridão extrema e temperaturas congelantes, apenas microrganismos podem sobreviver.  O FL, construído pela empresa Triton Submarines, com sede na Flórida, é o primeiro veículo da história que foi repetidamente ao ponto mais profundo do oceano. Ele tem 3,7 metros de comprimento por 3,7 metros de altura e é especializado na zona hadal do oceano profundo. Hadal vem do nome de Hades – o Reino de Hades corresponde à terra dos mortos na mitologia grega.


Na noite passada, os dois explorados voltaram em segurança para a nave-mãe da expedição, o DSSV Pressure Drop, no Oceano Pacífico, a 18 metros de profundidade. Em 11 de outubro de 1984, Kathy tornou-se a primeira mulher americana a andar no espaço – a primazia foi da soviética Svetlana Savitskaya, três meses antes. Kathy viajou em três missões de ônibus espaciais e somou 532 horas em órbita. No outro extremo, ela foi a oitava pessoa a chegar ao fundo do Challenger Deep – número menor do que os 12 astronautas que pisaram na Lua. Os dois primeiros a desafiar as profundezas da Fossa das Marianas foram o tenente da Marinha americana Don Walsh e o oceanógrafo suíço Jacques Piccard em 23 de janeiro de 1960.

Kathy Sullivan fez ligação para a Estação Espacial


Vescovo contabilizou sua terceira viagem ao Challenger Deep. O mais incrível é que, de volta à nave-mãe, Kathy e Vescovo ligaram para a Estação Espacial Internacional (ISS). “Fizemos mais história hoje. Foi um prazer ter Kathy junto como oceanógrafo durante o mergulho e depois como astronauta para conversar com a ISS”, escreveu o piloto-chefe no Twitter. “Este foi um dia extraordinária, vendo a paisagem lunar do Challenger Deep e comparando observações com meus colegas da ISS sobre nossa notável nave espacial reutilizável e reutilizável “, declarou Kathy.



O canadense James Cameron, diretor dos premiados “Titanic” e “Avatar” fez essa exploração em 2012. Ele estava sozinho a bordo do batiscafo Deepsea Challenger, projetado por ele mesmo. Levou 2 horas e 36 minutos para chegar ao Challenger Deep e ficou lá por 70 minutos – bem mais que os 20 minutos de Walsh e Picard. As imagens foram utilizadas num documentário 3-D que ele produziu em parceria com a National Geographic.

Esta página contém links de afiliados. Ao fazer uma compra por um desses links, o Guia dos Curiosos recebe uma comissão e você não paga nada a mais por isso.

Artigos Relacionados

Por que a água do mar é salgada?

Por que a água do mar é salgada?

A gente deve entender dois fenômenos: o ciclo da água e o desgaste das rochas. Há milhares de anos a água vem desgastando as rochas e, com isso, ela retira alguns sais minerais existentes nelas. Esse fenômeno acontece tanto com as rochas litorâneas, que são...

Saúde, consumo e falta de água

Saúde, consumo e falta de água

A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que 80% de todas as doenças do mundo sejam causadas pelo consumo de água imprópria. No total, 1,1 bilhão de pessoas sofrem com a falta de água: 406,2 mil no leste...

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This