1. Emoji é uma palavra criada no Japão pela junção de “e” (imagem) e “moji” (letra). Emoji
  2. Em 1999, o japonês Shigetaka Kurita inventou um alfabeto de caracteres especiais para se transmitir ideias e sentimentos.
  3. O Consórcio Unicode, formado pelas principais bigtechs do mundo, decide quais serão os emojis que serão lançados, suas regras e padrões. Unicode
  4. Os atuais emojis estão todos descritos na “Emojipedia”, página criada pelo australiano Jeremy Burge (1984 -) em julho de 2013. A ideia começou por causa de uma pesquisa. Ele procurou o ano de criação do emoji de donut no Google e na Wikipedia e não encontrou. A enciclopédia dos emojis
  5. O Dia Mundial do Emoji é comemorado em 17 de Julho por sugestão de Burge. Essa é a data que a Apple escolheu para usar seu emoji de calendário. Foi a data em que a empresa apresentou seu aplicativo de calendário, em 2002. A Apple foi a primeira grande empresa de tecnologia a apostar nos emojis. A data é comemorada desde 2014.  Dia do emoji
  6. Até hoje, nenhum emoji sugerido por brasileiros foi aprovado. Em 2017, as professoras Anna Sara Levin e Nathalia de Mello sugeriram a capivara, mas sem sucesso. Os argentinos já conseguiram emplacar o chimarrão.
  7. Em 2015, o Dicionário Oxford escolheu o emoji com lágrimas de riso como “palavra do ano”. Termo emoji entrou para o dicionário
  8. Em abril de 2021, a Emojipedia anunciou que, pela primeira vez na história, o emoji da “gargalhada” perdeu para o “choro” no Twitter. O mapeamento começou a ser feito em junho de 2018. Emoji de choro
  9. “Emoji: o Filme”, de 2017, ganhou o título de pior filme do ano na premiação satírica “Framboesa de Ouro”.Emoji, o filme
  10. O polêmico emoji do cocô sorridente foi criado por influência da cultura japonesa. A palavra japonesa “unchi” é utilizada como “cocô do bem”, que é produzido por quem se alimenta de forma saudável.